IBOV

108.088,71 pts

+1,15%

SP500

4.697,03 pts

-0,09%

DJIA

35.736,65 pts

-0,05%

NASDAQ

16.378,39 pts

-0,10%

IFIX

2.674,54 pts

+1,18%

BRENT

US$ 75,95

+0,17%

IO62

¥ 647,50

-2,41%

TRAD3

R$ 6,39

+0,47%

ABEV3

R$ 16,07

-0,06%

AMER3

R$ 30,58

+2,51%

ASAI3

R$ 14,41

+4,80%

AZUL4

R$ 26,03

+4,95%

B3SA3

R$ 12,08

+2,54%

BIDI11

R$ 38,20

+15,75%

BBSE3

R$ 21,75

+2,16%

BRML3

R$ 8,28

+2,34%

BBDC3

R$ 17,67

-1,94%

BBDC4

R$ 20,80

-1,88%

BRAP4

R$ 53,58

+0,09%

BBAS3

R$ 32,69

-1,14%

BRKM5

R$ 65,20

-1,80%

BRFS3

R$ 20,12

-2,33%

BPAC11

R$ 21,68

+2,26%

CRFB3

R$ 14,87

-1,45%

CCRO3

R$ 12,60

-2,70%

CMIG4

R$ 13,97

+2,19%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,30

+1,32%

COGN3

R$ 2,61

+1,95%

CPLE6

R$ 6,33

+3,09%

CSAN3

R$ 22,17

+1,27%

CPFE3

R$ 27,35

-0,65%

CVCB3

R$ 16,03

+7,00%

CYRE3

R$ 16,01

+3,96%

ECOR3

R$ 8,95

-0,55%

ELET3

R$ 35,45

-0,64%

ELET6

R$ 34,38

-1,43%

EMBR3

R$ 21,27

+5,14%

ENBR3

R$ 21,36

-0,32%

ENGI11

R$ 45,71

-1,16%

ENEV3

R$ 15,01

+2,94%

EGIE3

R$ 39,22

-1,30%

EQTL3

R$ 23,70

+1,62%

EZTC3

R$ 20,90

+2,20%

FLRY3

R$ 19,27

+4,38%

GGBR4

R$ 28,98

+1,68%

GOAU4

R$ 12,01

+2,56%

GOLL4

R$ 18,67

+10,53%

NTCO3

R$ 27,50

+2,76%

HAPV3

R$ 11,38

+1,33%

HYPE3

R$ 28,93

+2,00%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,51

+0,73%

IRBR3

R$ 4,37

+0,92%

ITSA4

R$ 9,92

-0,50%

ITUB4

R$ 22,65

-2,58%

JBSS3

R$ 34,43

+2,04%

JHSF3

R$ 5,52

+1,84%

KLBN11

R$ 25,15

+0,07%

RENT3

R$ 55,90

+2,06%

LCAM3

R$ 24,67

+1,98%

LWSA3

R$ 14,56

+12,69%

LAME4

R$ 5,64

+3,48%

LREN3

R$ 29,65

-0,46%

MGLU3

R$ 6,80

-6,84%

MRFG3

R$ 22,55

+8,15%

BEEF3

R$ 8,74

+1,39%

MRVE3

R$ 12,28

+1,48%

MULT3

R$ 20,80

+0,72%

PCAR3

R$ 22,94

+2,86%

PETR3

R$ 31,17

+2,70%

PETR4

R$ 29,44

+1,90%

VBBR3

23,02

+4,16%

PRIO3

R$ 20,89

-3,33%

QUAL3

R$ 16,79

+1,38%

RADL3

R$ 23,73

+4,12%

RAIL3

R$ 17,72

+0,68%

SBSP3

R$ 38,69

+2,32%

SANB11

R$ 32,95

-2,10%

CSNA3

R$ 24,12

-0,04%

SULA11

R$ 26,88

+2,94%

SUZB3

R$ 58,71

+1,45%

TAEE11

R$ 35,72

-6,12%

VIVT3

R$ 48,86

-2,47%

TIMS3

R$ 13,29

-2,27%

TOTS3

R$ 32,26

+5,35%

UGPA3

R$ 15,38

+2,73%

USIM5

R$ 15,08

+2,02%

VALE3

R$ 75,70

-0,09%

VIIA3

R$ 5,78

+3,03%

WEGE3

R$ 35,93

+8,84%

YDUQ3

R$ 24,42

+2,47%

IBOV

108.088,71 pts

+1,15%

SP500

4.697,03 pts

-0,09%

DJIA

35.736,65 pts

-0,05%

NASDAQ

16.378,39 pts

-0,10%

IFIX

2.674,54 pts

+1,18%

BRENT

US$ 75,95

+0,17%

IO62

¥ 647,50

-2,41%

TRAD3

R$ 6,39

+0,47%

ABEV3

R$ 16,07

-0,06%

AMER3

R$ 30,58

+2,51%

ASAI3

R$ 14,41

+4,80%

AZUL4

R$ 26,03

+4,95%

B3SA3

R$ 12,08

+2,54%

BIDI11

R$ 38,20

+15,75%

BBSE3

R$ 21,75

+2,16%

BRML3

R$ 8,28

+2,34%

BBDC3

R$ 17,67

-1,94%

BBDC4

R$ 20,80

-1,88%

BRAP4

R$ 53,58

+0,09%

BBAS3

R$ 32,69

-1,14%

BRKM5

R$ 65,20

-1,80%

BRFS3

R$ 20,12

-2,33%

BPAC11

R$ 21,68

+2,26%

CRFB3

R$ 14,87

-1,45%

CCRO3

R$ 12,60

-2,70%

CMIG4

R$ 13,97

+2,19%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,30

+1,32%

COGN3

R$ 2,61

+1,95%

CPLE6

R$ 6,33

+3,09%

CSAN3

R$ 22,17

+1,27%

CPFE3

R$ 27,35

-0,65%

CVCB3

R$ 16,03

+7,00%

CYRE3

R$ 16,01

+3,96%

ECOR3

R$ 8,95

-0,55%

ELET3

R$ 35,45

-0,64%

ELET6

R$ 34,38

-1,43%

EMBR3

R$ 21,27

+5,14%

ENBR3

R$ 21,36

-0,32%

ENGI11

R$ 45,71

-1,16%

ENEV3

R$ 15,01

+2,94%

EGIE3

R$ 39,22

-1,30%

EQTL3

R$ 23,70

+1,62%

EZTC3

R$ 20,90

+2,20%

FLRY3

R$ 19,27

+4,38%

GGBR4

R$ 28,98

+1,68%

GOAU4

R$ 12,01

+2,56%

GOLL4

R$ 18,67

+10,53%

NTCO3

R$ 27,50

+2,76%

HAPV3

R$ 11,38

+1,33%

HYPE3

R$ 28,93

+2,00%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,51

+0,73%

IRBR3

R$ 4,37

+0,92%

ITSA4

R$ 9,92

-0,50%

ITUB4

R$ 22,65

-2,58%

JBSS3

R$ 34,43

+2,04%

JHSF3

R$ 5,52

+1,84%

KLBN11

R$ 25,15

+0,07%

RENT3

R$ 55,90

+2,06%

LCAM3

R$ 24,67

+1,98%

LWSA3

R$ 14,56

+12,69%

LAME4

R$ 5,64

+3,48%

LREN3

R$ 29,65

-0,46%

MGLU3

R$ 6,80

-6,84%

MRFG3

R$ 22,55

+8,15%

BEEF3

R$ 8,74

+1,39%

MRVE3

R$ 12,28

+1,48%

MULT3

R$ 20,80

+0,72%

PCAR3

R$ 22,94

+2,86%

PETR3

R$ 31,17

+2,70%

PETR4

R$ 29,44

+1,90%

VBBR3

23,02

+4,16%

PRIO3

R$ 20,89

-3,33%

QUAL3

R$ 16,79

+1,38%

RADL3

R$ 23,73

+4,12%

RAIL3

R$ 17,72

+0,68%

SBSP3

R$ 38,69

+2,32%

SANB11

R$ 32,95

-2,10%

CSNA3

R$ 24,12

-0,04%

SULA11

R$ 26,88

+2,94%

SUZB3

R$ 58,71

+1,45%

TAEE11

R$ 35,72

-6,12%

VIVT3

R$ 48,86

-2,47%

TIMS3

R$ 13,29

-2,27%

TOTS3

R$ 32,26

+5,35%

UGPA3

R$ 15,38

+2,73%

USIM5

R$ 15,08

+2,02%

VALE3

R$ 75,70

-0,09%

VIIA3

R$ 5,78

+3,03%

WEGE3

R$ 35,93

+8,84%

YDUQ3

R$ 24,42

+2,47%

Grendene (GRND3)

GRND3

Neste texto, buscaremos compreender a empresa Grendene S.A. (GRND3) perpassando pelos seguintes pontos:

  1. Quem é a Grendene (GRND3);
  2. O que faz Grendene (GRND3);
  3. Modelo de negócio da Grendene (GRND3);
  4. Governança corporativa Grendene (GRND3); e
  5. Sustentabilidade.

Quem é a Grendene (GRND3)

A trajetória da Grendene começa em 1971, quando dois irmãos fundaram a Plásticos Grendene Ltda. em Farroupilha (RS), visto que eles esperavam um avanço do plástico na indústria que se desenvolvia no Brasil, produzindo embalagens de plástico para produtoras de vinho. Em seguida, entraram no ramo de peças para máquinas e implementos usados na agricultura. Logo depois, entrou realmente no ramo de calçados sendo a pioneira em usar nylon (poliamida) como insumo para tal.

Em 1978, lança sua primeira sandália chamada Nuar, e em 1979, lança a sandália Melissa Aranha, inspirada nos calçados utilizados por pescadores franceses. Com esse lançamento, a Grendene ganha mercado pelo fato de uma atriz principal de uma novela nacional utilizar a sandália. Já em 1984, a empresa investe em outra estratégia para ganhar mercado, utiliza brindes conjuntos à unidade vendida de cada novo modelo da sandália infantil melissinha. Em 1986 ela lança uma nova marca, a Rider, absorvendo o público masculino.

Em 1994, a Companhia lança a marca Grendha, voltada para as mulheres, e utilizou figuras públicas para atrair consumidores para a marca. A empresa lança a marca Ipanema em 2001, com o forte nome da modelo Gisele Bundchen na primeira coleção. Por fim, em 2007 e em 2009 a firma lança respectivamente a Zaxy e a Cartago. A Zaxy para atender um público feminino menos favorecido com produtos mais baratos, e a Cartago com um produto direcionado ao público masculino.

O que faz a Grendene (GRND3)

A Grendene S.A. é uma empresa de capital aberto, listada na B3, e uma das maiores produtoras mundiais de calçados. A Companhia possui capacidade instalada para produção de mais de 250 milhões de pares ao ano.

A produção de calçados é voltada para os públicos feminino, masculino e infantil. É detentora de marcas famosas, de sucesso e presente no dia a dia dos brasileiros como Melissa, Grendha, Zaxy, Rider, Cartago, Ipanema, Pega Forte, Grendene Kids e Zizou.

Modelo de negócio da Grendene (GRND3)

A Grendene possui uma tecnologia própria e exclusiva na produção de calçados, a injeção de termoplástico. O principal objetivo desse processo é proporcionar o maior aproveitamento possível com precisão e agilidade.

Sua produção torna-se mais econômica, rápida, diferenciada e de boa qualidade. A empresa possui uma unidade fabril em Farroupilha-RS, uma na Bahia e três no Ceará. A concentração das unidades fabris no Ceará deve-se pela geografia favorável à comercialização além pelos incentivos fiscais.

Governança corporativa Grendene (GRND3)

No quesito governança corporativa, a Companhia pertence ao Novo Mercado, segmento de listagem com os mais altos padrões de Governança Corporativa da B3. Todas as suas ações são ordinárias e possuem Tag Along de 100%.

Sustentabilidade

A companhia possui uma vertente forte no quesito sustentabilidade. Todos os calçados da Grendene são veganos e 100% recicláveis, não contendo nenhum componente de origem animal.

Além disso, existem políticas sociais envolvendo funcionários e toda a cadeia de produção. Os detalhes podem ser conferidos no site de relações com investidores da empresa.

Evolução da Grendene (GRND3) na Bolsa de Valores

Concorrentes da Grendene (GRND3)

As principais concorrentes da Grendene listadas na bolsa são a Alpargatas (ALPA4), a Arezzo (ARZZ3) e Vulcabras (VULC3). Entretanto, entre as três, a principal concorrente da Grendene é a Alpargatas, por ter um modelo de negócio mais parecido. A Arezzo é caracterizada como um concorrente, já que também atua na produção e venda de calçados, porém atua também em segmentos, como o de luxo, nos quais a Grendene não está presente.

Setor de calçados na Bolsa

Aprenda a identificar números relevantes da empresa no setor e aumente sua capacidade de conseguir boa rentabilidade com essa ação em seu portfólio.

Com o TC Matrix você pode fazer análises relacionadas ao crescimento de receita, dívidas ativas, qual o balanço patrimonial e muito mais para garantir que seu investimento tenha alta rentabilidade.

Como analisar a Grendene (GRND3)

Receitas

As receitas são obtidas através da comercialização dos calçados produzidos pela empresa tanto para o mercado interno, quanto para o mercado externo. Ou seja, parte da receita da companhia está atrelada ao dólar. No segundo trimestre de 2020, aproximadamente 20% da receita da companhia foi oriunda de exportações.

Custos

Os principais custos da Grendene são relativos às despesas com pessoal e com vendas.

Ativos

A Grendene possui uma composição de ativos bastante singular. A companhia possui um excesso de liquidez, isso pode ser visto pelo tamanho da conta “Aplicações Financeiras” quando comparadas com as outras contas de ativos.

Isso ocorre porque a companhia possui um acordo com o Governo do Ceará que limita a quantidade de dividendos que pode ser distribuída. Ou seja, se a companhia pagar esse caixa na forma de dividendo, terá que pagar os impostos que no momento ela é isenta.

Como os gestores não encontram oportunidades de negócios atraentes e a expansão da produção está fora de cogitação (a companhia possui uma capacidade ociosa – para efeitos de comparação, em 2019 foram vendidos 150,9 milhões de pares, enquanto a companhia possui capacidade instalada para produzir 250 milhões).

Passivos

A “dor de cabeça” da Grendene é o sonho de toda empresa, ter dinheiro e não saber onde aplicá-lo. Dessa forma, é possível ver que a companhia não possui passivos significativos.

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

E-BOOK

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

Neste e-book — "Tudo o que você precisa saber sobre IPOs", trazemos todas as informações que você precisa saber para entender sobre a abertura de capital de uma empresa no mercado financeiro.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.