IBOV

108.013,47 pts

+1,26%

SP500

4.539,97 pts

+0,16%

DJIA

35.077,86 pts

+0,14%

NASDAQ

15.085,31 pts

+0,25%

IFIX

2.807,06 pts

+0,18%

BRENT

US$ 87,90

-0,61%

IO62

¥ 736,00

+0,48%

TRAD3

R$ 4,18

-2,10%

ABEV3

R$ 14,54

-0,27%

AMER3

R$ 33,20

+9,89%

ASAI3

R$ 12,03

+0,92%

AZUL4

R$ 25,27

-1,32%

B3SA3

R$ 12,26

-0,40%

BIDI11

R$ 22,50

+8,69%

BBSE3

R$ 20,68

+1,82%

BRML3

R$ 8,73

+4,55%

BBDC3

R$ 17,62

-0,11%

BBDC4

R$ 21,10

-1,26%

BRAP4

R$ 28,71

+3,05%

BBAS3

R$ 31,01

+0,87%

BRKM5

R$ 49,20

+0,14%

BRFS3

R$ 23,71

+1,67%

BPAC11

R$ 19,90

+5,40%

CRFB3

R$ 15,04

+2,94%

CCRO3

R$ 11,34

+0,08%

CMIG4

R$ 12,96

+1,64%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+1,46%

COGN3

R$ 2,20

-2,22%

CPLE6

R$ 6,49

+2,04%

CSAN3

R$ 21,97

+3,09%

CPFE3

R$ 26,67

+1,79%

CVCB3

R$ 11,56

+4,23%

CYRE3

R$ 14,75

+7,58%

ECOR3

R$ 7,29

+1,67%

ELET3

R$ 33,04

+4,22%

ELET6

R$ 32,35

+3,32%

EMBR3

R$ 20,58

-2,78%

ENBR3

R$ 21,64

+2,36%

ENGI11

R$ 41,31

+0,07%

ENEV3

R$ 12,91

+2,86%

EGIE3

R$ 39,33

+1,60%

EQTL3

R$ 22,20

+1,64%

EZTC3

R$ 18,90

+6,41%

FLRY3

R$ 18,13

+1,62%

GGBR4

R$ 29,04

+1,53%

GOAU4

R$ 12,11

+2,45%

GOLL4

R$ 16,45

+0,42%

NTCO3

R$ 20,87

+3,11%

HAPV3

R$ 10,92

+3,80%

HYPE3

R$ 28,42

+1,39%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 63,74

+3,64%

IRBR3

R$ 3,37

+0,59%

ITSA4

R$ 9,62

+0,10%

ITUB4

R$ 23,48

-0,67%

JBSS3

R$ 36,61

+0,02%

JHSF3

R$ 4,95

+1,22%

KLBN11

R$ 25,69

+2,22%

RENT3

R$ 49,85

+0,28%

LCAM3

R$ 22,45

+0,99%

LWSA3

R$ 8,64

+12,64%

LAME4

R$ 6,28

+9,40%

LREN3

R$ 24,85

+5,74%

MGLU3

R$ 6,31

+7,13%

MRFG3

R$ 22,69

+0,30%

BEEF3

R$ 9,87

-1,30%

MRVE3

R$ 11,24

+4,46%

MULT3

R$ 18,75

+2,40%

PCAR3

R$ 19,98

+1,62%

PETR3

R$ 34,25

-0,92%

PETR4

R$ 31,49

-0,47%

VBBR3

20,52

+4,69%

PRIO3

R$ 23,99

+0,29%

QUAL3

R$ 16,64

+3,61%

RADL3

R$ 20,54

-0,19%

RAIL3

R$ 16,73

+2,01%

SBSP3

R$ 35,69

+2,38%

SANB11

R$ 31,52

+0,19%

CSNA3

R$ 26,47

+2,63%

SULA11

R$ 23,77

+5,45%

SUZB3

R$ 61,85

-0,41%

TAEE11

R$ 36,81

+1,74%

VIVT3

R$ 48,69

+2,26%

TIMS3

R$ 12,99

+2,20%

TOTS3

R$ 25,30

+4,67%

UGPA3

R$ 13,23

+3,19%

USIM5

R$ 16,75

+1,27%

VALE3

R$ 88,21

+2,20%

VIIA3

R$ 4,00

+6,66%

WEGE3

R$ 30,50

-0,13%

YDUQ3

R$ 19,37

-1,32%

IBOV

108.013,47 pts

+1,26%

SP500

4.539,97 pts

+0,16%

DJIA

35.077,86 pts

+0,14%

NASDAQ

15.085,31 pts

+0,25%

IFIX

2.807,06 pts

+0,18%

BRENT

US$ 87,90

-0,61%

IO62

¥ 736,00

+0,48%

TRAD3

R$ 4,18

-2,10%

ABEV3

R$ 14,54

-0,27%

AMER3

R$ 33,20

+9,89%

ASAI3

R$ 12,03

+0,92%

AZUL4

R$ 25,27

-1,32%

B3SA3

R$ 12,26

-0,40%

BIDI11

R$ 22,50

+8,69%

BBSE3

R$ 20,68

+1,82%

BRML3

R$ 8,73

+4,55%

BBDC3

R$ 17,62

-0,11%

BBDC4

R$ 21,10

-1,26%

BRAP4

R$ 28,71

+3,05%

BBAS3

R$ 31,01

+0,87%

BRKM5

R$ 49,20

+0,14%

BRFS3

R$ 23,71

+1,67%

BPAC11

R$ 19,90

+5,40%

CRFB3

R$ 15,04

+2,94%

CCRO3

R$ 11,34

+0,08%

CMIG4

R$ 12,96

+1,64%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+1,46%

COGN3

R$ 2,20

-2,22%

CPLE6

R$ 6,49

+2,04%

CSAN3

R$ 21,97

+3,09%

CPFE3

R$ 26,67

+1,79%

CVCB3

R$ 11,56

+4,23%

CYRE3

R$ 14,75

+7,58%

ECOR3

R$ 7,29

+1,67%

ELET3

R$ 33,04

+4,22%

ELET6

R$ 32,35

+3,32%

EMBR3

R$ 20,58

-2,78%

ENBR3

R$ 21,64

+2,36%

ENGI11

R$ 41,31

+0,07%

ENEV3

R$ 12,91

+2,86%

EGIE3

R$ 39,33

+1,60%

EQTL3

R$ 22,20

+1,64%

EZTC3

R$ 18,90

+6,41%

FLRY3

R$ 18,13

+1,62%

GGBR4

R$ 29,04

+1,53%

GOAU4

R$ 12,11

+2,45%

GOLL4

R$ 16,45

+0,42%

NTCO3

R$ 20,87

+3,11%

HAPV3

R$ 10,92

+3,80%

HYPE3

R$ 28,42

+1,39%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 63,74

+3,64%

IRBR3

R$ 3,37

+0,59%

ITSA4

R$ 9,62

+0,10%

ITUB4

R$ 23,48

-0,67%

JBSS3

R$ 36,61

+0,02%

JHSF3

R$ 4,95

+1,22%

KLBN11

R$ 25,69

+2,22%

RENT3

R$ 49,85

+0,28%

LCAM3

R$ 22,45

+0,99%

LWSA3

R$ 8,64

+12,64%

LAME4

R$ 6,28

+9,40%

LREN3

R$ 24,85

+5,74%

MGLU3

R$ 6,31

+7,13%

MRFG3

R$ 22,69

+0,30%

BEEF3

R$ 9,87

-1,30%

MRVE3

R$ 11,24

+4,46%

MULT3

R$ 18,75

+2,40%

PCAR3

R$ 19,98

+1,62%

PETR3

R$ 34,25

-0,92%

PETR4

R$ 31,49

-0,47%

VBBR3

20,52

+4,69%

PRIO3

R$ 23,99

+0,29%

QUAL3

R$ 16,64

+3,61%

RADL3

R$ 20,54

-0,19%

RAIL3

R$ 16,73

+2,01%

SBSP3

R$ 35,69

+2,38%

SANB11

R$ 31,52

+0,19%

CSNA3

R$ 26,47

+2,63%

SULA11

R$ 23,77

+5,45%

SUZB3

R$ 61,85

-0,41%

TAEE11

R$ 36,81

+1,74%

VIVT3

R$ 48,69

+2,26%

TIMS3

R$ 12,99

+2,20%

TOTS3

R$ 25,30

+4,67%

UGPA3

R$ 13,23

+3,19%

USIM5

R$ 16,75

+1,27%

VALE3

R$ 88,21

+2,20%

VIIA3

R$ 4,00

+6,66%

WEGE3

R$ 30,50

-0,13%

YDUQ3

R$ 19,37

-1,32%

OceanPact (OPCT3)

Consultoria e resposta a emergências ambientais.

OceanPact (OPCT3)

A OceanPact (OPCT3) é uma das principais companhias prestadoras de serviços em ambiente marinho no Brasil, oferecendo estudo, monitoramento e uso sustentável no mar, do litoral e dos recursos marinhos.

Fundada no Rio de Janeiro em 2007, a empresa possui foco na área de consultoria e resposta a emergências ambientais, participando de operações de resposta a derramamento de óleo no Brasil e exterior, como vazamento de óleo na Baía de Paranaguá, Campo do Frade, entre outros acidentes ambientais.

Neste texto, buscaremos compreender melhor a empresa OceanPact (OPCT3), elencando os seguintes pontos:

  1. O que faz a OceanPact (OPCT3);
  2. Modelo de Negócios (OPCT3);
  3. Governança Corporativa;
  4. Gráfico das Ações OPCT3 na Bolsa de Valores; e
  5. Como analisar a empresa.

O que faz a OceanPact (OPCT3)

Em 2011, a companhia, através de uma joint venture com a empresa Witt O’Brien’s, a qual oferece consultoria especializada em respostas a emergências e crises, criou a Witt O’Brien’s do Brasil (WOB), a qual fornece consultoria especializada e interdisciplinar nas áreas de Meio Ambiente, segurança, gestão de crises, riscos e emergências.

Em 2013, a empresa forma outra joint venture, agora com a empresa Gardline, a qual possui mais de 50 anos de atuação no mercado internacional de levantamento de dados no mar (marine survey). Seis anos depois, a companhia foi totalmente adquirida pela OceanPact.

No mesmo ano, a companhia ainda passou por um processo de reestruturação societária com a entrada do fundo de private equity Dyna II, a qual agregou conhecimento de mercado, melhores práticas de governança e capital.

Em 2017 e 2018, a companhia fez processos de aquisição, como da Norueguesa MMB e da Servmar. A primeira é especializada em resposta e emergência ambiental e a segunda possui experiência com remediação de áreas contaminadas, serviços de engenharia e facilities.

Desta forma, a OceanPact (OPCT3) oferece serviços de ambiente marinho no Brasil, incluindo estudos, proteção, monitoramento e uso sustentável do mar, principalmente no setor de óleo e gás, além de outros serviços da economia, como: portuário, navegação, mineração, energia e telecomunicações.

As atividades da companhia são divididas em dois segmentos principais:

  1. Embarcações, a qual inclui serviços de logística e engenharia, logística marítima, bases de apoio offshore, engenharia portuária e costeira, limpeza industrial e facilities; e
  2. Serviços, o qual inclui proteção ambiental, levantamentos oceanográficos, licenciamentos e estudos ambientais, segurança operacional e remediação ambiental, geofísica, geotecnia, inspeção, reparo e manutenção.

Nesse sentido, a companhia está localizada no Rio de Janeiro, com estabelecimentos em sete estados brasileiros por meio de 12 bases e 13 centros de defesa ambiental. Dentre eles estão: Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Espírito Santo, Bahia, Rio Grande do Norte, Maranhão e Manaus.

Modelo de Negócios (OPCT3)

A Companhia atua por meio de três áreas: Ambiental, Subsea e Logística & Engenharia.

A área ambiental da Companhia possui o foco em cinco frentes:

  1. Proteção ambiental;
  2. Levantamentos oceanográficos;
  3. Licenciamentos e estudos ambientais;
  4. Segurança operacional; e
  5. Remediação ambiental.

Essa representa 54% da Receita Líquida da empresa, com um total de 18% em market share. A OceanPact (OPCT3) oferece serviços para clientes como: Petrobras, Exxon Mobil, Chevron, Vale, Shell, etc.

A Subsea possui cinco frentes de atuação:

  1. Geofísica;
  2. Geotecnia;
  3. Inspeção, reparo e manutenção;
  4. Suporte a construção; e
  5. Descomissionamento.

Esta área representa 31% da Receita Líquida e possui 29% de market share, de acordo com dados da ABEAM.

Na parte de Logística e Engenharia, a companhia atua na:

  1. Logística marítima;
  2. Bases de apoio offshore;
  3. Engenharia portuária e costeira;
  4. Obras e dragagens; e
  5. Facilities e limpeza industrial. (Essa área representa 15% da Receita Líquida).

As atividades das áreas são desenvolvidas a partir da frota da Companhia, a qual consiste em:

  1. Embarcações de Resposta a Emergências (OSRV), as quais atuam, principalmente, no combate a vazamento de óleo e atividades de proteção ambiental offshore;
  2. Embarcações de Suporte ao ROV (remotely operated vehicle), as quais atuam na inspeção e manutenção de sistemas submarinos até três 3 mil metros de profundidade; e
  3. Embarcações de pesquisa oceanográfica (RV), equipadas com laboratórios de análise de amostras e outros recursos necessários para pesquisa. Ao todo, a Companhia conta com 23 embarcações.

Atualmente, a empresa opera através de um portfólio de contratos (backlog) com prazo entre 1 a 5 anos. O segmento de Embarcações corresponde a 76% e Serviços representa 24% do volume financeiro desses contratos.

Governança Corporativa

Diretoria e Conselho de Administração

Gráfico das Ações OPCT3 na Bolsa de Valores

Como analisar a empresa

Demonstração de Resultado – DRE

Receitas

A Receita da Companhia tende a ser mais previsível e estável, haja visto os backlogs que a Companhia possui, com duração entre 1 e 5 anos.

Despesas e Custos

Os custos e despesas operacionais são bastante elevados, o que reduz drasticamente a margem da empresa.

Balanço Patrimonial – Ativo

Grande parte dos seus ativos são compostos por frotas de navios e imobilizados, em geral. A partir da análise horizontal, percebemos um aumento de caixa, em partes, devido ao recebimento de Clientes.

Balanço Patrimonial – Passivo

Seu Passivo Circulante é bem diluído, com nenhuma das contas representando uma grande parcela. Apenas no passivo não circulante que há uma grande quantia em Empréstimos e Financiamentos. Assim, devemos acompanhar mais de perto a condição de liquidez da Companhia, para saber se ela não terá problemas para pagar essa dívida.

Para mais informações sobre as empresas da Bolsa, acesse gratuitamente o TC Matrix. Com nosso aplicativo financeiro, você pode fazer análises relacionadas ao crescimento de receita, dívidas ativas, balanço patrimonial, cotação das ações, gráficos e muito mais para garantir que seu investimento tenha alta rentabilidade.

Relações Públicas pela UNESP/Bauru com especialização em Comunicação Organizacional pela ECA/USP

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

E-BOOK

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

Neste e-book — "Tudo o que você precisa saber sobre IPOs", trazemos todas as informações que você precisa saber para entender sobre a abertura de capital de uma empresa no mercado financeiro.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.