Conheça as 12 regras do livro clássico sobre mercado financeiro “Axiomas de Zurique”. A resenha de hoje traz uma das filosofias mais discutidas para administrar riscos nos investimentos.

Axiomas de Zurique – Resumo

Apesar de a Suíça ser geograficamente inóspita, é um país com uma população das mais ricas do mundo. Isto acontece porque os suíços são ótimos investidores e é justamente disto que o livro trata: de riscos e como administrá-los. Se você é contra assumir riscos, este livro não é indicado.

A fórmula, ou melhor, a filosofia discutida para administrar estes riscos é chamada de “Axiomas de Zurique“, que não são nada mais do que 12 regras.

 

O 1º Grande Axioma: Do Risco

– Preocupação não é doença. Se você não está preocupado, não está arriscando o bastante.

O primeiro grande axioma se trata de não ter medo de tomar risco, visto que esta é a única maneira de se tornar realmente rico. Isto, porém, cria uma preocupação constante.

1º Axioma Menor: Só invista no que valer a pena. Não invista apenas “o que se possa perder”. Invista pensando em retornos grandes, mesmo que o risco também seja maior.

2º Axioma Menor: Resista à tentação das diversificações. Diversificar é a tentativa de mitigar os riscos, investindo seu dinheiro em diversas companhias. O que este mecanismo faz, na verdade, é diminuir as chances de ficar rico.

A diversificação apresenta três problemas:

  1. perda da oportunidade de se investir muito em uma posição que valha a pena
  2. aumento de chances para que suas perdas sejam superiores aos seus ganhos
  3. dificuldade de acompanhar tantos investimentos ao mesmo tempo

 

O 2º Grande Axioma: Da Ganância

– Realize o lucro sempre cedo demais.

Não seja tão ganancioso a ponto de querer lucrar até o último centavo do seu investimento, mas também não deixe de realizar seus lucros. A única exceção para não vender quando já tem um bom lucro é quando fatos demonstrarem com clareza que o investimento tende a continuar valorizando.

3º Axioma Menorentre no negócio sabendo quanto quer ganhar; chegando lá, saia. Antes de iniciar a corrida, estabeleça aonde será linha de chegada. Um bom instrumento para barrar a ganância é presentear-se: ao atingir a meta previamente estabelecida, presenteie-se com algo caro. Pode ser um jantar, roupas, etc. Muitos especuladores o fazem, de maneira a terem um estímulo para parar. Aliás, o dinheiro ganho não vale nada se nunca for utilizado.

O 3º Grande Axioma: Da Esperança

– Quando o barco começar a afundar, não reze. Abandone-o.

O terceiro grande axioma fala sobre o que devemos fazer num momento de perda: vender assim que a ação começar a desabar (num patamar de 20% de queda). Saber perder é essencial para o investidor, é parte técnica do jogo. O fato de a maioria não conseguir entender isso é uma das principais razões do por que há tão poucos bons investidores.

Para este axioma, 3 obstáculos costumam emergir a nossa frente:

  1. incerteza de que a ação investida possa voltar a subir, logo após ser vendida
  2. dificuldade de se desapegar de um investimento
  3. dificuldade em assumir o erro, visto que é difícil admiti-lo

4º Axioma menor – aceite as pequenas perdas com um sorriso, como fatos da vida. Conte que irá incorrer em várias, enquanto esperar um grande ganho. Crie o hábito de aceitar as pequenas perdas: você provavelmente perderá mais do que acertará. O autor não recomenda o uso de stop-loss, de modo que use mais a sua capacidade em tomadas de decisões.

 

O 4º Grande Axioma: Das Previsões

– O comportamento do ser humano não é previsível. Desconfie de quem afirmar que conhece o futuro.

Não guie seus investimentos pelas previsões. O fato de comentarem apenas as previsões certas cria a falsa impressão de que alguns podem ser muito bons em prever o futuro. Eventos físicos podem ser previstos, já o comportamento humano depende de variáveis incontroláveis.

 

O 5º Grande Axioma: Dos Padrões

– Até começar a parecer ordem, o caos não é perigoso.

Não siga especialistas ou ache que tenha dominado o mercado. Padrões não existem para o comportamento do mercado financeiro. Quanto mais padrões você achar que tiver encontrado, mais errado estará.

5º Axioma menorCuidado com a Armadilha do Historiador. Por mais que, incontáveis vezes, o fato A e o fato B possam ter ocorrido um em seguida do outro, não quer dizer na próxima também será assim. A história não se repete para o mercado.

6º Axioma menorCuidado com a Ilusão do Grafista. Fazer gráficos para preço de ações é o mesmo que fazer para as ondas do mar: não há um padrão, não se repetirá.

7º Axioma menor – Cuidado com a Ilusão da Correlação e a Ilusão de Causalidade. A mente humana tende a criar relações de causa e efeito para tudo. Não é, por exemplo, a ascensão do partido A ou do partido B ao poder que fará com que as ações da empresa escolhida subam.

8º Axioma menor – Cuidado com a falácia do Jogador. Períodos de ganho acontecem e períodos de perda acontecem. Não existem dias em que você está mais “quente”, apenas dias em que você está apostando com menor prudência.

 

O 6º Grande Axioma: da Mobilidade

– Evite lançar raízes, pois elas tolhem seus movimentos.

Quanto mais procurar estar cercado pelo antigo, conhecido e confortável, quando relacionado a sua vida financeira, menor será o seu sucesso como investidor.

9º Axioma Menor – Numa operação que não deu certo, não se apegue a sentimentos como lealdade ou saudade. Não se apegue a uma empresa por motivos sentimentais. Assim que o investimento começar a desabar, saia.

10º Axioma menor – Jamais hesite em sair de um negócio se algo mais atraente aparecer em sua frente. Isto não quer dizer que se deve pular de uma ideia para outra a cada contratempo que ocorrer: seus movimentos devem ser feitos somente após avaliações cuidadosas de prós e contras.

 

O 7º Grande Axioma: Da Intuição

– Só confie num palpite que possa ser explicado.

Quando lhe ocorrer algum palpite pergunte-se: “Existem informações relevantes para que seja plausível que ele exista? ”.  Se perguntando sobre o porquê você errará menos. Obviamente, porém, não o previne de palpites errados. Por melhor que ele pareça, mantenha-se preocupado.

11º Axioma Menor – Jamais confunda palpite com esperança. Quando algo é muito desejado, é facílimo passar a acreditar que tal fato acontecerá. Desta maneira, é comum que palpites infundados se tornem esperanças infundadas.

 

O 8º Grande Axioma: Da Religião e Ocultismo

– É improvável que entre os desígnios de Deus para o Universo se inclua o de você ficar rico.

12º Axioma MenorSe astrologia funcionasse, todos os astrólogos seriam ricos.

13º Axioma Menor – Não é necessário exorcizar uma superstição. Podemos curti-la, desde que ela conheça o seu lugar. No momento em que suas superstições não influenciam em sua vida financeira, não há problema em acreditar no que quiser.

 

O 9º Grande Axioma:  Do Otimismo e Pessimismo

– Otimismo significa esperar o melhor, mas esperança significa saber como lidará com o pior. Jamais faça uma jogada por otimismo apenas.

Confiança nasce do uso construtivo do pessimismo. Antes de colocar seu dinheiro em um negócio, pergunte-se como se safará se tudo der errado. Tendo isto bem resolvido, já há algo muito melhor que o otimismo, há confiança.

 

O 10º Grande Axioma: Do Consenso

– Fuja da opinião da maioria. Provavelmente está errada.

Por mais que seja uma tendência natural acreditarmos, ou mesmo aceitarmos o que a maioria fala: resista. Não tomar como verdade e agir contra a maré te levará a lugares inusitados.

14º Axioma Menor – Jamais embarque nas especulações da moda. Com frequência, a melhor hora de comprar alguma coisa é quando ninguém a quer. A pressão da maioria não só é capaz de derrubar um bom palpite; nos faz duvidar até mesmo quando sabemos que temos razão. Na maioria das vezes, a maioria está errada. Isto não quer dizer que sempre estará errada, mas o investidor deve pensar pela sua própria cabeça.

 

O 11º Grande Axioma: Da Teimosia

– Se não deu certo da primeira vez, esqueça.

De algum modo, você deve derrubar a vontade de perseverar, pois ela pode te levar ao buraco.

15º Axioma Menor – Jamais tente salvar um mau investimento fazendo “preço médio”.

 

O 12º Grande Axioma: Do Planejamento

– Planejamentos a longo prazo geram a perigosa crença de que o futuro está sob controle. É importante jamais levar muito a sério os seus planos a longo prazo, nem os de quem quer que seja.

Um planejamento de longo prazo é uma ilusão de ordem para a vida toda. Simplesmente, é ridículo achar que se examinando as tendências de hoje seja possível projetar o futuro.

16º Axioma MenorFuja de investimentos de longo prazo. Não confie em um futuro que não se pode enxergar. Lembrando que o mercado não é ordenado, tudo pode mudar do dia para a noite e você perder o seu dinheiro de tantos anos acumulado. Cada investimento deve ser reavaliado no mínimo a cada três meses, tendo de justificar-se novamente.

Para quem quiser ter na biblioteca, dá para comprar online pela Amazon. O preço é R$ 100,00.

Resenha do Livro “Os Axiomas de Zurique”
Resenha escrita pela equipe da gestora Trópico
https://tropicoinvest.com

Autor do livro: Max Gunther
Publicação: 1985

Para potencializar seus rendimentos acesse também nosso APP:

A sua escola como investidor

Aprenda a investir o seu dinheiro

E-BOOK

Aprenda a investir o seu dinheiro

Neste e-book — "Aprenda a investir o seu dinheiro", trazemos todas as informações que você precisa saber antes de investir no mercado de ações, com segurança, conhecimento e confiança.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.