Cadastro positivo do Serasa: o que é e como funciona?

Cadastro positivo do Serasa: o que é e como funciona?

tcschool

16 FEV

5 MIN

Cadastro positivo do Serasa: o que é e como funciona?

Você deve saber que todas suas informações de crédito, todo o seu comportamento em relação às dívidas está armazenado e é utilizado – contra ou a seu favor -, não é? Esse histórico de comportamento, quase como um currículo financeiro, é o seu cadastro positivo. Tudo fica atrelado ao seu CPF, que leva em consideração sua pontualidade para pagamentos e comportamentos gerais em relação ao crédito.

O cadastro positivo é algo que existe desde 2011, mas que passou anos sem muita efetividade. Ativo desde 2013, ele teve uma transformação em janeiro do ano passado. Até então, era preciso fazer o cadastro para participar do programa. Uma Lei Complementar, no entanto, mudou o cenário. Autorizado pelo Banco Central, hoje o cadastro positivo pode ser operado por 4 agências de crédito — Boa Vista SCPC, Quod, Serasa Experian e SPC Brasil.

Apostando no viés da inércia, onde tendemos a não nos movimentar, foi feita uma simples alteração no texto: agora é preciso pedir para sair dele. Assim, sem a necessidade de fazer algo para ter a adesão, todos os brasileiros possuem o cadastro. E hoje vamos explicar um pouco mais como ele funciona, elencando o tema nos seguintes tópicos:

  • O que é o cadastro positivo
  • Como fazer o cadastro
  • Vantagens
  • Segurança das Informações
  • Feirão Limpa Nome

Boa leitura!

O que é o cadastro positivo

O cadastro positivo reúne todo seu histórico de crédito. Quando falo todo, é todo mesmo. Vai desde a conta de energia, passando por água, telefone, luz, gás até empréstimos mais robustos. Ele funciona em sistema de pontuação, onde quem é melhor pagador tem melhor pontuação.

Basicamente é um ranking de melhores pagadores. Quitou empréstimo, subiu algumas posições. Pagou contas em dia, ganhou mais alguns pontinhos. É um campeonato de pontos corridos sem rodada final onde a ideia é honrar os compromissos para continuar bem na fita.

Ficam atrelados ao CPF de cada contribuinte o total financiado, valores das parcelas, pontualidade no pagamento etc. Tudo isso fica à disposição do mercado para avaliar na hora da análise de risco para conceder novos créditos ou alterar algum crédito vigente.

Cadastro positivo: como fazer

Desde a mudança na legislação, não é mais necessário aderir ao cadastro positivo. Seus dados já estão lá. Eles são administrados pelas empresas de crédito, como SPC, Serasa e Boa Vista. No entanto, você não tem toda a sua vida aberta às instituições.

Pelo sistema do cadastro positivo é possível acessar o score de cada cidadão, porém somente a pontuação referente ao comportamento dela em relação ao crédito. O detalhamento dos dados é liberado apenas se a pessoa concordar e autorizar. Inclusive, cada um pode consultar seu histórico.

Por outro lado, caso não queira ter seus dados no sistema, é possível pedir a exclusão. Para isso basta solicitar a uma das empresas de crédito o cancelamento através dos canais de atendimento. Em até dois dias os dados são excluídos de forma gratuita.

Cadastro Positivo: vantagens

O cadastro positivo é uma mudança na mentalidade que os brasileiros tiveram durante muito tempo. Não é difícil conhecer alguém que teve o nome negativado. Esse era um temor constante, ser punido pelos problemas financeiros. Com o cadastro, há uma mudança na lógica. Existe agora a possibilidade de ter o benefício por um bom histórico de pagamentos.

Outro ponto que pode ser favorável a quem adere ao cadastro positivo é a dispensa de comprovação de renda na hora de pedir um crédito. Isso vale muito para quem é autônomo e não tem a garantia ou não tem como comprovar a renda. Com o histórico de pagamentos, a instituição tem condições de avaliar a pontuação de cada pessoa para liberar ou não aquele pedido.

Quem já tem o costume de utilizar crédito pode, por sua vez, ter um outro benefício. Se você paga tudo certinho, honra os compromissos e não tem problema com atraso, pode ser beneficiado com a redução da taxa de juros, já que a instituição pode comprovar que, pelo histórico, não há problemas em relação ao pagamento. Nesse caso, sua taxa de juros deixa de ser feita com base em um risco geral e passa a representar mais fielmente o risco particular de calote.

Segurança das informações

As informações pessoais são passadas da seguinte maneira: as empresas ou operadores de crédito passam os dados para os chamados birôs de crédito gestores do Cadastro Positivo (como SPC e Serasa). A partir daí, empresas do comércio, bancos, financeiras e prestadores de serviço podem ter acesso a essas informações. Isso para ajustar questões financeiras como falamos anteriormente.

Esse é o procedimento comum em uma operação do Cadastro Positivo. Não há (ou não deve haver) nada além disso. Você pode, inclusive, consultar suas informações e fazer ou pedir para que seja feita qualquer revisão que ache válida. Além da possibilidade de cancelamento da adesão ao serviço.

Feirão Limpa Nome

Como já falamos antes, o Cadastro Positivo é um ponto importante para quem tem e mantém boas práticas de pagamento. Para ter uma posição melhor na pontuação, basta pagar as contas em dia. Quem não tem dificuldade em fazer esse pagamento pode recorrer a renegociações para tentar melhorar a situação.

Nesse texto do ano passado, elencamos diversas dicas para renegociar dívidas com bancos. Uma delas é a ida ao Feirão Limpa Nome Serasa. Ainda não há um calendário disponível para a realização do mutirão em 2021, mas isso não quer dizer que você ficará sem a possibilidade de renegociar suas dívidas.

Através do site do Serasa é possível fazer a renegociação com empresas específicas. Então, releia o texto do ano passado, anote o que é preciso fazer em cada caso e aproveite para começar 2021 dando uma guinada em sua situação no Cadastro Positivo.

Educação Financeira

No TC School você encontra um material simples e descomplicado sobre educação financeira e finanças pessoais. Queremos o desenvolvimento de cada um, do seu jeito, com responsabilidade e segurança.

Olha só esse material bacana com dicas sobre educação financeira para crianças.

Você é capaz de aprender a investir. Estude e conheça mais sobre economia e investimentos. Se liga só, por exemplo, nesse artigo que fala sobre rendimento negativo em renda fixa. Acessa lá!

Raphael Carneiro
Raphael Carneiro
Jornalista
Planejador financeiro associado à Planejar

A sua escola como investidor

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.