IBOV

111.910,10 pts

-0,62%

SP500

4.427,78 pts

+2,35%

DJIA

34.700,16 pts

+1,58%

NASDAQ

14.443,47 pts

+3,15%

IFIX

2.769,90 pts

+0,10%

BRENT

US$ 89,80

+1,50%

IO62

¥ 828,00

+7,46%

TRAD3

R$ 4,26

-1,38%

ABEV3

R$ 14,93

-3,05%

AMER3

R$ 31,41

-6,15%

ASAI3

R$ 12,38

-1,35%

AZUL4

R$ 27,05

-1,95%

B3SA3

R$ 14,74

+1,93%

BIDI11

R$ 24,72

-3,88%

BBSE3

R$ 22,68

+1,29%

BRML3

R$ 9,43

+0,31%

BBDC3

R$ 18,60

+1,25%

BBDC4

R$ 22,60

+1,43%

BRAP4

R$ 27,12

+0,44%

BBAS3

R$ 32,49

+0,61%

BRKM5

R$ 50,00

+7,50%

BRFS3

R$ 22,85

-1,08%

BPAC11

R$ 23,46

-2,33%

CRFB3

R$ 16,54

-0,06%

CCRO3

R$ 12,73

-0,15%

CMIG4

R$ 13,03

-0,53%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,28

+6,04%

COGN3

R$ 2,52

-0,39%

CPLE6

R$ 7,11

+1,28%

CSAN3

R$ 23,21

-0,64%

CPFE3

R$ 28,40

+0,35%

CVCB3

R$ 13,65

-1,30%

CYRE3

R$ 17,16

-1,09%

ECOR3

R$ 7,75

-0,64%

ELET3

R$ 35,43

+1,51%

ELET6

R$ 34,63

+1,73%

EMBR3

R$ 19,81

-1,29%

ENBR3

R$ 21,47

+0,51%

ENGI11

R$ 43,03

+0,74%

ENEV3

R$ 12,67

-4,01%

EGIE3

R$ 40,14

+1,08%

EQTL3

R$ 22,65

+1,11%

EZTC3

R$ 21,46

-0,60%

FLRY3

R$ 19,79

+1,07%

GGBR4

R$ 28,07

+0,39%

GOAU4

R$ 11,69

-0,08%

GOLL4

R$ 17,01

-3,40%

NTCO3

R$ 21,50

-6,48%

HAPV3

R$ 12,40

+2,31%

HYPE3

R$ 30,03

+0,20%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 69,50

+1,60%

IRBR3

R$ 3,21

-0,61%

ITSA4

R$ 10,07

+1,00%

ITUB4

R$ 24,79

+1,34%

JBSS3

R$ 36,06

+2,21%

JHSF3

R$ 6,20

+0,64%

KLBN11

R$ 24,82

+0,32%

RENT3

R$ 57,44

-0,57%

LCAM3

R$ 25,62

-0,89%

LWSA3

R$ 9,18

-0,43%

6,56

+0,30%

LREN3

R$ 28,15

+0,78%

MGLU3

R$ 6,71

-7,06%

MRFG3

R$ 22,57

+0,80%

BEEF3

R$ 9,51

-0,84%

MRVE3

R$ 13,27

-1,70%

MULT3

R$ 21,27

-0,14%

PCAR3

R$ 21,64

-0,36%

PETR3

R$ 35,89

-2,97%

PETR4

R$ 32,54

-3,95%

VBBR3

22,72

+0,97%

PRIO3

R$ 23,84

+0,12%

QUAL3

R$ 17,87

+0,45%

RADL3

R$ 22,70

+1,43%

RAIL3

R$ 15,76

-5,40%

SBSP3

R$ 36,50

-1,35%

SANB11

R$ 33,04

-2,27%

CSNA3

R$ 25,67

-1,94%

SULA11

R$ 25,69

+1,22%

SUZB3

R$ 59,30

+1,38%

TAEE11

R$ 37,70

-0,08%

VIVT3

R$ 48,87

+0,34%

TIMS3

R$ 12,99

+1,48%

TOTS3

R$ 27,78

-0,50%

UGPA3

R$ 15,16

+0,26%

USIM5

R$ 16,01

-1,53%

VALE3

R$ 83,66

-0,98%

VIIA3

R$ 4,57

-1,08%

WEGE3

R$ 31,62

-2,40%

YDUQ3

R$ 21,58

+0,27%

IBOV

111.910,10 pts

-0,62%

SP500

4.427,78 pts

+2,35%

DJIA

34.700,16 pts

+1,58%

NASDAQ

14.443,47 pts

+3,15%

IFIX

2.769,90 pts

+0,10%

BRENT

US$ 89,80

+1,50%

IO62

¥ 828,00

+7,46%

TRAD3

R$ 4,26

-1,38%

ABEV3

R$ 14,93

-3,05%

AMER3

R$ 31,41

-6,15%

ASAI3

R$ 12,38

-1,35%

AZUL4

R$ 27,05

-1,95%

B3SA3

R$ 14,74

+1,93%

BIDI11

R$ 24,72

-3,88%

BBSE3

R$ 22,68

+1,29%

BRML3

R$ 9,43

+0,31%

BBDC3

R$ 18,60

+1,25%

BBDC4

R$ 22,60

+1,43%

BRAP4

R$ 27,12

+0,44%

BBAS3

R$ 32,49

+0,61%

BRKM5

R$ 50,00

+7,50%

BRFS3

R$ 22,85

-1,08%

BPAC11

R$ 23,46

-2,33%

CRFB3

R$ 16,54

-0,06%

CCRO3

R$ 12,73

-0,15%

CMIG4

R$ 13,03

-0,53%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,28

+6,04%

COGN3

R$ 2,52

-0,39%

CPLE6

R$ 7,11

+1,28%

CSAN3

R$ 23,21

-0,64%

CPFE3

R$ 28,40

+0,35%

CVCB3

R$ 13,65

-1,30%

CYRE3

R$ 17,16

-1,09%

ECOR3

R$ 7,75

-0,64%

ELET3

R$ 35,43

+1,51%

ELET6

R$ 34,63

+1,73%

EMBR3

R$ 19,81

-1,29%

ENBR3

R$ 21,47

+0,51%

ENGI11

R$ 43,03

+0,74%

ENEV3

R$ 12,67

-4,01%

EGIE3

R$ 40,14

+1,08%

EQTL3

R$ 22,65

+1,11%

EZTC3

R$ 21,46

-0,60%

FLRY3

R$ 19,79

+1,07%

GGBR4

R$ 28,07

+0,39%

GOAU4

R$ 11,69

-0,08%

GOLL4

R$ 17,01

-3,40%

NTCO3

R$ 21,50

-6,48%

HAPV3

R$ 12,40

+2,31%

HYPE3

R$ 30,03

+0,20%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 69,50

+1,60%

IRBR3

R$ 3,21

-0,61%

ITSA4

R$ 10,07

+1,00%

ITUB4

R$ 24,79

+1,34%

JBSS3

R$ 36,06

+2,21%

JHSF3

R$ 6,20

+0,64%

KLBN11

R$ 24,82

+0,32%

RENT3

R$ 57,44

-0,57%

LCAM3

R$ 25,62

-0,89%

LWSA3

R$ 9,18

-0,43%

6,56

+0,30%

LREN3

R$ 28,15

+0,78%

MGLU3

R$ 6,71

-7,06%

MRFG3

R$ 22,57

+0,80%

BEEF3

R$ 9,51

-0,84%

MRVE3

R$ 13,27

-1,70%

MULT3

R$ 21,27

-0,14%

PCAR3

R$ 21,64

-0,36%

PETR3

R$ 35,89

-2,97%

PETR4

R$ 32,54

-3,95%

VBBR3

22,72

+0,97%

PRIO3

R$ 23,84

+0,12%

QUAL3

R$ 17,87

+0,45%

RADL3

R$ 22,70

+1,43%

RAIL3

R$ 15,76

-5,40%

SBSP3

R$ 36,50

-1,35%

SANB11

R$ 33,04

-2,27%

CSNA3

R$ 25,67

-1,94%

SULA11

R$ 25,69

+1,22%

SUZB3

R$ 59,30

+1,38%

TAEE11

R$ 37,70

-0,08%

VIVT3

R$ 48,87

+0,34%

TIMS3

R$ 12,99

+1,48%

TOTS3

R$ 27,78

-0,50%

UGPA3

R$ 15,16

+0,26%

USIM5

R$ 16,01

-1,53%

VALE3

R$ 83,66

-0,98%

VIIA3

R$ 4,57

-1,08%

WEGE3

R$ 31,62

-2,40%

YDUQ3

R$ 21,58

+0,27%

O risco precisa ser adequado ao seu perfil e estilo de vida

O risco precisa ser adequado ao seu perfil e estilo de vida

tcschool

30 MAR

3 MIN

O risco precisa ser adequado ao seu perfil e estilo de vida

Neste texto você entenderá que o risco assumido nos seus investimentos precisa ser adequado não só ao seu perfil como investidor, mas também ao seu estilo de vida.

Então vamos entender este assunto com um contexto lúdico

Boa leitura!

A história de Diones e Igor Silva: risco, perfil e estilo de vida

Diones Silva, 30 anos, é funcionário público concursado. Tem um salário de R$ 7 mil mais benefícios. Plano de saúde e de previdência garantidos.

Diones começou a investir no ano passado e, por se considerar uma pessoa conservadora, não quis correr risco. Dessa forma, Diones dividiu seus investimentos da seguinte maneira:

Na renda fixa, comprou apenas títulos públicos pela segurança que eles lhe proporcionam.

Já Igor Silva, irmão gêmeo de Diones, 30 anos, é dono de uma delicatessen de bairro e consegue um pro-labore de R$ 7 mil por mês.

Igor tem o plano de saúde que contratou para os funcionários da delicatessen e faz uma previdência privada. Ao contrário do seu irmão Diones, considera-se agressivo.

Igor também começou a investir no ano passado e, agressivo que é, dividiu a carteira da seguinte maneira:

  • 80% renda variável e
  • 20% renda fixa.

Na renda variável, Igor buscou algumas empresas consolidadas que pagam dividendos e outras small caps para buscar o crescimento ao longo do tempo.

A alocação dos dois irmãos está correta, considerando o perfil de risco deles?

O que achou da divisão da carteira dos dois? Bem definidas e respeitando os perfis de cada um, não é isso?

Se for seguir à risca o teste que responderam ao abrir uma conta na corretora, sim. Estão fazendo jus ao perfil de cada um. Conservador fica um pouco mais na renda fixa, agressivo fica um pouco mais na renda variável.

Mas será que o perfil deles está correto de acordo com as vidas que têm?

O caso de Diones primeiro: risco, perfil e estilo de vida

Diones é funcionário público. Tem a “garantia” do recebimento do salário pela perpetuidade (a não ser que ocorra algo muito, mas muito grave).

Ele só perderá a renda se o governo quebrar, basicamente. E onde ele tem a maior parte dos investimentos? Em títulos públicos. Onde o risco é exatamente o mesmo de seu salário!

O correto, no caso de Diones, para se proteger, diversificar e potencializar seus ganhos, seria ter um pouco mais de risco. Ele é conservador na vida real, precisaria ser, ao menos, moderado nos investimentos.

Não dá para ter o risco soberano nos dois pontos. Diones poderia, por exemplo, buscar ações ou imóveis. Serve, inclusive, como uma proteção caso o governo do estado dele atrasasse os salários.

Agora o caso de Igor: risco, perfil e estilo de vida

Na vida real, poucas coisas são mais agressivas do que ter um negócio próprio.

Igor já investe em small caps, mas na sua própria.

Como ser também agressivo com os investimentos? É preciso o equilíbrio para se proteger!

Quem tem uma microempresa já está no risco. O que menos precisa é da oscilação também nos investimentos.

Nesse caso, a renda fixa é a diversificação correta para adequar o emprego com os investimentos.

Um adendo final sobre risco nos investimentos: como uma empresa deve investir o excedente de caixa?

Enquanto eu finalizava esse texto, recebi no Twitter uma pergunta sobre procedimento para pessoa jurídica. A questão foi:

Me tira uma dúvida por favor, uma micro/pequena empresa, que tenha caixa ocioso e queira investir em produtos financeiros, deveria seguir o mesmo tipo de estratégia de pessoa física ou existe algum fator extra pra considerar na hora de alocar?

A lógica tem que ser a mesma e, inclusive, com o mesmo raciocínio do conteúdo do texto.

Uma empresa, por definição, é exposta ao risco de maneira agressiva. Ainda mais sendo micro ou pequena. Ao investir o dinheiro ocioso, neste caso, tem que procurar minimizar o risco que já tem por existência.

A procura deve ser por produtos mais conservadores. O rendimento será menor, mas compensará com a segurança que o negócio não tem.

Nada disso é uma regra, apenas um raciocínio lógico para um planejamento financeiro adequado.

Riscos e garantias são calculados e equilibrados. Cada um deve se adaptar e planejar da melhor maneira para o seu próprio cenário.

Assista ao vídeo no canal do Youtube do TradersClub sobre gestão de carteiras:

Raphael Carneiro
Jornalista e investidor
Trabalha com educação e planejamento financeiro. Possui certificação em Gestão de Finanças Pessoais e atua no mercado financeiro brasileiro há cinco anos

A sua escola como investidor

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.