IBOV

109.345,35 pts

+1,23%

SP500

4.591,07 pts

+1,29%

DJIA

35.418,01 pts

+1,11%

NASDAQ

15.302,00 pts

+1,69%

IFIX

2.808,41 pts

+0,04%

BRENT

US$ 88,89

+0,51%

IO62

¥ 752,50

+1,83%

TRAD3

R$ 4,52

+8,13%

ABEV3

R$ 14,57

+0,20%

AMER3

R$ 33,91

+2,13%

ASAI3

R$ 12,11

+0,66%

AZUL4

R$ 26,37

+4,35%

B3SA3

R$ 12,80

+4,40%

BIDI11

R$ 25,22

+12,08%

BBSE3

R$ 20,46

-1,06%

BRML3

R$ 8,94

+2,40%

BBDC3

R$ 17,55

-0,39%

BBDC4

R$ 21,06

-0,19%

BRAP4

R$ 28,56

-0,52%

BBAS3

R$ 31,44

+1,38%

BRKM5

R$ 49,59

+0,79%

BRFS3

R$ 23,86

+0,63%

BPAC11

R$ 21,37

+7,38%

CRFB3

R$ 14,75

-1,92%

CCRO3

R$ 11,74

+3,52%

CMIG4

R$ 12,97

+0,07%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,12

+1,92%

COGN3

R$ 2,33

+5,90%

CPLE6

R$ 6,62

+2,00%

CSAN3

R$ 22,55

+2,64%

CPFE3

R$ 27,18

+1,91%

CVCB3

R$ 12,38

+7,09%

CYRE3

R$ 15,15

+2,71%

ECOR3

R$ 7,56

+3,70%

ELET3

R$ 33,42

+1,14%

ELET6

R$ 32,90

+1,70%

EMBR3

R$ 21,37

+3,83%

ENBR3

R$ 21,52

-0,55%

ENGI11

R$ 40,84

-1,13%

ENEV3

R$ 13,19

+2,16%

EGIE3

R$ 39,31

-0,05%

EQTL3

R$ 22,42

+0,99%

EZTC3

R$ 20,04

+6,03%

FLRY3

R$ 18,18

+0,27%

GGBR4

R$ 29,05

+0,03%

GOAU4

R$ 12,10

-0,08%

GOLL4

R$ 16,91

+2,79%

NTCO3

R$ 22,24

+6,56%

HAPV3

R$ 11,41

+4,48%

HYPE3

R$ 29,01

+2,07%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,98

+3,51%

IRBR3

R$ 3,48

+3,26%

ITSA4

R$ 9,61

-0,10%

ITUB4

R$ 23,30

-0,76%

JBSS3

R$ 36,43

-0,49%

JHSF3

R$ 5,25

+6,06%

KLBN11

R$ 25,66

-0,11%

RENT3

R$ 53,46

+7,24%

LCAM3

R$ 23,92

+6,54%

LWSA3

R$ 8,61

-0,34%

LAME4

R$ 6,39

+1,75%

LREN3

R$ 26,13

+5,15%

MGLU3

R$ 6,61

+4,75%

MRFG3

R$ 22,54

-0,66%

BEEF3

R$ 9,84

-0,30%

MRVE3

R$ 11,96

+6,40%

MULT3

R$ 19,61

+4,58%

PCAR3

R$ 20,23

+1,25%

PETR3

R$ 34,64

+1,13%

PETR4

R$ 31,74

+0,79%

VBBR3

21,08

+2,72%

PRIO3

R$ 24,11

+0,50%

QUAL3

R$ 16,82

+1,08%

RADL3

R$ 20,73

+0,92%

RAIL3

R$ 17,20

+2,80%

SBSP3

R$ 36,07

+1,06%

SANB11

R$ 31,22

-0,95%

CSNA3

R$ 26,92

+1,70%

SULA11

R$ 23,95

+0,75%

SUZB3

R$ 60,93

-1,48%

TAEE11

R$ 37,66

+2,30%

VIVT3

R$ 48,71

+0,04%

TIMS3

R$ 12,95

-0,30%

TOTS3

R$ 26,60

+5,13%

UGPA3

R$ 13,61

+2,87%

USIM5

R$ 16,81

+0,35%

VALE3

R$ 87,75

-0,52%

VIIA3

R$ 4,25

+6,25%

WEGE3

R$ 30,71

+0,68%

YDUQ3

R$ 20,25

+4,54%

IBOV

109.345,35 pts

+1,23%

SP500

4.591,07 pts

+1,29%

DJIA

35.418,01 pts

+1,11%

NASDAQ

15.302,00 pts

+1,69%

IFIX

2.808,41 pts

+0,04%

BRENT

US$ 88,89

+0,51%

IO62

¥ 752,50

+1,83%

TRAD3

R$ 4,52

+8,13%

ABEV3

R$ 14,57

+0,20%

AMER3

R$ 33,91

+2,13%

ASAI3

R$ 12,11

+0,66%

AZUL4

R$ 26,37

+4,35%

B3SA3

R$ 12,80

+4,40%

BIDI11

R$ 25,22

+12,08%

BBSE3

R$ 20,46

-1,06%

BRML3

R$ 8,94

+2,40%

BBDC3

R$ 17,55

-0,39%

BBDC4

R$ 21,06

-0,19%

BRAP4

R$ 28,56

-0,52%

BBAS3

R$ 31,44

+1,38%

BRKM5

R$ 49,59

+0,79%

BRFS3

R$ 23,86

+0,63%

BPAC11

R$ 21,37

+7,38%

CRFB3

R$ 14,75

-1,92%

CCRO3

R$ 11,74

+3,52%

CMIG4

R$ 12,97

+0,07%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,12

+1,92%

COGN3

R$ 2,33

+5,90%

CPLE6

R$ 6,62

+2,00%

CSAN3

R$ 22,55

+2,64%

CPFE3

R$ 27,18

+1,91%

CVCB3

R$ 12,38

+7,09%

CYRE3

R$ 15,15

+2,71%

ECOR3

R$ 7,56

+3,70%

ELET3

R$ 33,42

+1,14%

ELET6

R$ 32,90

+1,70%

EMBR3

R$ 21,37

+3,83%

ENBR3

R$ 21,52

-0,55%

ENGI11

R$ 40,84

-1,13%

ENEV3

R$ 13,19

+2,16%

EGIE3

R$ 39,31

-0,05%

EQTL3

R$ 22,42

+0,99%

EZTC3

R$ 20,04

+6,03%

FLRY3

R$ 18,18

+0,27%

GGBR4

R$ 29,05

+0,03%

GOAU4

R$ 12,10

-0,08%

GOLL4

R$ 16,91

+2,79%

NTCO3

R$ 22,24

+6,56%

HAPV3

R$ 11,41

+4,48%

HYPE3

R$ 29,01

+2,07%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,98

+3,51%

IRBR3

R$ 3,48

+3,26%

ITSA4

R$ 9,61

-0,10%

ITUB4

R$ 23,30

-0,76%

JBSS3

R$ 36,43

-0,49%

JHSF3

R$ 5,25

+6,06%

KLBN11

R$ 25,66

-0,11%

RENT3

R$ 53,46

+7,24%

LCAM3

R$ 23,92

+6,54%

LWSA3

R$ 8,61

-0,34%

LAME4

R$ 6,39

+1,75%

LREN3

R$ 26,13

+5,15%

MGLU3

R$ 6,61

+4,75%

MRFG3

R$ 22,54

-0,66%

BEEF3

R$ 9,84

-0,30%

MRVE3

R$ 11,96

+6,40%

MULT3

R$ 19,61

+4,58%

PCAR3

R$ 20,23

+1,25%

PETR3

R$ 34,64

+1,13%

PETR4

R$ 31,74

+0,79%

VBBR3

21,08

+2,72%

PRIO3

R$ 24,11

+0,50%

QUAL3

R$ 16,82

+1,08%

RADL3

R$ 20,73

+0,92%

RAIL3

R$ 17,20

+2,80%

SBSP3

R$ 36,07

+1,06%

SANB11

R$ 31,22

-0,95%

CSNA3

R$ 26,92

+1,70%

SULA11

R$ 23,95

+0,75%

SUZB3

R$ 60,93

-1,48%

TAEE11

R$ 37,66

+2,30%

VIVT3

R$ 48,71

+0,04%

TIMS3

R$ 12,95

-0,30%

TOTS3

R$ 26,60

+5,13%

UGPA3

R$ 13,61

+2,87%

USIM5

R$ 16,81

+0,35%

VALE3

R$ 87,75

-0,52%

VIIA3

R$ 4,25

+6,25%

WEGE3

R$ 30,71

+0,68%

YDUQ3

R$ 20,25

+4,54%

Brasil Foods (BRFS3)

BRFS3

Brasil Foods (BRFS3)

A BRF S.A. (BRFS3) é uma sociedade anônima aberta e uma das maiores empresas de alimentos do mundo com portfólio contendo diversas marcas e produtos comercializados em mais de 140 países. A companhia é produtora mundial de proteína animal in natura e congelados. É proprietária de marcas famosas como Sadia, Perdigão, Qualy, Perdix, Confidence e Hilal.

Nesse texto, buscaremos compreender melhor a empresa Brasil Foods (BRFS3) elencando os seguintes pontos:

  1. O que faz Brasil Foods (BRFS3);
  2. Modelo de negócio da BRF (BRFS3)
  3. Governança corporativa Brasil Foods (BRFS3);
  4. Sustentabilidade;
  5. Gráfico das ações BRFS3 na Bolsa de valores; e
  6. Como analisar empresa.

O que faz Brasil Foods (BRFS3)

A história da BR Foods tem início em 1934 com a fundação da Ponzoni, Brandalise & Cia por duas famílias de imigrantes italianos. As atividades da pequena fábrica eram concentradas em alimentos e produtos correlatos. Com o tempo, a empresa começou a expandir o seu negócio também para o setor de processamento de carne suína e aves.

Em 1958, o nome da empresa é alterado para Perdigão S.A., e a partir dos anos 70 a empresa expande suas atividades entrando em mercados internacionais. No ano de 2009, a companhia celebra acordo com a Sadia S.A. para estabelecer os termos da combinação de negócios, resultando na alteração do estatuto social e a sua denominação social de Perdigão S.A. para BRF − Brasil Foods SA.

A fusão das empresas deu origem a um dos maiores complexos agroindustriais do mundo e uma das maiores companhias de alimentos do planeta. 

Modelo de negócio da BRF (BRFS3)

A Brasil Foods S.A. (BRFS3) tem diversas plantas industriais no Brasil e no exterior, com vários centros de distribuição em diversas cidades do mundo. Contudo, as marcas mais valiosas da empresa atuam no território brasileiro atendendo toda a população brasileira.

A BRF vende seus produtos diretamente para supermercados, atacadistas, lojas de varejo, estabelecimentos de food service e outros compradores institucionais. Também comercializa e desenvolve ingredientes de nutrição animal, nutrição humana, nutrição de plantas e produtos agropecuários. 

A companhia atua na criação, produção e abate de aves e suínos, produz alimentos processados como frango carnes, produtos à base de presunto, mortadela, salsichas, margarinas, doces especiais, sanduíches, ração para animais entre outros diversos produtos.

Um portfólio bastante diversificado com produtos de elevado valor agregado e marcas fortes, estimulando a fidelidade de seus clientes. No mercado Internacional a BRF atua na África, Ásia, Europa/Eurásia e Américas. A Sadia S.A. é uma marca líder no Oriente Médio e é a marca top of mind na categoria de carne congelada, atendendo clientes em mais de 130 países.

Governança corporativa Brasil Foods (BRFS3)

O modelo de gestão adotado pela BRF (BRFS3) em sua atuação global adequar processos e produtos aos diferentes perfis e hábitos dos consumidores, respeitando as tradições culturais dos locais onde a companhia atua. A BRF está dividida nos seguintes grupos de gestão:

Conselho de gestão

Em linha com as melhores práticas de governança, o presidente do Conselho de administração não exerce funções executivas. Definidas no Estatuto Social, as qualificações para integrar o Conselho de administração incluem aspectos como: ter reputação ilibada, não ocupar cargos em concorrentes ou representar interesses conflitantes. Tanto os membros do Conselho como dos Comitês e da Diretoria-executiva possuem uma ferramenta de avaliação formal do desempenho individual, incluindo avaliação 360º e abordagem de questões ligadas à sustentabilidade.

Comitês

São mantidos comitês de assessoramento do Conselho de Administração desde 2006, que são constituídos por integrantes do próprio conselho. Em reunião realizada a 28 de abril de 2015, aprovou a indicação dos membros regulares dos Comitês de Assessoramento ao Conselho de Administração, quais sejam: Estratégia, M&As e Mercados; Finanças, Governança e Sustentabilidade; Pessoas, Organização e Cultura.

Conselho fiscal

Constituído por três membros, sendo um deles especialista financeiro. Reúne-se mensalmente e, quando necessário, participa de reuniões com o Conselho de Administração.

Diretoria executiva

Responsável pela gestão dos negócios em total acordo com as diretrizes estratégicas definidas pelos executivos e aprovadas pelo Conselho de Administração.

diretoria BRf Brasil Foods
Conselho BRf Brasil Foods

Gráfico das ações BRFS3 na Bolsa de valores

É possível perceber no gráfico de cotação das ações BRFS3 na Bovespa que a empresa teve crescimento constante desde 2010 até 2015, passando por período de queda no preço do ativo até início de 2018. A partir de 2019 os papéis recuperaram parte das perdas dos anos anteriores.

evolução da BRf Brasil Foods na bolsa de valores

Como analisar a Brasil Foods (BRFS3)

Receitas

As receita da BRF (BRFS3) são oriundas da venda dos produtos produzidos pela companhia.

receita trimestral da brf foods

Custos

Os custos são, em essência, o custo da mercadoria vendida, logística, armazenagem e manutenção das fábricas. 

Ativos

A maior parte do ativo da BRF (BRFS3) está concentrada no ativo não circulante, sendo a sua maioria nas contas ativo imobilizado e ativo realizável a longo prazo.

receita da brf foods

Passivos

Os passivos da empresa estão mais concentrados no curto prazo. Sendo sua maior parte as contas: fornecedores, empréstimos e outras obrigações. 

passivos da brf foods no matrix
Para mais informações sobre empresas da bolsa acesse gratuitamente o TC Matrix. Com ele, você pode fazer análises relacionadas ao crescimento de receita, dívidas ativas, balanço patrimonial, gráficos, cotação das ações e muito mais para garantir que seu investimento tenha alta rentabilidade.

Lorem ipsum dolor sit amet

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

E-BOOK

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

Neste e-book — "Tudo o que você precisa saber sobre IPOs", trazemos todas as informações que você precisa saber para entender sobre a abertura de capital de uma empresa no mercado financeiro.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.