IBOV

108.013,47 pts

+1,26%

SP500

4.552,25 pts

+0,43%

DJIA

35.173,18 pts

+0,41%

NASDAQ

15.129,10 pts

+0,54%

IFIX

2.807,06 pts

+0,17%

BRENT

US$ 88,29

-0,17%

IO62

¥ 736,00

+0,20%

TRAD3

R$ 4,18

-2,10%

ABEV3

R$ 14,54

-0,27%

AMER3

R$ 33,20

+9,89%

ASAI3

R$ 12,03

+0,92%

AZUL4

R$ 25,27

-1,32%

B3SA3

R$ 12,26

-0,40%

BIDI11

R$ 22,50

+8,69%

BBSE3

R$ 20,68

+1,82%

BRML3

R$ 8,73

+4,55%

BBDC3

R$ 17,62

-0,11%

BBDC4

R$ 21,10

-1,26%

BRAP4

R$ 28,71

+3,05%

BBAS3

R$ 31,01

+0,87%

BRKM5

R$ 49,20

+0,14%

BRFS3

R$ 23,71

+1,67%

BPAC11

R$ 19,90

+5,40%

CRFB3

R$ 15,04

+2,94%

CCRO3

R$ 11,34

+0,08%

CMIG4

R$ 12,96

+1,64%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+1,46%

COGN3

R$ 2,20

-2,22%

CPLE6

R$ 6,49

+2,04%

CSAN3

R$ 21,97

+3,09%

CPFE3

R$ 26,67

+1,79%

CVCB3

R$ 11,56

+4,23%

CYRE3

R$ 14,75

+7,58%

ECOR3

R$ 7,29

+1,67%

ELET3

R$ 33,04

+4,22%

ELET6

R$ 32,35

+3,32%

EMBR3

R$ 20,58

-2,78%

ENBR3

R$ 21,64

+2,36%

ENGI11

R$ 41,31

+0,07%

ENEV3

R$ 12,91

+2,86%

EGIE3

R$ 39,33

+1,60%

EQTL3

R$ 22,20

+1,64%

EZTC3

R$ 18,90

+6,41%

FLRY3

R$ 18,13

+1,62%

GGBR4

R$ 29,04

+1,53%

GOAU4

R$ 12,11

+2,45%

GOLL4

R$ 16,45

+0,42%

NTCO3

R$ 20,87

+3,11%

HAPV3

R$ 10,92

+3,80%

HYPE3

R$ 28,42

+1,39%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 63,74

+3,64%

IRBR3

R$ 3,37

+0,59%

ITSA4

R$ 9,62

+0,10%

ITUB4

R$ 23,48

-0,67%

JBSS3

R$ 36,61

+0,02%

JHSF3

R$ 4,95

+1,22%

KLBN11

R$ 25,69

+2,22%

RENT3

R$ 49,85

+0,28%

LCAM3

R$ 22,45

+0,98%

LWSA3

R$ 8,64

+12,64%

LAME4

R$ 6,28

+9,40%

LREN3

R$ 24,85

+5,74%

MGLU3

R$ 6,31

+7,13%

MRFG3

R$ 22,69

+0,30%

BEEF3

R$ 9,87

-1,30%

MRVE3

R$ 11,24

+4,46%

MULT3

R$ 18,75

+2,40%

PCAR3

R$ 19,98

+1,62%

PETR3

R$ 34,25

-0,92%

PETR4

R$ 31,49

-0,47%

VBBR3

20,52

+4,69%

PRIO3

R$ 23,99

+0,29%

QUAL3

R$ 16,64

+3,61%

RADL3

R$ 20,54

-0,19%

RAIL3

R$ 16,73

+2,01%

SBSP3

R$ 35,69

+2,38%

SANB11

R$ 31,52

+0,19%

CSNA3

R$ 26,47

+2,63%

SULA11

R$ 23,77

+5,45%

SUZB3

R$ 61,85

-1,59%

TAEE11

R$ 36,81

+1,74%

VIVT3

R$ 48,69

+2,26%

TIMS3

R$ 12,99

+2,20%

TOTS3

R$ 25,30

+4,67%

UGPA3

R$ 13,23

+3,19%

USIM5

R$ 16,75

+1,26%

VALE3

R$ 88,21

+2,20%

VIIA3

R$ 4,00

+6,66%

WEGE3

R$ 30,50

-0,13%

YDUQ3

R$ 19,37

-1,32%

IBOV

108.013,47 pts

+1,26%

SP500

4.552,25 pts

+0,43%

DJIA

35.173,18 pts

+0,41%

NASDAQ

15.129,10 pts

+0,54%

IFIX

2.807,06 pts

+0,17%

BRENT

US$ 88,29

-0,17%

IO62

¥ 736,00

+0,20%

TRAD3

R$ 4,18

-2,10%

ABEV3

R$ 14,54

-0,27%

AMER3

R$ 33,20

+9,89%

ASAI3

R$ 12,03

+0,92%

AZUL4

R$ 25,27

-1,32%

B3SA3

R$ 12,26

-0,40%

BIDI11

R$ 22,50

+8,69%

BBSE3

R$ 20,68

+1,82%

BRML3

R$ 8,73

+4,55%

BBDC3

R$ 17,62

-0,11%

BBDC4

R$ 21,10

-1,26%

BRAP4

R$ 28,71

+3,05%

BBAS3

R$ 31,01

+0,87%

BRKM5

R$ 49,20

+0,14%

BRFS3

R$ 23,71

+1,67%

BPAC11

R$ 19,90

+5,40%

CRFB3

R$ 15,04

+2,94%

CCRO3

R$ 11,34

+0,08%

CMIG4

R$ 12,96

+1,64%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+1,46%

COGN3

R$ 2,20

-2,22%

CPLE6

R$ 6,49

+2,04%

CSAN3

R$ 21,97

+3,09%

CPFE3

R$ 26,67

+1,79%

CVCB3

R$ 11,56

+4,23%

CYRE3

R$ 14,75

+7,58%

ECOR3

R$ 7,29

+1,67%

ELET3

R$ 33,04

+4,22%

ELET6

R$ 32,35

+3,32%

EMBR3

R$ 20,58

-2,78%

ENBR3

R$ 21,64

+2,36%

ENGI11

R$ 41,31

+0,07%

ENEV3

R$ 12,91

+2,86%

EGIE3

R$ 39,33

+1,60%

EQTL3

R$ 22,20

+1,64%

EZTC3

R$ 18,90

+6,41%

FLRY3

R$ 18,13

+1,62%

GGBR4

R$ 29,04

+1,53%

GOAU4

R$ 12,11

+2,45%

GOLL4

R$ 16,45

+0,42%

NTCO3

R$ 20,87

+3,11%

HAPV3

R$ 10,92

+3,80%

HYPE3

R$ 28,42

+1,39%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 63,74

+3,64%

IRBR3

R$ 3,37

+0,59%

ITSA4

R$ 9,62

+0,10%

ITUB4

R$ 23,48

-0,67%

JBSS3

R$ 36,61

+0,02%

JHSF3

R$ 4,95

+1,22%

KLBN11

R$ 25,69

+2,22%

RENT3

R$ 49,85

+0,28%

LCAM3

R$ 22,45

+0,98%

LWSA3

R$ 8,64

+12,64%

LAME4

R$ 6,28

+9,40%

LREN3

R$ 24,85

+5,74%

MGLU3

R$ 6,31

+7,13%

MRFG3

R$ 22,69

+0,30%

BEEF3

R$ 9,87

-1,30%

MRVE3

R$ 11,24

+4,46%

MULT3

R$ 18,75

+2,40%

PCAR3

R$ 19,98

+1,62%

PETR3

R$ 34,25

-0,92%

PETR4

R$ 31,49

-0,47%

VBBR3

20,52

+4,69%

PRIO3

R$ 23,99

+0,29%

QUAL3

R$ 16,64

+3,61%

RADL3

R$ 20,54

-0,19%

RAIL3

R$ 16,73

+2,01%

SBSP3

R$ 35,69

+2,38%

SANB11

R$ 31,52

+0,19%

CSNA3

R$ 26,47

+2,63%

SULA11

R$ 23,77

+5,45%

SUZB3

R$ 61,85

-1,59%

TAEE11

R$ 36,81

+1,74%

VIVT3

R$ 48,69

+2,26%

TIMS3

R$ 12,99

+2,20%

TOTS3

R$ 25,30

+4,67%

UGPA3

R$ 13,23

+3,19%

USIM5

R$ 16,75

+1,26%

VALE3

R$ 88,21

+2,20%

VIIA3

R$ 4,00

+6,66%

WEGE3

R$ 30,50

-0,13%

YDUQ3

R$ 19,37

-1,32%

Política Monetária: entenda o que é e como funciona

tcschool

24 SET

4 MIN

Política Monetária: entenda o que é e como funciona

Certamente você já ouviu no noticiário sobre a decisão do Banco Central para a taxa básica de juros da economia brasileira, conhecida como Selic. Afinal, você sabia que essa decisão está totalmente relacionada aos investimentos? Para responder essa pergunta, neste texto será abordada a importância da política monetária e como ela impacta nos investimentos, falando dos seguintes tópicos:

  • Política monetária: o que é?
  • Instrumentos de controle monetário
  • Política monetária e investimentos: entenda essa relação

Boa leitura!

funcionamento da política monetária

Leia mais sobre economia para investidores:

Política monetária: o que é?

A política monetária ocorre em torno do controle da quantidade de moeda em um país, sendo comumente executada pelo Banco Central. Assim, a instituição tem o objetivo de administrar o volume de moeda e de crédito e, consequentemente, a estrutura da taxa de juros e seus efeitos na produção, no emprego, nos preços e nas transações internacionais. Dessa forma, sua atuação ocorre nos meios de pagamento, nos títulos públicos – emitidos pelo governo federal – e por meio da taxa de juros.

Em outras palavras, as políticas monetárias são ações do governo para intervir na economia e garantir seu bom funcionamento em prol do desenvolvimento econômico. Assim, por meio do Banco Central, instrumentos de controle monetário são utilizados com objetivos de políticas expansionistas e contracionistas, detalhadas a seguir:

Políticas monetárias expansionistas: ocorrem quando o objetivo é elevar a liquidez da economia, através de um maior volume de recursos no mercado, o que, por consequência, eleva a oferta de moeda, de forma que haja um aumento do consumo e dos investimentos através da diminuição da taxa de juros.

Políticas monetárias contracionista: ocorrem quando há diminuição da oferta de moeda na economia, através do aumento dos juros. Essa política é adotada quando o consumo e os investimentos estão acima da capacidade de oferta de moeda e pressões inflacionárias começam a ser observadas.

Instrumentos de Controle Monetário

Antes de tudo, é importante saber que o Banco Central brasileiro é uma autarquia federal ligada ao Ministério da Economia e tem como função gerir a política monetária, além de regular e supervisionar o mercado financeiro. Assim, o Banco Central busca realizar a política monetária utilizando os seguintes instrumentos de controle monetário:

  • operações de mercado aberto (open market);
  • políticas de redesconto bancário;
  • recolhimento de compulsórios.

Open market

Neste contexto, as operações de open market ocorrem por meio da compra e venda de títulos atrelados à dívida pública para os bancos comerciais e demais instituições financeiras. Assim, quando o Banco Central pretende realizar uma política expansionista, haverá a intervenção no mercado adquirindo títulos. Ou seja, resgatando títulos públicos que estão em poder dos agentes econômicos e inserindo mais moeda em circulação. De forma contrária, quando o objetivo é diminuir a liquidez da economia, o Banco Central irá promover a venda desses títulos, caracterizando assim a uma política contracionista.

Políticas de redesconto

Já as políticas de redesconto servem como um estímulo ao aumento ou uma restrição da oferta de crédito e são realizadas entre o Banco Central e as instituições financeiras por meio de empréstimos cobrados por uma taxa conhecida como taxa de redesconto. Neste contexto, caso seja cobrada uma taxa de redesconto menor do que a praticada no mercado, as instituições financeiras são incentivadas a aumentar o crédito na economia. O contrário também é válido, quando a taxa de redesconto é maior do que a praticada no mercado, as instituições financeiras reduzem a oferta de crédito. Além disso, conforme destaca Assaf Neto (2018), o instrumento de redesconto bancário é também utilizado para incentivar a atividade econômica, principalmente na oferta de empréstimos de longo prazo para setores estratégicos da economia.

Recolhimento compulsório

Por fim, o recolhimento compulsório incide nos depósitos, seja à vista ou nos diferentes depósitos a prazo e na poupança, captados pelos bancos. Esse instrumento afeta diretamente o volume de dinheiro na economia e pode ser caracterizado como de alta eficácia na condução da política monetária. Assim, quando o Banco Central determina um compulsório alto em relação aos depósitos bancários, quer dizer que a oferta de crédito será menor, aumentando o custo do crédito. Por outro lado, com um compulsório menor, a oferta de crédito praticada pelos bancos será maior, diminuindo o custo do crédito e estimulando a atividade econômica, dado que haverá um aumento da demanda agregada.

Política monetária e investimentos: entenda essa relação

Por fim, a condução da política monetária interfere diretamente nos seus investimentos e um exemplo bem recente foi o aumento da liquidez pelos Bancos Centrais frente à pandemia, a qual impactou no mercado acionário positivamente. Contudo, como já colocado acima, o objetivo da política monetária é garantir o bom funcionamento da economia, e exemplos como esse são exceções frente à um evento nada comum.

Dessa forma, em um cenário em que a tendência é de queda da taxa de juros, produtos de renda fixa se tornam menos atrativos quando o assunto é rentabilidade. Assim como há uma correlação negativa entre taxa de juros e mercado acionário, ou seja, quanto menor a taxa maior o valor presente dos investimentos, isso impulsiona o mercado de renda variável. Por outro lado, em momentos de aumento da taxa, produtos atrelados à mesma se tornam melhores alternativas no âmbito risco x retorno.

Por fim, tão importante quanto saber sobre política monetária, conhecer os tipos de investimentos, suas características e riscos é fundamental para a construção da sua carteira de ativos, atrelada aos seus objetivos como investidor!

Referências

ASSAF NETO, A. Mercado financeiro. 14. ed. São Paulo: Atlas, 2018.

BCB – Banco Central do Brasil. Acesso à informação. Disponível em: https://www.bcb.gov.br/acessoinformacao.

Fernanda Mansano
Fernanda Mansano
Economista
Fundadora do projeto Economia para Investidores.

A sua escola como investidor

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.