IBOV

108.941,68 pts

-0,14%

SP500

4.389,62 pts

-2,06%

DJIA

34.213,89 pts

-1,43%

NASDAQ

14.422,54 pts

-2,85%

IFIX

2.810,25 pts

+0,20%

BRENT

US$ 87,62

-0,68%

IO62

¥ 752,50

+1,96%

TRAD3

R$ 4,55

+2,24%

ABEV3

R$ 14,69

+1,38%

AMER3

R$ 34,97

+2,31%

ASAI3

R$ 12,02

+0,58%

AZUL4

R$ 27,61

+1,61%

B3SA3

R$ 13,64

+2,94%

BIDI11

R$ 25,29

-0,66%

BBSE3

R$ 20,62

+0,34%

BRML3

R$ 9,20

+2,22%

BBDC3

R$ 17,45

-0,51%

BBDC4

R$ 20,86

-1,04%

BRAP4

R$ 27,65

-2,36%

BBAS3

R$ 31,14

+0,41%

BRKM5

R$ 48,20

-2,01%

BRFS3

R$ 22,69

-2,86%

BPAC11

R$ 21,29

+6,98%

CRFB3

R$ 14,87

+1,50%

CCRO3

R$ 12,10

+1,42%

CMIG4

R$ 12,99

-0,15%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,07

-3,27%

COGN3

R$ 2,39

+1,70%

CPLE6

R$ 6,70

+0,60%

CSAN3

R$ 21,98

-1,87%

CPFE3

R$ 27,07

+0,78%

CVCB3

R$ 12,76

-0,07%

CYRE3

R$ 15,72

+3,21%

ECOR3

R$ 7,62

+0,26%

ELET3

R$ 33,99

+1,61%

ELET6

R$ 33,45

+2,38%

EMBR3

R$ 20,53

-2,33%

ENBR3

R$ 21,28

-0,56%

ENGI11

R$ 41,24

+0,04%

ENEV3

R$ 12,93

-0,07%

EGIE3

R$ 39,18

-0,55%

EQTL3

R$ 22,14

-0,53%

EZTC3

R$ 20,51

+3,16%

FLRY3

R$ 19,13

+3,46%

GGBR4

R$ 27,46

-4,08%

GOAU4

R$ 11,47

-3,61%

GOLL4

R$ 17,06

+0,29%

NTCO3

R$ 23,17

+4,27%

HAPV3

R$ 11,62

+3,75%

HYPE3

R$ 29,46

+1,51%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 67,53

+3,43%

IRBR3

R$ 3,34

-5,11%

ITSA4

R$ 9,55

-0,62%

ITUB4

R$ 23,30

+0,04%

JBSS3

R$ 36,31

-0,02%

JHSF3

R$ 5,47

+5,80%

KLBN11

R$ 24,75

-3,35%

RENT3

R$ 54,90

+1,42%

LCAM3

R$ 24,46

+0,57%

LWSA3

R$ 9,00

+4,16%

LAME4

R$ 6,55

+2,02%

LREN3

R$ 26,44

+1,14%

MGLU3

R$ 6,90

+3,75%

MRFG3

R$ 22,44

+0,40%

BEEF3

R$ 9,86

+1,02%

MRVE3

R$ 12,04

+2,03%

MULT3

R$ 19,94

+1,78%

PCAR3

R$ 19,50

-2,15%

PETR3

R$ 34,59

+0,34%

PETR4

R$ 31,77

+0,15%

VBBR3

21,40

+0,51%

PRIO3

R$ 23,60

-2,47%

QUAL3

R$ 17,01

+0,41%

RADL3

R$ 21,00

+2,68%

RAIL3

R$ 16,98

-2,86%

SBSP3

R$ 35,98

+0,81%

SANB11

R$ 31,43

+0,83%

CSNA3

R$ 25,75

-2,27%

SULA11

R$ 24,01

-1,47%

SUZB3

R$ 59,59

-1,19%

TAEE11

R$ 37,98

+0,87%

VIVT3

R$ 48,36

-0,08%

TIMS3

R$ 12,92

+0,38%

TOTS3

R$ 26,63

+0,98%

UGPA3

R$ 13,85

+1,46%

USIM5

R$ 15,86

-4,28%

VALE3

R$ 84,91

-2,07%

VIIA3

R$ 4,35

+3,32%

WEGE3

R$ 30,61

-0,42%

YDUQ3

R$ 20,42

+2,10%

IBOV

108.941,68 pts

-0,14%

SP500

4.389,62 pts

-2,06%

DJIA

34.213,89 pts

-1,43%

NASDAQ

14.422,54 pts

-2,85%

IFIX

2.810,25 pts

+0,20%

BRENT

US$ 87,62

-0,68%

IO62

¥ 752,50

+1,96%

TRAD3

R$ 4,55

+2,24%

ABEV3

R$ 14,69

+1,38%

AMER3

R$ 34,97

+2,31%

ASAI3

R$ 12,02

+0,58%

AZUL4

R$ 27,61

+1,61%

B3SA3

R$ 13,64

+2,94%

BIDI11

R$ 25,29

-0,66%

BBSE3

R$ 20,62

+0,34%

BRML3

R$ 9,20

+2,22%

BBDC3

R$ 17,45

-0,51%

BBDC4

R$ 20,86

-1,04%

BRAP4

R$ 27,65

-2,36%

BBAS3

R$ 31,14

+0,41%

BRKM5

R$ 48,20

-2,01%

BRFS3

R$ 22,69

-2,86%

BPAC11

R$ 21,29

+6,98%

CRFB3

R$ 14,87

+1,50%

CCRO3

R$ 12,10

+1,42%

CMIG4

R$ 12,99

-0,15%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,07

-3,27%

COGN3

R$ 2,39

+1,70%

CPLE6

R$ 6,70

+0,60%

CSAN3

R$ 21,98

-1,87%

CPFE3

R$ 27,07

+0,78%

CVCB3

R$ 12,76

-0,07%

CYRE3

R$ 15,72

+3,21%

ECOR3

R$ 7,62

+0,26%

ELET3

R$ 33,99

+1,61%

ELET6

R$ 33,45

+2,38%

EMBR3

R$ 20,53

-2,33%

ENBR3

R$ 21,28

-0,56%

ENGI11

R$ 41,24

+0,04%

ENEV3

R$ 12,93

-0,07%

EGIE3

R$ 39,18

-0,55%

EQTL3

R$ 22,14

-0,53%

EZTC3

R$ 20,51

+3,16%

FLRY3

R$ 19,13

+3,46%

GGBR4

R$ 27,46

-4,08%

GOAU4

R$ 11,47

-3,61%

GOLL4

R$ 17,06

+0,29%

NTCO3

R$ 23,17

+4,27%

HAPV3

R$ 11,62

+3,75%

HYPE3

R$ 29,46

+1,51%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 67,53

+3,43%

IRBR3

R$ 3,34

-5,11%

ITSA4

R$ 9,55

-0,62%

ITUB4

R$ 23,30

+0,04%

JBSS3

R$ 36,31

-0,02%

JHSF3

R$ 5,47

+5,80%

KLBN11

R$ 24,75

-3,35%

RENT3

R$ 54,90

+1,42%

LCAM3

R$ 24,46

+0,57%

LWSA3

R$ 9,00

+4,16%

LAME4

R$ 6,55

+2,02%

LREN3

R$ 26,44

+1,14%

MGLU3

R$ 6,90

+3,75%

MRFG3

R$ 22,44

+0,40%

BEEF3

R$ 9,86

+1,02%

MRVE3

R$ 12,04

+2,03%

MULT3

R$ 19,94

+1,78%

PCAR3

R$ 19,50

-2,15%

PETR3

R$ 34,59

+0,34%

PETR4

R$ 31,77

+0,15%

VBBR3

21,40

+0,51%

PRIO3

R$ 23,60

-2,47%

QUAL3

R$ 17,01

+0,41%

RADL3

R$ 21,00

+2,68%

RAIL3

R$ 16,98

-2,86%

SBSP3

R$ 35,98

+0,81%

SANB11

R$ 31,43

+0,83%

CSNA3

R$ 25,75

-2,27%

SULA11

R$ 24,01

-1,47%

SUZB3

R$ 59,59

-1,19%

TAEE11

R$ 37,98

+0,87%

VIVT3

R$ 48,36

-0,08%

TIMS3

R$ 12,92

+0,38%

TOTS3

R$ 26,63

+0,98%

UGPA3

R$ 13,85

+1,46%

USIM5

R$ 15,86

-4,28%

VALE3

R$ 84,91

-2,07%

VIIA3

R$ 4,35

+3,32%

WEGE3

R$ 30,61

-0,42%

YDUQ3

R$ 20,42

+2,10%

A Vamos (VAMO3) é uma companhia de locação de longo prazo de caminhões, equipamentos e máquinas. Ao todo, a Companhia possui uma rede com 42 lojas de concessionárias de caminhões, lojas de máquinas e equipamentos agrícolas com cobertura nacional.

Neste texto, buscaremos compreender melhor a empresa Vamos (VAMO3), elencando os seguintes pontos:

  • História da Vamos (VAMO3);
  • O que faz a companhia;
  • Modelo de Negócios;
  • Governança Corporativa;
  • Gráfico das ações VAMO3 na Bolsa de Valores; e
  • Como analisar a empresa.

História da Vamos (VAMO3)

A companhia Vamos (VAMO3) cresceu dentro do Grupo JSLG3 nos anos de 1950. Seus negócios começam a partir do transporte de cargas em geral. Apenas na década de 1990, a companhia faz seu primeiro contrato de locação e passa a atuar com contratos de locação de Caminhões e Equipamentos.

Em 2015, a companhia foi constituída como uma sociedade limitada sob a denominação de JSL Locação de Máquinas e Veículos Pesados Ltda., tendo como atividade principal a locação de máquinas, veículos e equipamentos pesados, com ou sem condutor, além da prestação de serviços de gerenciamento, gestão e manutenção de frota, tanto preventiva quanto corretiva.

Em 2016, a JSL Locação de Máquinas e Veículos Pesados Ltda faz a aquisição de duas companhias, a J.P. Tecnolimp e a incorporação de ativos e passivos oriundos da cisão parcial da Movida Gestão com a Terceirização de Frotas S.A.

Em 2017 a companhia é parcialmente cindida, alterando sua denominação social para Vamos Locação de Caminhões, Máquinas e Equipamentos, além da mudança do tipo societário, se transformando numa sociedade por ações. Finalmente, em 2019, a empresa obtém registro de companhia aberta perante a CVM.

O que faz a Vamos (VAMO3)

A Vamos (VAMO3) é líder nacional no setor de locação de caminhões, máquinas e equipamentos, com uma frota de 14.015 ativos em 30 de setembro de 2020. O prazo médio dessas locações é de 60 meses de duração.

As atividades da companhia envolvem:

  1. Compra e venda de ativos;
  2. Locação de ativos; e
  3. Manutenção dos ativos.

Das 42 lojas espalhadas pelo Brasil (majoritariamente Sudeste e Centro-Oeste), 14 são concessionárias de caminhões e ônibus da marca VW/MAN (responsável por 29% do market share no mercado nacional), 15 concessionárias de máquinas e equipamentos da marca Valtra e 2 concessionárias da marca Komatsu (9,4% de market share), além de 11 lojas de seminovos.

No 3T20, a companhia contava com 270 clientes em sua carteira e 600 contratos de locação ativos, o que representa uma alta de 84% e 54%, respectivamente, comparado à 4T19.

Modelo de Negócio da Vamos (VAMO3)

O modelo de negócios da Vamos conta com:

  1. Serviço de locação de caminhões; máquinas e equipamentos e serviço de manutenção;
  2. Venda de caminhões, ônibus, equipamentos e máquinas através de concessionárias e lojas de seminovos.

O segmento de Locação da Companhia foi responsável por 92% do EBITDA gerado em 3T29. Sua frota conta com 11.680 caminhões e similares, além de 2.335 máquinas e equipamentos, totalizando 14.015 ativos. Esse serviço é prestado de forma exclusiva pelo “Portal do Cliente”. O hotsite também funciona como um hub para agendamento de serviços de manutenção, controle de frota por região, quilometragem rodada, custo de avaria, etc.

Atualmente, dos 600 contratos de locação, 39,4% é destinado ao setor do Agronegócio, 14,8% ao setor de Energia, 9,1% ao setor de Limpeza Urbana, 19,2% ao setor de Transporte e 17,5% para Outros.

Já no segmento de venda, a Vamos conta com 42 lojas e concessionárias, as quais foram responsáveis pela venda de 1.454 seminovos, 3.003 caminhões novos vendidos pelas lojas VW/Man e 595 Máquinas e Equipamentos vendidos nas lojas Valtra.

As duas frentes de negócio da Vamos (VAMO3), permitem gerar “sinergia”, pois a companhia consegue comprar os ativos a um valor descontado – devido a quantidade, prestar o serviço de locação e depois, ao fim do ciclo de contrato, vendê-los em suas lojas de seminovos, o que permite uma alta rotação para seu estoque (vale a pena analisar a Demonstração de Fluxo de Caixa para identificar quanto da Captação de Capital de Terceiras está financiando a Compra de Ativos para destinar a Locação).

Estratégia da Companhia

Atualmente, a companhia Vamos possui estratégias que visam:

  1. O crescimento orgânico através da expansão de sua base de clientes e áreas de penetração;
  2. O crescimento não-orgânico através de aquisições estratégicas; e
  3. Potencializar a sinergia (cross-selling) entre os segmentos de negócio.

Governança Corporativa

Gráfico das ações VAMO3 na Bolsa de Valores

Fonte: TC Matrix

Como analisar a empresa

Receita

A Receita Contratada da Vamos (VAMO3) possui uma baixa concentração por cliente. Os 5 maiores representam 12% da Receita Contratada, seguido por 10 maiores com 19%, 20 maiores com 29%, 30 maiores com 35% e 50 maiores com 44% da Receita Contratada.

O segmento de Locação de caminhões, máquinas e equipamentos representou 55,38% da Receita Líquida da Companhia em 2020. Sendo o restante (44,6%) referente ao segmento de Concessionária (venda de ativos).

Já no Lucro Líquido, o segmento de vendas ficou com apenas 11,71% do total, mostrando o quanto a margem nesse segmento é inferior ao segmento de serviços.

Custos e Despesas

Apesar de possuir um Imobilizado significativo, como a empresa o utiliza para o serviço de locação para posterior venda do ativo, seus custos são majoritariamente Variáveis, o que diminui a Alavancagem Operacional da companhia e a torna menos arriscada.

Ativos – Balanço Patrimonial

A Companhia mantém um saldo em Contas a Receber insignificante, haja visto o prazo e valor dos contratos de longo prazo. A maioria está em Aplicações Financeiras, o que implica dizer que a Companhia deve fazer a gestão do seu Capital de Giro de forma eficiente.

Além disso, no Não-Circulante, a conta de Imobilizado é mais presente, com cerca de 62% do Ativo total da empresa.

Passivos – Balanço Patrimonial

A conta de Fornecedores da Vamos (VAMO3) mais que dobrou no último período de balanço, o que se justifica pelo aumento da frota da companhia nos últimos anos.

Além disso, o perfil da dívida melhorou, diminuindo a obrigação de curto prazo e levando para o longo prazo. Cerca de 73% do Capital da empresa é financiado por terceiros, o que pode significar um risco caso a empresa venha a não honrar com suas obrigações.

Para mais informações sobre as empresas da Bolsa, acesse gratuitamente o TC Matrix. Com nosso aplicativo financeiro, você pode fazer análises relacionadas ao crescimento de receita, dívidas ativas, balanço patrimonial, cotação das ações, gráficos e muito mais para garantir que seu investimento tenha alta rentabilidade.

Relações Públicas pela UNESP/Bauru com especialização em Comunicação Organizacional pela ECA/USP

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

E-BOOK

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

Neste e-book — "Tudo o que você precisa saber sobre IPOs", trazemos todas as informações que você precisa saber para entender sobre a abertura de capital de uma empresa no mercado financeiro.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.