IBOV

109.404,79 pts

+1,28%

SP500

4.590,57 pts

+1,28%

DJIA

35.416,01 pts

+1,11%

NASDAQ

15.310,00 pts

+1,75%

IFIX

2.808,98 pts

+0,06%

BRENT

US$ 88,70

+0,28%

IO62

¥ 752,50

+1,83%

TRAD3

R$ 4,44

+6,22%

ABEV3

R$ 14,55

+0,06%

AMER3

R$ 33,73

+1,59%

ASAI3

R$ 12,14

+0,91%

AZUL4

R$ 26,32

+4,15%

B3SA3

R$ 12,59

+2,69%

BIDI11

R$ 25,51

+13,37%

BBSE3

R$ 20,45

-1,11%

BRML3

R$ 8,89

+1,83%

BBDC3

R$ 17,61

-0,05%

BBDC4

R$ 21,09

-0,04%

BRAP4

R$ 28,57

-0,48%

BBAS3

R$ 31,36

+1,12%

BRKM5

R$ 49,52

+0,65%

BRFS3

R$ 23,84

+0,54%

BPAC11

R$ 21,42

+7,63%

CRFB3

R$ 14,84

-1,33%

CCRO3

R$ 11,65

+2,73%

CMIG4

R$ 12,98

+0,15%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,13

+2,40%

COGN3

R$ 2,34

+6,36%

CPLE6

R$ 6,60

+1,69%

CSAN3

R$ 22,50

+2,41%

CPFE3

R$ 27,10

+1,61%

CVCB3

R$ 12,37

+7,00%

CYRE3

R$ 15,18

+2,91%

ECOR3

R$ 7,56

+3,70%

ELET3

R$ 33,43

+1,18%

ELET6

R$ 32,88

+1,63%

EMBR3

R$ 21,31

+3,54%

ENBR3

R$ 21,61

-0,13%

ENGI11

R$ 40,85

-1,11%

ENEV3

R$ 13,14

+1,78%

EGIE3

R$ 39,34

+0,02%

EQTL3

R$ 22,47

+1,21%

EZTC3

R$ 19,91

+5,34%

FLRY3

R$ 18,19

+0,33%

GGBR4

R$ 29,20

+0,55%

GOAU4

R$ 12,14

+0,24%

GOLL4

R$ 16,90

+2,73%

NTCO3

R$ 22,34

+7,04%

HAPV3

R$ 11,39

+4,30%

HYPE3

R$ 29,07

+2,28%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,92

+3,42%

IRBR3

R$ 3,47

+2,96%

ITSA4

R$ 9,65

+0,31%

ITUB4

R$ 23,47

-0,04%

JBSS3

R$ 36,47

-0,38%

JHSF3

R$ 5,24

+5,85%

KLBN11

R$ 25,55

-0,54%

RENT3

R$ 52,99

+6,29%

LCAM3

R$ 23,75

+5,79%

LWSA3

R$ 8,68

+0,46%

LAME4

R$ 6,35

+1,11%

LREN3

R$ 26,08

+4,95%

MGLU3

R$ 6,68

+5,86%

MRFG3

R$ 22,65

-0,17%

BEEF3

R$ 9,82

-0,50%

MRVE3

R$ 11,93

+6,13%

MULT3

R$ 19,68

+4,96%

PCAR3

R$ 20,25

+1,35%

PETR3

R$ 34,58

+0,96%

PETR4

R$ 31,76

+0,85%

VBBR3

20,97

+2,19%

PRIO3

R$ 24,21

+0,91%

QUAL3

R$ 16,89

+1,50%

RADL3

R$ 20,89

+1,70%

RAIL3

R$ 17,20

+2,80%

SBSP3

R$ 36,09

+1,12%

SANB11

R$ 31,44

-0,25%

CSNA3

R$ 26,97

+1,88%

SULA11

R$ 23,98

+0,88%

SUZB3

R$ 60,84

-1,63%

TAEE11

R$ 37,67

+2,33%

VIVT3

R$ 48,80

+0,22%

TIMS3

R$ 13,01

+0,15%

TOTS3

R$ 26,44

+4,50%

UGPA3

R$ 13,48

+1,89%

USIM5

R$ 16,76

+0,06%

VALE3

R$ 87,83

-0,43%

VIIA3

R$ 4,25

+6,25%

WEGE3

R$ 30,78

+0,91%

YDUQ3

R$ 20,47

+5,67%

IBOV

109.404,79 pts

+1,28%

SP500

4.590,57 pts

+1,28%

DJIA

35.416,01 pts

+1,11%

NASDAQ

15.310,00 pts

+1,75%

IFIX

2.808,98 pts

+0,06%

BRENT

US$ 88,70

+0,28%

IO62

¥ 752,50

+1,83%

TRAD3

R$ 4,44

+6,22%

ABEV3

R$ 14,55

+0,06%

AMER3

R$ 33,73

+1,59%

ASAI3

R$ 12,14

+0,91%

AZUL4

R$ 26,32

+4,15%

B3SA3

R$ 12,59

+2,69%

BIDI11

R$ 25,51

+13,37%

BBSE3

R$ 20,45

-1,11%

BRML3

R$ 8,89

+1,83%

BBDC3

R$ 17,61

-0,05%

BBDC4

R$ 21,09

-0,04%

BRAP4

R$ 28,57

-0,48%

BBAS3

R$ 31,36

+1,12%

BRKM5

R$ 49,52

+0,65%

BRFS3

R$ 23,84

+0,54%

BPAC11

R$ 21,42

+7,63%

CRFB3

R$ 14,84

-1,33%

CCRO3

R$ 11,65

+2,73%

CMIG4

R$ 12,98

+0,15%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,13

+2,40%

COGN3

R$ 2,34

+6,36%

CPLE6

R$ 6,60

+1,69%

CSAN3

R$ 22,50

+2,41%

CPFE3

R$ 27,10

+1,61%

CVCB3

R$ 12,37

+7,00%

CYRE3

R$ 15,18

+2,91%

ECOR3

R$ 7,56

+3,70%

ELET3

R$ 33,43

+1,18%

ELET6

R$ 32,88

+1,63%

EMBR3

R$ 21,31

+3,54%

ENBR3

R$ 21,61

-0,13%

ENGI11

R$ 40,85

-1,11%

ENEV3

R$ 13,14

+1,78%

EGIE3

R$ 39,34

+0,02%

EQTL3

R$ 22,47

+1,21%

EZTC3

R$ 19,91

+5,34%

FLRY3

R$ 18,19

+0,33%

GGBR4

R$ 29,20

+0,55%

GOAU4

R$ 12,14

+0,24%

GOLL4

R$ 16,90

+2,73%

NTCO3

R$ 22,34

+7,04%

HAPV3

R$ 11,39

+4,30%

HYPE3

R$ 29,07

+2,28%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,92

+3,42%

IRBR3

R$ 3,47

+2,96%

ITSA4

R$ 9,65

+0,31%

ITUB4

R$ 23,47

-0,04%

JBSS3

R$ 36,47

-0,38%

JHSF3

R$ 5,24

+5,85%

KLBN11

R$ 25,55

-0,54%

RENT3

R$ 52,99

+6,29%

LCAM3

R$ 23,75

+5,79%

LWSA3

R$ 8,68

+0,46%

LAME4

R$ 6,35

+1,11%

LREN3

R$ 26,08

+4,95%

MGLU3

R$ 6,68

+5,86%

MRFG3

R$ 22,65

-0,17%

BEEF3

R$ 9,82

-0,50%

MRVE3

R$ 11,93

+6,13%

MULT3

R$ 19,68

+4,96%

PCAR3

R$ 20,25

+1,35%

PETR3

R$ 34,58

+0,96%

PETR4

R$ 31,76

+0,85%

VBBR3

20,97

+2,19%

PRIO3

R$ 24,21

+0,91%

QUAL3

R$ 16,89

+1,50%

RADL3

R$ 20,89

+1,70%

RAIL3

R$ 17,20

+2,80%

SBSP3

R$ 36,09

+1,12%

SANB11

R$ 31,44

-0,25%

CSNA3

R$ 26,97

+1,88%

SULA11

R$ 23,98

+0,88%

SUZB3

R$ 60,84

-1,63%

TAEE11

R$ 37,67

+2,33%

VIVT3

R$ 48,80

+0,22%

TIMS3

R$ 13,01

+0,15%

TOTS3

R$ 26,44

+4,50%

UGPA3

R$ 13,48

+1,89%

USIM5

R$ 16,76

+0,06%

VALE3

R$ 87,83

-0,43%

VIIA3

R$ 4,25

+6,25%

WEGE3

R$ 30,78

+0,91%

YDUQ3

R$ 20,47

+5,67%

Braskem (BRKM5)

BRKM5

Braskem (BRKM5)

A Braskem (BRKM5) é uma empresa global e a única a atuar no setor petroquímico no Brasil. A companhia é controlada pelo Grupo Odebrecht e líder na produção de resinas termoplásticas (polietileno, polipropileno e policloreto de vinila) nas Américas.

Desta forma, nesse texto, buscaremos compreender melhor a empresa Braskem (BRKM5) passando pelos seguintes pontos:

  1. O que faz Braskem (BRKM5);
  2. Governança corporativa Braskem (BRKM5);
  3. Gráfico das ações BRKM5 na Bovespa; e
  4. Como analisar a empresa.

O que faz Braskem (BRKM5)

A história da empresa começa em 1972 com a criação da Petroquímica do Nordeste Copene Ltda. Em 1974, a empresa foi transformada em sociedade por ações e sua razão social foi alterada para Copene Petroquímica do Nordeste S.A. Na negociação, a Petrobras Química S.A., subsidiária da Petrobras (PETR4), passou a deter 36,2% do capital da empresa. Entretanto, em 1995, vendeu em leilão parte do capital da companhia como parte do programa de privatização do governo brasileiro. Com isso, a Nordeste Química S.A. passou a ser a acionista controladora da organização.

No ano de 2001, a Organização Odebrecht e um grupo de empresas controladas pela família Mariani adquiriram o controle da Copene. E um ano depois, surgiu a Braskem S.A. com a integração de seis companhias — Copene, OPP Química S.A., Trikem S.A., Proppet S.A., Nitrocarbono S.A. e Polialden Petroquímica S.A

Modelo de negócio da Braskem (BRKM5)

Desta forma, a Braskem já nasce como uma petroquímica líder na América Latina com várias unidades industriais, escritórios e bases operacionais no Brasil, Estados Unidos e Argentina. A empresa continua crescendo e, em 2006, adquire a terceira maior produtora de polietileno no Brasil, a Politeno. Em 2007, a empresa, em parceria com a Petrobras e com o grupo Ultra, adquiriu ativos químicos e petroquímicos do Grupo Ipiranga. Em 2010, a empresa dá início ao processo de internacionalização adquirindo a Sunoco Chemicals (negócio de polipropileno), reforçando sua presença nos Estados Unidos.  Finalmente, em 2011, é feita aquisições de negócios de polipropileno da The Dow Chemical Company, nos Estados Unidos e na Alemanha.

O setor em que a Braskem atua tem participação em inúmeras cadeias produtivas e é essencial para o desenvolvimento econômico. A Braskem *BRKM5) possui um portfólio amplo e diversificado de produtos químicos e petroquímicos. Ela oferece matérias-primas de qualidade para seus clientes, que as transformam em itens fundamentais para a vida das pessoas ao redor do mundo, atendendo as necessidades humanas relacionadas à alimentação, à habitação, ao transporte, entre outras.

Governança corporativa Braskem (BRKM5)

 A prática da Governança Corporativa na Braskem se baseia em três pontos: ética, transparência e respeito para com os clientes, os integrantes, os acionistas, os fornecedores e todos os outros públicos com os quais a empresa se relaciona. Desde a sua fundação a empresa reafirma o compromisso de alinhar os interesses de seus acionistas com ações éticas e competitivas, agregando valor ao seu patrimônio.

A Braskem participa do “Nível 1” de governança corporativa da Bovespa desde 2003. Fora do Brasil, as ações da Braskem também são listadas na Bolsa de valores de Nova York (NYSE) e na Latibex – seção latino-americana da Bolsa de Madri – e, por essa razão, estão sujeitas às exigências dos respectivos órgãos reguladores, quais sejam, Securities & Exchange Commision (SEC), nos Estados Unidos, e Bolsas y Mercados Españoles (BME), na Espanha.

Principais diretores da Braskem

Acionistas da Braskem

Gráfico de ações BRKM5 na Bovespa

É possível observar no gráfico de cotação das ações da Braskem (BRKM5) que o ativo teve forte valorização a partir do final de 2016, atingindo topo em 2019.

Evolução de BRMK5 na bolsa de valores

Como analisar a Braskem (BRKM5)

Receitas

As receita são oriundas, em sua maior parte, da venda dos produtos produzidos pela companhia (resinas termoplásticas, polietileno, polipropileno e PVC).

Resultados de Braskem (BRKM5)

Custos

Os custos da Braskem (BRKM5) são, em essência, o custo da mercadoria vendida, logística e manutenção das fábricas.

Ativos

A maior parte do ativo da empresa está concentrada no ativo não circulante, sendo sua maior parte ativos Imobilizados.

Ativos da Braskem (BRKM5)

Passivos

A Braskem (BRKM5) tem sua maior concentração no passivo circulante, sendo sua maioria Outras Obrigações e empréstimos.

Passivos de Braskem (BRKM5)

Para mais informações sobre empresas da Bovespa acesse gratuitamente o TC Matrix. Com ele, você pode fazer análises relacionadas ao crescimento de receita, dívidas ativas, balanço patrimonial, dividendos, gráfico com cotação das ações e muito mais para garantir que seu investimento tenha alta rentabilidade.

Editora da Mover

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

E-BOOK

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

Neste e-book — "Tudo o que você precisa saber sobre IPOs", trazemos todas as informações que você precisa saber para entender sobre a abertura de capital de uma empresa no mercado financeiro.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.