IBOV

105.069,69 pts

+0,68%

SP500

4.533,93 pts

-0,65%

DJIA

34.576,46 pts

+0,06%

NASDAQ

15.689,07 pts

-1,57%

IFIX

2.610,67 pts

+1,06%

BRENT

US$ 69,81

-0,83%

IO62

¥ 628,00

+2,44%

TRAD3

R$ 6,70

-2,89%

ABEV3

R$ 16,00

+0,62%

AMER3

R$ 27,81

+1,90%

ASAI3

R$ 13,30

+7,25%

AZUL4

R$ 22,43

+0,80%

B3SA3

R$ 11,63

+2,10%

BIDI11

R$ 32,90

+0,67%

BBSE3

R$ 21,18

+1,29%

BRML3

R$ 7,94

+1,01%

BBDC3

R$ 17,81

+0,96%

BBDC4

R$ 20,76

+0,28%

BRAP4

R$ 51,70

-0,93%

BBAS3

R$ 32,20

+0,49%

BRKM5

R$ 60,50

+4,85%

BRFS3

R$ 19,62

-0,15%

BPAC11

R$ 21,25

+1,48%

CRFB3

R$ 14,78

-0,67%

CCRO3

R$ 12,56

+3,97%

CMIG4

R$ 13,80

+3,13%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,20

+2,80%

COGN3

R$ 2,48

+1,22%

CPLE6

R$ 6,21

-1,27%

CSAN3

R$ 22,37

+2,42%

CPFE3

R$ 27,89

+1,63%

CVCB3

R$ 14,15

+7,27%

CYRE3

R$ 14,93

+7,02%

ECOR3

R$ 8,82

+5,62%

ELET3

R$ 35,39

+2,78%

ELET6

R$ 34,40

+1,92%

EMBR3

R$ 19,15

-0,98%

ENBR3

R$ 21,43

+0,28%

ENGI11

R$ 46,66

+1,08%

ENEV3

R$ 14,53

+3,19%

EGIE3

R$ 39,47

+0,50%

EQTL3

R$ 23,56

+2,25%

EZTC3

R$ 19,81

+4,64%

FLRY3

R$ 18,56

+3,57%

GGBR4

R$ 27,85

+1,45%

GOAU4

R$ 11,37

+0,17%

GOLL4

R$ 15,17

+0,73%

NTCO3

R$ 25,75

-0,30%

HAPV3

R$ 11,43

+4,76%

HYPE3

R$ 28,28

+3,09%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,54

+4,89%

IRBR3

R$ 4,18

-1,87%

ITSA4

R$ 9,85

-0,10%

ITUB4

R$ 22,98

-0,08%

JBSS3

R$ 33,41

-4,78%

JHSF3

R$ 5,19

+3,18%

KLBN11

R$ 24,20

-0,90%

RENT3

R$ 54,86

+2,40%

LCAM3

R$ 24,40

+2,39%

LWSA3

R$ 12,75

+8,97%

LAME4

R$ 5,13

+2,60%

LREN3

R$ 29,25

+2,27%

MGLU3

R$ 7,05

+4,28%

MRFG3

R$ 20,87

-5,69%

BEEF3

R$ 8,62

+1,65%

MRVE3

R$ 11,97

+5,36%

MULT3

R$ 20,70

+3,19%

PCAR3

R$ 22,50

+1,44%

PETR3

R$ 30,07

+2,27%

PETR4

R$ 28,76

+1,66%

VBBR3

21,90

+2,91%

PRIO3

R$ 21,21

+1,62%

QUAL3

R$ 16,22

+1,88%

RADL3

R$ 22,82

+2,74%

RAIL3

R$ 18,10

+3,36%

SBSP3

R$ 37,32

+1,85%

SANB11

R$ 33,66

+0,11%

CSNA3

R$ 23,28

-0,55%

SULA11

R$ 26,47

+1,92%

SUZB3

R$ 57,10

-1,27%

TAEE11

R$ 37,66

+1,20%

VIVT3

R$ 50,85

+1,31%

TIMS3

R$ 13,77

+1,02%

TOTS3

R$ 30,50

+1,19%

UGPA3

R$ 14,74

+4,16%

USIM5

R$ 14,23

-1,18%

VALE3

R$ 71,87

-1,61%

VIIA3

R$ 5,36

+4,28%

WEGE3

R$ 32,78

+0,76%

YDUQ3

R$ 23,76

+2,50%

IBOV

105.069,69 pts

+0,68%

SP500

4.533,93 pts

-0,65%

DJIA

34.576,46 pts

+0,06%

NASDAQ

15.689,07 pts

-1,57%

IFIX

2.610,67 pts

+1,06%

BRENT

US$ 69,81

-0,83%

IO62

¥ 628,00

+2,44%

TRAD3

R$ 6,70

-2,89%

ABEV3

R$ 16,00

+0,62%

AMER3

R$ 27,81

+1,90%

ASAI3

R$ 13,30

+7,25%

AZUL4

R$ 22,43

+0,80%

B3SA3

R$ 11,63

+2,10%

BIDI11

R$ 32,90

+0,67%

BBSE3

R$ 21,18

+1,29%

BRML3

R$ 7,94

+1,01%

BBDC3

R$ 17,81

+0,96%

BBDC4

R$ 20,76

+0,28%

BRAP4

R$ 51,70

-0,93%

BBAS3

R$ 32,20

+0,49%

BRKM5

R$ 60,50

+4,85%

BRFS3

R$ 19,62

-0,15%

BPAC11

R$ 21,25

+1,48%

CRFB3

R$ 14,78

-0,67%

CCRO3

R$ 12,56

+3,97%

CMIG4

R$ 13,80

+3,13%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,20

+2,80%

COGN3

R$ 2,48

+1,22%

CPLE6

R$ 6,21

-1,27%

CSAN3

R$ 22,37

+2,42%

CPFE3

R$ 27,89

+1,63%

CVCB3

R$ 14,15

+7,27%

CYRE3

R$ 14,93

+7,02%

ECOR3

R$ 8,82

+5,62%

ELET3

R$ 35,39

+2,78%

ELET6

R$ 34,40

+1,92%

EMBR3

R$ 19,15

-0,98%

ENBR3

R$ 21,43

+0,28%

ENGI11

R$ 46,66

+1,08%

ENEV3

R$ 14,53

+3,19%

EGIE3

R$ 39,47

+0,50%

EQTL3

R$ 23,56

+2,25%

EZTC3

R$ 19,81

+4,64%

FLRY3

R$ 18,56

+3,57%

GGBR4

R$ 27,85

+1,45%

GOAU4

R$ 11,37

+0,17%

GOLL4

R$ 15,17

+0,73%

NTCO3

R$ 25,75

-0,30%

HAPV3

R$ 11,43

+4,76%

HYPE3

R$ 28,28

+3,09%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,54

+4,89%

IRBR3

R$ 4,18

-1,87%

ITSA4

R$ 9,85

-0,10%

ITUB4

R$ 22,98

-0,08%

JBSS3

R$ 33,41

-4,78%

JHSF3

R$ 5,19

+3,18%

KLBN11

R$ 24,20

-0,90%

RENT3

R$ 54,86

+2,40%

LCAM3

R$ 24,40

+2,39%

LWSA3

R$ 12,75

+8,97%

LAME4

R$ 5,13

+2,60%

LREN3

R$ 29,25

+2,27%

MGLU3

R$ 7,05

+4,28%

MRFG3

R$ 20,87

-5,69%

BEEF3

R$ 8,62

+1,65%

MRVE3

R$ 11,97

+5,36%

MULT3

R$ 20,70

+3,19%

PCAR3

R$ 22,50

+1,44%

PETR3

R$ 30,07

+2,27%

PETR4

R$ 28,76

+1,66%

VBBR3

21,90

+2,91%

PRIO3

R$ 21,21

+1,62%

QUAL3

R$ 16,22

+1,88%

RADL3

R$ 22,82

+2,74%

RAIL3

R$ 18,10

+3,36%

SBSP3

R$ 37,32

+1,85%

SANB11

R$ 33,66

+0,11%

CSNA3

R$ 23,28

-0,55%

SULA11

R$ 26,47

+1,92%

SUZB3

R$ 57,10

-1,27%

TAEE11

R$ 37,66

+1,20%

VIVT3

R$ 50,85

+1,31%

TIMS3

R$ 13,77

+1,02%

TOTS3

R$ 30,50

+1,19%

UGPA3

R$ 14,74

+4,16%

USIM5

R$ 14,23

-1,18%

VALE3

R$ 71,87

-1,61%

VIIA3

R$ 5,36

+4,28%

WEGE3

R$ 32,78

+0,76%

YDUQ3

R$ 23,76

+2,50%

Vibra Energia

VBBR3

A Vibra Energia (VBBR3) (antiga BR Distribuidora – BRDT3) é a maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil em volume de vendas, atuando em todas as regiões do País, a Vibra Energia (VBBR3) é responsável pela logística de combustíveis através de oleodutos e transporte rodoviário/ferroviário/hidroviário e cabotagem.

Neste texto, buscaremos compreender melhor a empresa Vibra Energia (VBBR3), elencando os seguintes pontos:

  • História da Vibra Energia (VBBR3);
  • O que faz a Vibra Energia (VBBR3);
  • Modelo de Negócios (VBBR3);
  • Governança Corporativa;
  • Gráfico das Ações VBBR3 na Bolsa de Valores; e
  • Como analisar a empresa.

História da Vibra Energia (VBBR3)

A Petrobras Distribuidora S.A. foi constituída em 12 de novembro de 1971 em função da reestruturação da distribuição do petróleo no Brasil. Assim, a Vibra Energia (VBBR3) nasce da necessidade de abastecer o País, devido a ampla atividade de exploração de petróleo da Petrobras, que crescia a taxas superiores a 10% ao ano.

Após três anos da constituição da companhia, ela se tornou líder de mercado após diversos investimentos em distribuição de combustíveis e infraestrutura de armazenagem, como bases, depósitos, equipamentos e postos de revenda. O número de postos que a companhia abastecia já tinha crescido em 168% comparado com três anos atrás.

Durante a década de 1970, a companhia desenvolveu linhas de óleos lubrificantes destinados ao segmento automotivo e marítimo (Lubrax e Marbrax, respectivamente), óleos industriais e ferroviários (Lubrax e Ferbrax, respectivamente). Além disso, com a incorporação da Petróleo Minas Gerais S.A., a companhia passou a crescer substancialmente no segmento de vendas e revendedores e a comercializar etanol nos postos de revenda.

O ano de 1992 é um marco para a companhia, pois é quando ela começa a comercializar Gás Natural Veicular (GNV) e é quando é realizada sua oferta pública inicial de ações e a marca BR passa a ser utilizada para toda a atividade de distribuição e revenda de combustíveis no País.

Em 2000, a companhia começou a atuar no segmento de energia elétrica, participando de sociedades de geração de energia termoelétrica, como a Breitner Energética, Brasympe Energia e a Termoelétrica Potiguar.

Em 2004, a companhia adquiriu a Agip e a Liquigás Distribuidora S.A., e suas atividades de postos passaram a ser incorporadas a atividades de postos da companhia, enquanto a atividade de GLP da Liquigás se torna uma subsidiária.

Em 2007, a companhia passou a deter os ativos do Grupo Ipiranga localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Três anos depois, a franquia Lubrax+ é criada com o objetivo de oferecer serviços automotivos para seus clientes, através de seus postos.

No final de 2017, a companhia abre seu capital através do IPO na bolsa de valores e a Petrobras, sua atual controladora, levanta cerca de R$ 5 bilhões com a venda dos ativos.

O que faz a Vibra Energia (VBBR3)

A Vibra Energia (VBBR3) é a maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil em volume de vendas nos segmentos de Postos, Mercado Consumidor e Mercado de Aviação, com 22,8%, 37,8% e 51,5% de participação de mercado, respectivamente.

Sua estrutura logística conta com 95 bases de armazenagem de combustíveis, 11 depósitos de lubrificantes, 5 depósitos de supply house e 93 postos de abastecimento em aeroportos, distribuídos pelas 5 regiões brasileiras.

A companhia atua em 4 segmentos operacionais, sendo eles:

  1. Rede de Postos: A companhia fornece diesel, gasolina, etanol, GNV e lubrificantes através de 7.800 postos de serviços, localizados em todo o território nacional. Além disso, os postos contam com franquias da marca “BR Mania” e “Lubrax+”;
  2. Mercado consumidor: Conta com uma carteira de cerca de 10 mil clientes, dos mais variados segmentos, como: siderurgia, mineração, papel e celulose, cimento, transporte, termelétricas, etc.;
  3. Mercado de aviação: Sua carteira conta com mais de 1.600 clientes, fornecendo querosene (gasolina de aviação), além de serviços de recepção de aeronaves e clientes nas estruturas dos “BR Aviation Centers”; e
  4. Mercados Especiais: Produz e atua no beneficiamento de produtos químicos (enxofre, solventes, etc), produtos de energia (coque verde de petróleo) e asfálticos.

Os produtos comercializados no segmento de Rede de Postos são: gasolina petrobras podium, grid, comum, diesel petrobras podium, grid e comum, Etanol petrobras grid e comum, lojas de conveniência BR Mania e Lubrax+ Serviços automotivos.

Modelo de Negócios

Os produtos comercializados pela companhia são majoritariamente produzidos pela Petrobras ou por terceiros, com exceção dos lubrificantes. A companhia utiliza transportes rodoviários, fluvial, ferroviário, além de cabotagem e oleodutos a partir da origem do suprimento, até as bases de distribuição, chegando nos postos revendedores e clientes finais.

Em 2019, a companhia utilizava-se do serviço de 146 companhias de transporte na sua cadeia de distribuição, compostos por 7.500 caminhões, aproximadamente, os quais são selecionados a partir de processos de leilões.

Além disso, dos 7.817 postos que a companhia vende seu produto, apenas 670 eram de propriedade dela. O restante era propriedade de terceiros, haja visto que no Brasil é proibido distribuidores de combustíveis de operar postos de serviço.

Governança Corporativa

Diretoria e Conselho de Administração

Gráfico das Ações Vibra Energia (VBBR3) na Bolsa de Valores

Preço das Ações Vibra Energia (VBBR3)

Como analisar a empresa

Balanço Patrimonial – Ativos e Passivos

A companhia possui maior concentração na conta de ativos imobilizados e vale destacar que praticamente 50% desses ativos estão depreciados. Outra conta bastante significante da Vibra Energia (VBBR3) são os recebíveis da companhia, os quais possuem 40% do saldo já provisionados.

Demonstração de Resultados – Receitas e Despesas

O segmento operacional de Rede de Postos representa 59,2% da receita de vendas da companhia (2019), seguido pelo Mercado Consumidor (24,8%), Mercado de aviação (9,4%) e Mercado especiais (6,6%).

Para mais informações sobre empresas da B3, acesse gratuitamente o TC Matrix. Com a nossa ferramenta você pode fazer análises relacionadas ao crescimento de receita, dívidas ativas, balanço patrimonial, dividendos, proventos e muito mais para garantir que seu investimento tenha alta rentabilidade.

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

E-BOOK

Tudo o que você precisa saber sobre IPOs

Neste e-book — "Tudo o que você precisa saber sobre IPOs", trazemos todas as informações que você precisa saber para entender sobre a abertura de capital de uma empresa no mercado financeiro.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.