IBOV

109.143,79 pts

+1,04%

SP500

4.521,44 pts

-0,25%

DJIA

34.997,59 pts

-0,09%

NASDAQ

14.987,73 pts

-0,40%

IFIX

2.802,10 pts

-0,17%

BRENT

US$ 87,60

-0,95%

IO62

¥ 752,50

+1,83%

TRAD3

R$ 4,42

+5,74%

ABEV3

R$ 14,48

-0,41%

AMER3

R$ 34,26

+3,19%

ASAI3

R$ 11,93

-0,83%

AZUL4

R$ 27,17

+7,51%

B3SA3

R$ 13,28

+8,32%

BIDI11

R$ 25,41

+12,93%

BBSE3

R$ 20,59

-0,43%

BRML3

R$ 8,92

+2,17%

BBDC3

R$ 17,50

-0,68%

BBDC4

R$ 21,04

-0,28%

BRAP4

R$ 28,19

-1,81%

BBAS3

R$ 31,23

+0,70%

BRKM5

R$ 49,25

+0,10%

BRFS3

R$ 23,16

-2,31%

BPAC11

R$ 21,47

+7,88%

CRFB3

R$ 14,60

-2,92%

CCRO3

R$ 11,97

+5,55%

CMIG4

R$ 12,98

+0,15%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,14

+2,88%

COGN3

R$ 2,34

+6,36%

CPLE6

R$ 6,67

+2,77%

CSAN3

R$ 22,47

+2,27%

CPFE3

R$ 26,79

+0,45%

CVCB3

R$ 12,86

+11,24%

CYRE3

R$ 15,31

+3,79%

ECOR3

R$ 7,61

+4,38%

ELET3

R$ 33,49

+1,36%

ELET6

R$ 32,70

+1,08%

EMBR3

R$ 21,08

+2,43%

ENBR3

R$ 21,45

-0,87%

ENGI11

R$ 40,64

-1,62%

ENEV3

R$ 12,90

-0,07%

EGIE3

R$ 39,45

+0,30%

EQTL3

R$ 22,28

+0,36%

EZTC3

R$ 19,92

+5,39%

FLRY3

R$ 18,35

+1,21%

GGBR4

R$ 28,62

-1,44%

GOAU4

R$ 11,94

-1,40%

GOLL4

R$ 17,04

+3,58%

NTCO3

R$ 22,24

+6,56%

HAPV3

R$ 11,21

+2,65%

HYPE3

R$ 28,76

+1,19%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,88

+1,78%

IRBR3

R$ 3,53

+4,74%

ITSA4

R$ 9,59

-0,31%

ITUB4

R$ 23,23

-1,06%

JBSS3

R$ 36,34

-0,73%

JHSF3

R$ 5,26

+6,26%

KLBN11

R$ 25,68

-0,03%

RENT3

R$ 54,36

+9,04%

LCAM3

R$ 24,20

+7,79%

LWSA3

R$ 8,58

-0,69%

LAME4

R$ 6,45

+2,70%

LREN3

R$ 26,03

+4,74%

MGLU3

R$ 6,64

+5,23%

MRFG3

R$ 22,30

-1,71%

BEEF3

R$ 9,75

-1,21%

MRVE3

R$ 11,88

+5,69%

MULT3

R$ 19,63

+4,69%

PCAR3

R$ 20,02

+0,20%

PETR3

R$ 34,52

+0,78%

PETR4

R$ 31,82

+1,04%

VBBR3

21,24

+3,50%

PRIO3

R$ 24,20

+0,87%

QUAL3

R$ 16,77

+0,78%

RADL3

R$ 20,38

-0,77%

RAIL3

R$ 17,51

+4,66%

SBSP3

R$ 36,16

+1,31%

SANB11

R$ 31,17

-1,11%

CSNA3

R$ 26,45

-0,07%

SULA11

R$ 24,28

+2,14%

SUZB3

R$ 60,21

-2,65%

TAEE11

R$ 37,58

+2,09%

VIVT3

R$ 48,55

-0,28%

TIMS3

R$ 12,81

-1,38%

TOTS3

R$ 26,36

+4,19%

UGPA3

R$ 13,58

+2,64%

USIM5

R$ 16,54

-1,25%

VALE3

R$ 86,94

-1,44%

VIIA3

R$ 4,25

+6,25%

WEGE3

R$ 30,78

+0,91%

YDUQ3

R$ 19,93

+2,89%

IBOV

109.143,79 pts

+1,04%

SP500

4.521,44 pts

-0,25%

DJIA

34.997,59 pts

-0,09%

NASDAQ

14.987,73 pts

-0,40%

IFIX

2.802,10 pts

-0,17%

BRENT

US$ 87,60

-0,95%

IO62

¥ 752,50

+1,83%

TRAD3

R$ 4,42

+5,74%

ABEV3

R$ 14,48

-0,41%

AMER3

R$ 34,26

+3,19%

ASAI3

R$ 11,93

-0,83%

AZUL4

R$ 27,17

+7,51%

B3SA3

R$ 13,28

+8,32%

BIDI11

R$ 25,41

+12,93%

BBSE3

R$ 20,59

-0,43%

BRML3

R$ 8,92

+2,17%

BBDC3

R$ 17,50

-0,68%

BBDC4

R$ 21,04

-0,28%

BRAP4

R$ 28,19

-1,81%

BBAS3

R$ 31,23

+0,70%

BRKM5

R$ 49,25

+0,10%

BRFS3

R$ 23,16

-2,31%

BPAC11

R$ 21,47

+7,88%

CRFB3

R$ 14,60

-2,92%

CCRO3

R$ 11,97

+5,55%

CMIG4

R$ 12,98

+0,15%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,14

+2,88%

COGN3

R$ 2,34

+6,36%

CPLE6

R$ 6,67

+2,77%

CSAN3

R$ 22,47

+2,27%

CPFE3

R$ 26,79

+0,45%

CVCB3

R$ 12,86

+11,24%

CYRE3

R$ 15,31

+3,79%

ECOR3

R$ 7,61

+4,38%

ELET3

R$ 33,49

+1,36%

ELET6

R$ 32,70

+1,08%

EMBR3

R$ 21,08

+2,43%

ENBR3

R$ 21,45

-0,87%

ENGI11

R$ 40,64

-1,62%

ENEV3

R$ 12,90

-0,07%

EGIE3

R$ 39,45

+0,30%

EQTL3

R$ 22,28

+0,36%

EZTC3

R$ 19,92

+5,39%

FLRY3

R$ 18,35

+1,21%

GGBR4

R$ 28,62

-1,44%

GOAU4

R$ 11,94

-1,40%

GOLL4

R$ 17,04

+3,58%

NTCO3

R$ 22,24

+6,56%

HAPV3

R$ 11,21

+2,65%

HYPE3

R$ 28,76

+1,19%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,88

+1,78%

IRBR3

R$ 3,53

+4,74%

ITSA4

R$ 9,59

-0,31%

ITUB4

R$ 23,23

-1,06%

JBSS3

R$ 36,34

-0,73%

JHSF3

R$ 5,26

+6,26%

KLBN11

R$ 25,68

-0,03%

RENT3

R$ 54,36

+9,04%

LCAM3

R$ 24,20

+7,79%

LWSA3

R$ 8,58

-0,69%

LAME4

R$ 6,45

+2,70%

LREN3

R$ 26,03

+4,74%

MGLU3

R$ 6,64

+5,23%

MRFG3

R$ 22,30

-1,71%

BEEF3

R$ 9,75

-1,21%

MRVE3

R$ 11,88

+5,69%

MULT3

R$ 19,63

+4,69%

PCAR3

R$ 20,02

+0,20%

PETR3

R$ 34,52

+0,78%

PETR4

R$ 31,82

+1,04%

VBBR3

21,24

+3,50%

PRIO3

R$ 24,20

+0,87%

QUAL3

R$ 16,77

+0,78%

RADL3

R$ 20,38

-0,77%

RAIL3

R$ 17,51

+4,66%

SBSP3

R$ 36,16

+1,31%

SANB11

R$ 31,17

-1,11%

CSNA3

R$ 26,45

-0,07%

SULA11

R$ 24,28

+2,14%

SUZB3

R$ 60,21

-2,65%

TAEE11

R$ 37,58

+2,09%

VIVT3

R$ 48,55

-0,28%

TIMS3

R$ 12,81

-1,38%

TOTS3

R$ 26,36

+4,19%

UGPA3

R$ 13,58

+2,64%

USIM5

R$ 16,54

-1,25%

VALE3

R$ 86,94

-1,44%

VIIA3

R$ 4,25

+6,25%

WEGE3

R$ 30,78

+0,91%

YDUQ3

R$ 19,93

+2,89%

Impactos do Covid-19 sobre o setor automobilístico

tcschool

30 JUL

3 MIN

Impactos do Covid-19 sobre o setor automobilístico

Por: Cássio da Nóbrega Besarria,  Breno da Silva Araújo Pereira, Diego Pitta de Jesus,

Flávio Macaúbas Torres Filho, Rennan Kertlly de Medeiros e Wellington Charles Lacerda Nobrega

Neste texto, iremos analisar os impactos do Covid-19 sobre o setor automobilístico:

  • Evolução da frota de veículos
  • Emplacamentos de veículos no Brasil
  • Análise da frota veicular

Boa leitura!

Leia também:

O mercado automobilístico é responsável por uma importante parcela do dinamismo econômico nos setores industrial e de serviços no Brasil.

No primeiro caso, a produção dos automóveis gera empregos e renda na localidade ao qual está implantada, bem como nas cidades circunvizinhas. No segundo, diversos ramos da cadeia produtiva, de praticamente qualquer produto ou serviço, utiliza de transporte e logística automotiva, que em parte é suprida e operacionalizada por uma frota de veículos ditos “pesados” (os caminhões) na forma de fretes ao setor industrial e por veículos “leves” (motocicletas e automóveis) nos serviços de delivery, táxi, entre outros.

Assim como outros ramos da atividade econômica, os impactos do Covid-19 sobre o setor automobilístico e das medidas tomadas no combate a esta, foram sentidos. De forma geral, houve uma forte redução no emplacamento de veículos novos, um termômetro para as vendas de carros, principalmente nos meses de abril e maio, período inicial das medidas de proteção.

Evolução da frota de veículos

Em junho de 2020, segundo dados do DENATRAN a frota de veículos paraibana atingiu a marca de 1.374.457 veículos, composta por veículos como automóveis, caminhões, motocicletas e outros. Isso representa uma frota 112% maior do que a computada em junho de 2010. Além disso, no mesmo período, o número de motocicletas cresceu 145% na Paraíba.

Diferentemente do restante do país, na Paraíba e no Nordeste as Motocicletas (e veículos similares) possuem a parcela mais representativa na frota de veículos, 45,25% e 44,30% respectivamente. Enquanto isso, as motos representam cerca de 27% dos veículos nos Brasil. No âmbito nacional o tipo de veículo mais comum são os automóveis, representando aproximadamente 54% dos veículos. Porém, na Paraíba e no Nordeste, este percentual é de aproximadamente 40%. O município paraibano com o maior percentual de motocicletas em sua frota é a cidade de Bom Sucesso, com 79,14% da frota municipal sendo composta por motocicletas e similares.

Fonte: Labimec

Emplacamentos de veículos no Brasil

De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o número de emplacamento de veículos no mês de junho deste ano foi de 194.354. Esse valor reflete uma redução de 34,87% em relação a janeiro de 2020. Essa forte redução não tem relação com a sazonalidade do período, pois, quando comparado ao mesmo período do ano anterior (junho de 2019), o número de emplacamentos atual é 44,38% inferior. Dessa forma, a explicação principal da redução passa pela pandemia do coronavírus.

Além disso, o comportamento da série de número de emplacamento de veículos em 2020 é anormal. O gráfico mostra que a partir do mês de março houve uma queda abrupta da série, que coincide com o início da pandemia, chegando ao valor mínimo de 89.692 emplacamentos no mês de abril. Entretanto, o número de emplacamentos voltou a subir em maio e continua em alta até o último valor em junho.

Fonte: Labimec

Análise da frota veicular

Com relação ao mercado de veículos novos na Paraíba para o atual mês de julho (até o momento), a motocicleta POP 110i é líder de vendas, seguida de outra motocicleta, a CG 160. Por outro lado, os modelos de automóveis 0 km mais comercializados para o mesmo período, o ONIX e o SUV T-CROSS são campeões de vendas.

A procura por veículos está diretamente ligada ao crescimento de novos habilitados. Assim, outro destaque é a evolução de condutores paraibanos desde os anos 2000. Por exemplo, o número de habilitados do sexo feminino e masculino cresceu 370% e 170% até 2019, respectivamente. Atualmente, 72% dos condutores são do gênero masculino e 28% do sexo feminino.

Fonte: Labimec

A sua escola como investidor

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.