IBOV

108.006,80 pts

+0,41%

SP500

4.695,78 pts

+0,20%

DJIA

35.737,65 pts

+0,05%

NASDAQ

16.357,64 pts

+0,20%

IFIX

2.669,88 pts

+0,33%

BRENT

US$ 75,93

+0,65%

IO62

¥ 647,50

-2,41%

TRAD3

R$ 6,40

+0,78%

ABEV3

R$ 16,12

+0,12%

AMER3

R$ 30,37

+1,91%

ASAI3

R$ 14,52

+3,34%

AZUL4

R$ 26,13

+5,66%

B3SA3

R$ 12,14

+0,74%

BIDI11

R$ 38,11

+1,87%

BBSE3

R$ 21,58

+1,69%

BRML3

R$ 8,28

+4,41%

BBDC3

R$ 17,72

-0,33%

BBDC4

R$ 20,78

-0,81%

BRAP4

R$ 53,58

-0,64%

BBAS3

R$ 32,67

+0,21%

BRKM5

R$ 65,40

-1,77%

BRFS3

R$ 20,11

-1,61%

BPAC11

R$ 21,70

+2,35%

CRFB3

R$ 14,87

+0,13%

CCRO3

R$ 12,77

-2,66%

CMIG4

R$ 14,03

+2,03%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,32

+3,11%

COGN3

R$ 2,60

+4,41%

CPLE6

R$ 6,35

+1,76%

CSAN3

R$ 22,20

+1,04%

CPFE3

R$ 27,38

+0,62%

CVCB3

R$ 15,97

+8,71%

CYRE3

R$ 15,93

+4,87%

ECOR3

R$ 8,89

+0,90%

ELET3

R$ 35,48

+0,96%

ELET6

R$ 34,45

-0,28%

EMBR3

R$ 21,33

+5,07%

ENBR3

R$ 21,40

+0,65%

ENGI11

R$ 45,83

+0,46%

ENEV3

R$ 15,05

+2,59%

EGIE3

R$ 39,24

-0,17%

EQTL3

R$ 23,73

+1,62%

EZTC3

R$ 20,90

+6,85%

FLRY3

R$ 19,30

+2,66%

GGBR4

R$ 28,94

+1,54%

GOAU4

R$ 12,00

+0,92%

GOLL4

R$ 18,60

+8,70%

NTCO3

R$ 27,19

+0,48%

HAPV3

R$ 11,40

+1,96%

HYPE3

R$ 28,96

+0,87%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,38

+1,54%

IRBR3

R$ 4,36

+3,07%

ITSA4

R$ 9,88

-0,91%

ITUB4

R$ 22,62

-1,48%

JBSS3

R$ 34,47

+0,17%

JHSF3

R$ 5,53

+4,14%

KLBN11

R$ 25,10

+0,20%

RENT3

R$ 55,67

+3,30%

LCAM3

R$ 24,61

+3,44%

LWSA3

R$ 14,58

+5,49%

LAME4

R$ 5,59

+3,13%

LREN3

R$ 29,57

+0,37%

MGLU3

R$ 6,88

-9,71%

MRFG3

R$ 22,42

+5,50%

BEEF3

R$ 8,73

+0,69%

MRVE3

R$ 12,27

+6,05%

MULT3

R$ 20,82

+3,73%

PCAR3

R$ 22,95

+1,86%

PETR3

R$ 31,25

+0,19%

PETR4

R$ 29,51

+0,51%

VBBR3

22,99

+3,55%

PRIO3

R$ 21,06

-3,96%

QUAL3

R$ 16,77

+1,08%

RADL3

R$ 23,64

+1,54%

RAIL3

R$ 17,50

+1,21%

SBSP3

R$ 38,75

+2,00%

SANB11

R$ 33,05

-0,48%

CSNA3

R$ 24,19

-0,90%

SULA11

R$ 26,78

+2,56%

SUZB3

R$ 58,56

+0,41%

TAEE11

R$ 35,71

-0,52%

VIVT3

R$ 48,83

-2,26%

TIMS3

R$ 13,30

-0,89%

TOTS3

R$ 32,05

+2,13%

UGPA3

R$ 15,38

+3,29%

USIM5

R$ 15,09

+1,13%

VALE3

R$ 75,59

-0,96%

VIIA3

R$ 5,78

-0,34%

WEGE3

R$ 35,86

+3,76%

YDUQ3

R$ 24,35

+2,78%

IBOV

108.006,80 pts

+0,41%

SP500

4.695,78 pts

+0,20%

DJIA

35.737,65 pts

+0,05%

NASDAQ

16.357,64 pts

+0,20%

IFIX

2.669,88 pts

+0,33%

BRENT

US$ 75,93

+0,65%

IO62

¥ 647,50

-2,41%

TRAD3

R$ 6,40

+0,78%

ABEV3

R$ 16,12

+0,12%

AMER3

R$ 30,37

+1,91%

ASAI3

R$ 14,52

+3,34%

AZUL4

R$ 26,13

+5,66%

B3SA3

R$ 12,14

+0,74%

BIDI11

R$ 38,11

+1,87%

BBSE3

R$ 21,58

+1,69%

BRML3

R$ 8,28

+4,41%

BBDC3

R$ 17,72

-0,33%

BBDC4

R$ 20,78

-0,81%

BRAP4

R$ 53,58

-0,64%

BBAS3

R$ 32,67

+0,21%

BRKM5

R$ 65,40

-1,77%

BRFS3

R$ 20,11

-1,61%

BPAC11

R$ 21,70

+2,35%

CRFB3

R$ 14,87

+0,13%

CCRO3

R$ 12,77

-2,66%

CMIG4

R$ 14,03

+2,03%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,32

+3,11%

COGN3

R$ 2,60

+4,41%

CPLE6

R$ 6,35

+1,76%

CSAN3

R$ 22,20

+1,04%

CPFE3

R$ 27,38

+0,62%

CVCB3

R$ 15,97

+8,71%

CYRE3

R$ 15,93

+4,87%

ECOR3

R$ 8,89

+0,90%

ELET3

R$ 35,48

+0,96%

ELET6

R$ 34,45

-0,28%

EMBR3

R$ 21,33

+5,07%

ENBR3

R$ 21,40

+0,65%

ENGI11

R$ 45,83

+0,46%

ENEV3

R$ 15,05

+2,59%

EGIE3

R$ 39,24

-0,17%

EQTL3

R$ 23,73

+1,62%

EZTC3

R$ 20,90

+6,85%

FLRY3

R$ 19,30

+2,66%

GGBR4

R$ 28,94

+1,54%

GOAU4

R$ 12,00

+0,92%

GOLL4

R$ 18,60

+8,70%

NTCO3

R$ 27,19

+0,48%

HAPV3

R$ 11,40

+1,96%

HYPE3

R$ 28,96

+0,87%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,38

+1,54%

IRBR3

R$ 4,36

+3,07%

ITSA4

R$ 9,88

-0,91%

ITUB4

R$ 22,62

-1,48%

JBSS3

R$ 34,47

+0,17%

JHSF3

R$ 5,53

+4,14%

KLBN11

R$ 25,10

+0,20%

RENT3

R$ 55,67

+3,30%

LCAM3

R$ 24,61

+3,44%

LWSA3

R$ 14,58

+5,49%

LAME4

R$ 5,59

+3,13%

LREN3

R$ 29,57

+0,37%

MGLU3

R$ 6,88

-9,71%

MRFG3

R$ 22,42

+5,50%

BEEF3

R$ 8,73

+0,69%

MRVE3

R$ 12,27

+6,05%

MULT3

R$ 20,82

+3,73%

PCAR3

R$ 22,95

+1,86%

PETR3

R$ 31,25

+0,19%

PETR4

R$ 29,51

+0,51%

VBBR3

22,99

+3,55%

PRIO3

R$ 21,06

-3,96%

QUAL3

R$ 16,77

+1,08%

RADL3

R$ 23,64

+1,54%

RAIL3

R$ 17,50

+1,21%

SBSP3

R$ 38,75

+2,00%

SANB11

R$ 33,05

-0,48%

CSNA3

R$ 24,19

-0,90%

SULA11

R$ 26,78

+2,56%

SUZB3

R$ 58,56

+0,41%

TAEE11

R$ 35,71

-0,52%

VIVT3

R$ 48,83

-2,26%

TIMS3

R$ 13,30

-0,89%

TOTS3

R$ 32,05

+2,13%

UGPA3

R$ 15,38

+3,29%

USIM5

R$ 15,09

+1,13%

VALE3

R$ 75,59

-0,96%

VIIA3

R$ 5,78

-0,34%

WEGE3

R$ 35,86

+3,76%

YDUQ3

R$ 24,35

+2,78%

Educação financeira e suas externalidades

27 MAI

3 MIN

A maioria das pessoas concordam que a educação financeira é muito importante e desempenha um papel primordial na vida de cada indivíduo. Entretanto, será que ela causa impactos apenas na vida de cada pessoa de forma particular? Nesse texto, vamos discutir um pouco sobre as externalidades geradas pela educação financeira.

Boa leitura!

Educação financeira e suas externalidades

Veja mais sobre educação financeira:

Pois bem, a educação financeira causa impactos nos indivíduos de forma particular, mas também gera uma externalidade positiva para toda a sociedade. No caso em que ela é ausente, também há externalidades negativas para a sociedade.

Mas o que é externalidade?

Externalidade é um termo bem comum entre os economistas. Esse termo tem origem lá na microeconomia, e retrata os impactos que uma determinada ação praticada por uma pessoa, grupo, governo ou empresa realiza sobre outra(s) pessoa(s) ou até mesmo sobre a sociedade.

Ainda não ficou claro?

O exemplo mais comum de externalidade é o dos fumantes. Quando um indivíduo fuma próximo a outras pessoas, ele gera uma externalidade negativa, ou seja, as pessoas que não fumam, porém estão próximas do indivíduo que fuma, inalam a fumaça e são prejudicadas. Este é um exemplo de externalidade negativa. Entretanto, também há a externalidade positiva, sendo o inverso da negativa, como é o caso da educação financeira.

Educação financeira e externalidades negativas

A educação financeira é um mecanismo que proporciona melhoria na qualidade de vida financeira e mental (evitando a preocupação com as contas a serem pagas) para aquelas pessoas que colocam os conhecimentos associados a ela em prática. Entretanto, no Brasil, infelizmente, muitas pessoas não possuem qualquer tipo de conhecimento em finanças pessoais, o que consequentemente, acarreta nos altos índices de endividamento.

Além disso, dado que a população, em sua maioria, não possui esse tipo de conhecimento acaba gerando uma série de externalidades negativas. Quando as pessoas tomam dinheiro emprestado junto aos bancos e não pagam, corroboram com o aumento nas taxas de juros (vale salientar que os juros altos no Brasil são decorrentes de uma série de questões além desta relatada), tendo em vista que os bancos tomarão mais cuidados para evitar esses mal pagadores, ou oferecerão uma taxa de juros maior porque o risco de calote também é maior (relação risco x retorno).

Outro exemplo dos impactos negativos causados pela ausência do conhecimento em finanças pessoais é em relação a previdência. A ausência da educação financeira influencia no aumento do consumo imediatista e na dificuldade de fazer escolhas intertemporais. Em outras palavras, deixar de consumir hoje para consumir amanhã. Dessa forma, grande parte da população não pensa na renda futura e consomem tudo no presente, chegando na velhice com pouca ou nenhuma reserva.

Externalidades positivas da educação financeira

Quais as externalidades positivas causadas pelas práticas da educação financeira pelas pessoas?

O impacto positivo importante que é causado pela prática efetiva das finanças pessoais, é a diminuição do nível de inadimplência, o que reduz também o risco de calote e facilita as negociações no mercado de crédito, já que terá cada vez mais bons pagadores.

Além disso, um maior número de pessoas educadas financeiramente, pode proporcionar um aumento na poupança nacional, ou seja, mais pessoas poupando aumenta no geral a poupança de um país. Os reflexos não se limitam apenas no volume de dinheiro poupado, mas o que é feito com este dinheiro. Boa parte da poupança das pessoas são direcionadas para investimentos que, por sua vez, contribuem para a expansão de empresas. Consequentemente, o aumento na produção, no nível de emprego e no PIB (Produto Interno Bruto). Logo, a educação financeira é um aliado do crescimento e desenvolvimento de um país.

Por fim, a educação financeira é de extrema importância porque, além de ajudar cada pessoa a controlar seus gastos, fazer investimentos e ter qualidade de vida, reflete também na sociedade como um todo, trazendo melhorias econômicas.

 

Educação Financeira para Toda a Vida
Educação Financeira para Toda a Vida
Projeto de Educação Financeira para crianças e jovens, sediado na Universidade Federal da Paraíba
Contribui com textos educativos para o TC School.

A sua escola como investidor

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.