Calculadora do Cidadão: o que é e como funciona

Calculadora do Cidadão: o que é e como funciona

tcschool

30 NOV

4 MIN

Calculadora do Cidadão: o que é e como funciona

A Calculadora do Cidadão é uma ferramenta criada pelo Banco Central.

Vamos entender o que é a calculadora do cidadão do Banco Central e como funciona?

Você certamente já passou por apertos na hora de simular uma conta ou correção de valores. Talvez gastou tempo ao fazer a simulação de um financiamento ou um investimento.

E pior, já ficou sem saber se os cálculos realmente estavam certos? Poderia dizer que seus problemas acabaram e oferecer um produto das Organizações Tabajara, mas não vou fazer essa maldade. Entretanto, posso inferir que seus problemas, de fato, acabaram.

Se você ainda não conhece, corre para conhecer a Calculadora do Cidadão, um produto do Banco Central que está disponível para todos os brasileiros. Hoje você vai entender como pode usá-la.

Neste texto, você vai encontrar:

  • O que é a Calculadora do Cidadão (Banco Central)
  • Possibilidades
  • Correção de valores
  • Financiamento com prestações fixas
  • Aplicação com depósitos regulares
  • Valor futuro de um capital

Boa leitura!

calculadora do cidadão

Calculadora do Cidadão

O que é a calculadora do cidadão

A Calculadora do Cidadão está disponibilizada no site do Banco Central de maneira gratuita.

Qualquer pessoa pode fazer o teste e as simulações. Além disso, a Calculadora do Cidadão também está disponível nas lojas de aplicativos para Android e iOS. A ideia é permitir e facilitar contas com juros compostos. (baixe no final do artigo)

Nesse sentido, para fazer as simulações só é preciso adicionar as taxas e valores correspondentes. Inclusive, os conceitos financeiros são explicados para que o acesso seja ainda mais democrático. Mas há um detalhe importante a se observar.

A Calculadora do Cidadão não considera taxas, custos, impostos etc. Sejam eles da instituição financeira onde será realizada a operação, sejam eles de outras fontes. Por isso, é importante ter essa noção para não fazer confusão com os números.

Use-a para ter noção e conhecimento como uma base para decisão, mas saiba que outros custos devem ser levados em consideração.

calculadora correção de valores

Figura 1: Site do Banco Central do Brasil

Calculadora do Cidadão

Possibilidades

Com a Calculadora do Cidadão é possível calcular:

  • Correção de valores
  • Financiamento com prestações fixas
  • Aplicações com depósitos regulares
  • Valor futuro de capital.

Vamos lá entender melhor como funciona cada um deles?

Correção de valores

calculadora do cidadão

Figura 2: Site do Banco Central do Brasil

Neste campo é possível simular a atualização pela Taxa Referencial, Índice de Preços (IGPM e IPCA, por exemplo), Caderneta de Poupança, Selic e CDI. Sendo assim, tem uma utilidade importante para que você saiba o valor corrigido ao longo do tempo.

Calculadora – Inflação

Por exemplo, quanto seriam R$ 100 de 1995 corrigidos pela inflação? Para ter o resultado, baste inserir os dados nos campos respectivos.

correção de valores

Figura 3: Site do Banco Central do Brasil

calcular IPCA

Figura 4: Site do Banco Central do Brasil

Financiamento com prestações fixas

Outra utilidade interessante da Calculadora do Cidadão é a de avaliar o financiamento com prestações fixas.

Nele dá para, por exemplo, descobrir a taxa de juros de determinada compra. Para imóveis, corresponde exatamente aos financiamentos da Tabela Price, o sistema francês de amortização.

A lógica do uso é a mesma. Basta inserir os dados na calculadora do cidadão que o resultado é fornecido. O que pode ser encontrado?

  • Valor total do pagamento
  • Prestação
  • Taxa de juros
  • Quantidade de parcelas
calculadora do cidadão

Figura 5: Site do Banco Central do Brasil

Os dois pontos acima talvez sejam os usos mais diferenciados da Calculadora do Cidadão. Mas é possível utilizá-la para mais duas opções, estas com uma variedade maior de alternativas.

São: aplicação com depósitos regulares e valor futuro de um capital. Nesse sentido, nos dois casos, até mesmo sites de corretoras podem fazer essas simulações. Mas vamos as possibilidades.

Aplicação com depósitos regulares

Nesta seção da Calculadora do Cidadão, é possível calcular o rendimento de uma aplicação financeira ao longo do tempo.

Como o nome diz, é utilizada para quando houver depósito constante.

Os itens necessários para o cálculo são pelo menos três destes:

  • Número de meses
  • Taxa mensal de juros
  • Valor do depósito regular ou
  • Valor obtido ao final.

Figura 6: Site do Banco Central do Brasil

Valor futuro de um capital

Neste caso, você tem como projetar o valor de um capital que invista na data de hoje. Da mesma forma que o item anterior, é preciso informar ao menos três dos campos pedidos no aplicativo da Calculadora do Cidadão. São eles:

  • Número de meses
  • Taxa mensal de juros
  • Capital atual ou
  • Valor obtido ao final
calculadora banco central

Figura 7: Site do Banco Central do Brasil

Acesse agora mesmo o site BC do Brasil e comece já utilizar os serviços do aplicativo que simula operações do cotidiano.

Portanto, agora que você conhece a Calculadora do Cidadão, utilize-a a seu favor. Confira também outros textos sobre educação financeira disponíveis no TC School.

Raphael Carneiro
Raphael Carneiro
Jornalista e planejador financeiro
Certificação CFP (Certified Financial Planner) concedida pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros.

A sua escola como investidor

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.