IBOV

106.927,79 pts

+1,32%

SP500

4.671,78 pts

+0,19%

DJIA

35.963,93 pts

+0,15%

NASDAQ

15.631,06 pts

+0,12%

IFIX

2.782,90 pts

+0,66%

BRENT

US$ 85,59

-0,55%

IO62

¥ 705,00

-2,35%

TRAD3

R$ 4,60

+3,37%

ABEV3

R$ 15,10

+0,73%

AMER3

R$ 30,31

+2,43%

ASAI3

R$ 12,13

+0,91%

AZUL4

R$ 26,33

+1,07%

B3SA3

R$ 12,22

+5,43%

BIDI11

R$ 23,85

+7,91%

BBSE3

R$ 19,45

+1,40%

BRML3

R$ 8,40

+7,00%

BBDC3

R$ 17,44

+1,51%

BBDC4

R$ 20,87

+1,60%

BRAP4

R$ 27,52

+0,51%

BBAS3

R$ 30,41

+2,56%

BRKM5

R$ 52,16

+0,21%

BRFS3

R$ 24,30

+1,20%

BPAC11

R$ 19,83

+2,95%

CRFB3

R$ 14,40

+1,40%

CCRO3

R$ 11,39

-0,08%

CMIG4

R$ 12,73

+0,23%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,01

-0,49%

COGN3

R$ 2,16

+3,84%

CPLE6

R$ 6,34

+1,76%

CSAN3

R$ 21,22

+0,80%

CPFE3

R$ 25,95

+0,38%

CVCB3

R$ 11,71

-2,00%

CYRE3

R$ 14,14

-0,35%

ECOR3

R$ 7,18

-0,27%

ELET3

R$ 31,61

+0,60%

ELET6

R$ 31,09

+0,09%

EMBR3

R$ 22,01

-0,58%

ENBR3

R$ 20,80

+1,56%

ENGI11

R$ 40,97

+0,44%

ENEV3

R$ 12,64

+3,86%

EGIE3

R$ 38,39

+0,26%

EQTL3

R$ 22,62

+0,13%

EZTC3

R$ 18,61

+1,63%

FLRY3

R$ 17,93

+2,45%

GGBR4

R$ 28,28

+0,03%

GOAU4

R$ 11,73

-0,08%

GOLL4

R$ 16,93

+1,07%

NTCO3

R$ 21,80

-0,09%

HAPV3

R$ 10,31

+1,37%

HYPE3

R$ 28,00

+3,35%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 60,47

+1,59%

IRBR3

R$ 3,54

+0,28%

ITSA4

R$ 9,67

+1,15%

ITUB4

R$ 23,50

-0,76%

JBSS3

R$ 37,39

+0,89%

JHSF3

R$ 4,85

+2,32%

KLBN11

R$ 25,32

-0,66%

RENT3

R$ 51,27

+3,68%

LCAM3

R$ 22,88

+3,43%

LWSA3

R$ 8,39

-4,11%

LAME4

R$ 5,68

+1,97%

LREN3

R$ 23,97

-3,19%

MGLU3

R$ 6,33

+3,94%

MRFG3

R$ 23,51

+3,38%

BEEF3

R$ 10,27

+1,68%

MRVE3

R$ 11,09

+1,37%

MULT3

R$ 18,49

+2,04%

PCAR3

R$ 19,91

+1,47%

PETR3

R$ 34,56

+2,09%

PETR4

R$ 31,45

+3,72%

VBBR3

19,83

-1,49%

PRIO3

R$ 22,90

+3,99%

QUAL3

R$ 15,93

+2,64%

RADL3

R$ 21,04

+0,19%

RAIL3

R$ 16,31

+0,30%

SBSP3

R$ 35,11

-0,39%

SANB11

R$ 31,86

+1,14%

CSNA3

R$ 25,72

-1,75%

SULA11

R$ 23,03

-1,03%

SUZB3

R$ 62,77

+0,38%

TAEE11

R$ 36,06

+0,05%

VIVT3

R$ 46,88

-0,34%

TIMS3

R$ 12,63

-0,62%

TOTS3

R$ 25,20

-0,07%

UGPA3

R$ 13,16

-1,64%

USIM5

R$ 16,45

+0,48%

VALE3

R$ 84,69

+0,58%

VIIA3

R$ 3,97

-0,50%

WEGE3

R$ 30,70

+6,04%

YDUQ3

R$ 18,90

+1,66%

IBOV

106.927,79 pts

+1,32%

SP500

4.671,78 pts

+0,19%

DJIA

35.963,93 pts

+0,15%

NASDAQ

15.631,06 pts

+0,12%

IFIX

2.782,90 pts

+0,66%

BRENT

US$ 85,59

-0,55%

IO62

¥ 705,00

-2,35%

TRAD3

R$ 4,60

+3,37%

ABEV3

R$ 15,10

+0,73%

AMER3

R$ 30,31

+2,43%

ASAI3

R$ 12,13

+0,91%

AZUL4

R$ 26,33

+1,07%

B3SA3

R$ 12,22

+5,43%

BIDI11

R$ 23,85

+7,91%

BBSE3

R$ 19,45

+1,40%

BRML3

R$ 8,40

+7,00%

BBDC3

R$ 17,44

+1,51%

BBDC4

R$ 20,87

+1,60%

BRAP4

R$ 27,52

+0,51%

BBAS3

R$ 30,41

+2,56%

BRKM5

R$ 52,16

+0,21%

BRFS3

R$ 24,30

+1,20%

BPAC11

R$ 19,83

+2,95%

CRFB3

R$ 14,40

+1,40%

CCRO3

R$ 11,39

-0,08%

CMIG4

R$ 12,73

+0,23%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,01

-0,49%

COGN3

R$ 2,16

+3,84%

CPLE6

R$ 6,34

+1,76%

CSAN3

R$ 21,22

+0,80%

CPFE3

R$ 25,95

+0,38%

CVCB3

R$ 11,71

-2,00%

CYRE3

R$ 14,14

-0,35%

ECOR3

R$ 7,18

-0,27%

ELET3

R$ 31,61

+0,60%

ELET6

R$ 31,09

+0,09%

EMBR3

R$ 22,01

-0,58%

ENBR3

R$ 20,80

+1,56%

ENGI11

R$ 40,97

+0,44%

ENEV3

R$ 12,64

+3,86%

EGIE3

R$ 38,39

+0,26%

EQTL3

R$ 22,62

+0,13%

EZTC3

R$ 18,61

+1,63%

FLRY3

R$ 17,93

+2,45%

GGBR4

R$ 28,28

+0,03%

GOAU4

R$ 11,73

-0,08%

GOLL4

R$ 16,93

+1,07%

NTCO3

R$ 21,80

-0,09%

HAPV3

R$ 10,31

+1,37%

HYPE3

R$ 28,00

+3,35%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 60,47

+1,59%

IRBR3

R$ 3,54

+0,28%

ITSA4

R$ 9,67

+1,15%

ITUB4

R$ 23,50

-0,76%

JBSS3

R$ 37,39

+0,89%

JHSF3

R$ 4,85

+2,32%

KLBN11

R$ 25,32

-0,66%

RENT3

R$ 51,27

+3,68%

LCAM3

R$ 22,88

+3,43%

LWSA3

R$ 8,39

-4,11%

LAME4

R$ 5,68

+1,97%

LREN3

R$ 23,97

-3,19%

MGLU3

R$ 6,33

+3,94%

MRFG3

R$ 23,51

+3,38%

BEEF3

R$ 10,27

+1,68%

MRVE3

R$ 11,09

+1,37%

MULT3

R$ 18,49

+2,04%

PCAR3

R$ 19,91

+1,47%

PETR3

R$ 34,56

+2,09%

PETR4

R$ 31,45

+3,72%

VBBR3

19,83

-1,49%

PRIO3

R$ 22,90

+3,99%

QUAL3

R$ 15,93

+2,64%

RADL3

R$ 21,04

+0,19%

RAIL3

R$ 16,31

+0,30%

SBSP3

R$ 35,11

-0,39%

SANB11

R$ 31,86

+1,14%

CSNA3

R$ 25,72

-1,75%

SULA11

R$ 23,03

-1,03%

SUZB3

R$ 62,77

+0,38%

TAEE11

R$ 36,06

+0,05%

VIVT3

R$ 46,88

-0,34%

TIMS3

R$ 12,63

-0,62%

TOTS3

R$ 25,20

-0,07%

UGPA3

R$ 13,16

-1,64%

USIM5

R$ 16,45

+0,48%

VALE3

R$ 84,69

+0,58%

VIIA3

R$ 3,97

-0,50%

WEGE3

R$ 30,70

+6,04%

YDUQ3

R$ 18,90

+1,66%

A conversão monetária de demonstrações contábeis

igor-leite

01 FEV

4 MIN

A conversão monetária de demonstrações contábeis

Nesse texto, trataremos sobre a conversão monetária nas demonstrações contábeis, mostrando assim que empresas podem divulgar seus dados, em mais de uma moeda. Assim, para melhor guia o leitor, o texto estarão divididos nos seguintes tópicos:

  • Conceitos
  • Reconhecimento
  • Divulgação
  • Exemplo prático: Suzano Celulose (SUZB3)

Boa leitura!

Conversão monetária: conceitos básicos

Antes de nos aprofundar no processo de reconhecimento e divulgação das informações, apresentaremos alguns conceitos importantes para que o leitor melhor entenda o processo de conversão monetária nas demonstrações contábeis da empresa.

Moeda de apresentação

O primeiro conceito é a moeda de apresentação, pois quando o investidor estiver lendo alguma demonstração contábil, ele deverá buscar observar qual é a moeda de apresentação dessas demonstrações financeiras, uma vez que essa será a moeda na qual os relatórios contábeis serão apresentadas.

Moeda funcional

Também temos a moeda funcional que é a moeda que representa o local onde a companhia tem sua maior participação. Um exemplo são as empresas de commodities que tem como moeda de apresentação o Real (R$), mas como moeda funcional o Dólar (US$), uma vez que a maior parte das suas negociações são no mercado externo.

Outro conceito importante é a taxa de fechamento, essa taxa vai evidenciar qual foi a taxa de cambio à vista vigente no término do período que as demonstrações vão ser apresentadas.

Conversão monetária: reconhecimento

Depois de entender os principais conceitos, iremos agora abordar o processo de reconhecimento da conversão monetária que é apresentado pelo CPC 02 (R2).

CPC-02

De acordo com a norma, uma transação em moeda estrangeira pode ser classificada em três possíveis operações que são:

  1. Compra ou venda de bens ou serviços, onde o preço está fixado em moeda estrangeira;
  2. Obtenção ou concessão de empréstimos que estão fixados em moeda estrangeira; e
  3. Outra movimentação que estejam fixadas em moeda estrangeira.

Neste sentido, após identificar essa transação, a companhia deverá fazer o reconhecimento no momento que a transação é identificada. Esse reconhecimento inicial se dará por meio da moeda funcional, com a aplicação da taxa de cambio à vista, entre a moeda funcional e a moeda estrangeira utilizada na transação financeira.

Deve-se lembrar que a contabilidade da empresa, no momento da divulgação dos demonstrativos contábeis, deve ter convertida todas as moedas estrangeiras com base na taxa de cambio do fechamento, correlata a data de fechamento das demonstrações contábeis.

As variações cambiais, provenientes dessas operações, deverão ser admitidas no momento do reconhecimento da transação, e em seguida, divulgada nas demonstrações contábeis da companhia.

Contudo, caso a empresa opte pela alteração na sua moeda funcional, deverá aplicar todos os procedimentos de conversão a partir do dia que essa nova moeda funcional passe a ser utilizada pela organização.

Existem casos em que a companhia possui uma moeda de apresentação diferente da sua moeda funcional, nesses casos, a companhia deverá converter todos os seus números para a moeda de apresentação escolhida pela empresa.

Divulgação

De acordo com a norma, as empresas deverão divulgar as seguintes informações:

  1. O montante das variações cambiais reconhecidas na demonstração do resultado, com exceção daquelas originadas de instrumentos financeiros mensurados ao valor justo por meio do resultado, de acordo com o CPC-48;
  2. Variações cambiais líquidas reconhecidas em outros resultados abrangentes e registradas em conta específica do patrimônio líquido, e a conciliação do montante de tais variações cambiais, no início e no final do período.

Em casos que a companhia possui moeda funcional diferente da sua moeda de apresentação, ela deverá divulgar:

  1. Identificar claramente as informações como sendo informações suplementares para distingui-las das informações que estão de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil;
  2. Divulgar a moeda utilizada para essas informações suplementares; e
  3. Divulgar a moeda funcional da entidade e o método de conversão utilizado para determinar as informações suplementares.

Demonstrações contábeis

Exemplo prático: Suzano Celulose

Para fins de exemplo, utilizaremos as demonstrações contábeis da Suzano Celulose (SUZB3). A escolha se deve pelo fato da companhia ter uma moeda de apresentação diferente da sua moeda funcional.

Conforme o texto abaixo, a companhia apresenta suas políticas contábeis, dentre elas, evidencia os motivos que fizeram com que a companhia realizasse essas mudanças.

3.1 Novas políticas contábeis e mudanças nas políticas contábeis adotadas
3.1.1 Conversão para moeda de apresentação

Devido à incorporação da Fibria, a companhia efetuou várias mudanças na estrutura, atividades e operações durante o exercício de 2019 e que levaram a Administração a reavaliar a moeda funcional de suas subsidiárias integrais cuja moeda funcional era diferente do Real (R$).

Mercado de Ações

A gente comunica com clareza para motivar a confiança de vocês! Queremos o desenvolvimento de cada um, do seu jeito, com responsabilidade e segurança. Olha só quanto material interessante sobre o mercado de ações temos aqui no TC School:

Baixe nosso app grátis! No TC você acompanha as principais notícias e cotações do mercado em tempo real, além de ter acesso a canais exclusivos para interagir com os melhores profissionais.

Estude e conheça! Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil.

A gente também está no Instagram, YouTube e no TikTok. Acompanhe!

Colaborador do TC School

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.