Existem diversos tipos de gráficos e cada investidor tem suas próprias preferências.

Você pode por exemplo, optar por gráficos temporais (Linha, Área, OHLC, Candlesticks) ou atemporais (Renko, Ponto e Figura).

Cada um destes tipos de gráfico tem suas vantagens e desvantagens, mas com toda certeza, podemos afirmar que o gráfico de Candlesticks é o que melhor representa informações ao investidor e portanto são os mais utilizados.

Os 3 elementos dos Candlesticks

1. Período: O principal conceito dos candlesticks é que cada candle representa o que ocorreu com o preço de uma ação durante um determinado período de tempo. Cada candle pode representar 1 minuto, 5 minutos, 1 hora, 1 semana, 1 mês e até mesmo 1 ano. Você é que escolhe.

2. Formato: O formato do candle por sua vez é determinado por importantes valores que o preço da ação atingiu durante este determinado período. São os preço de:

– abertura;
– fechamento;
– mínimo;
– máximo;

Estes valores dão forma aos dois elementos que compões um Candle:
– o corpo (que traz as informações de fechamento e abertura).
– a sombra (que informa os máximos e mínimos do período).

3. Cor: O terceiro elemento que compões um candlestick é a sua cor, e isso determina se o candlestick é de alta ou de baixa.

Quando o preço de fechamento está abaixo do preço de abertura, significa que o preço da ação caiu durante aquele determinado período, e o Candle será de baixa. Quando o preço de fechamento for maior que o preço de abertura, significa que o preço subiu durante aquele período e o candlestick será de alta.

Veja na figura abaixo como interpretar cada um dos três elementos do candlestick:

Candlesticks – Para se ter uma ideia

Dois cenários de queda, dois cenários de alta. Sem conhecer nada de AT , qual você acharia que tem a maior probabilidade de continuar a tendência e qual tem de reverter?

As características dos candles, associadas às regiões onde aparecem, nos passam informações valiosas com relação à intensidade, esgotamento, capacidade de superar obstáculos ou respeitá-los.

Podemos observar também que, movimentos laterais usualmente são construídos por candles menos amplos, demonstrando absoluto desinteresse dos traders em função do equilíbrio e harmonia vigente entre as forças de oferta e demanda, baixa volatilidade.

Nestas situações de consolidação é muito comum vermos sinalizações desconexas, movimentos desorganizados em função da ausência de um fluxo estabelecido, o que resulta em:

– Péssimas condições para se operar;
– Stops precoces;
– Perde-se muito tempo na operação;

 

A sua escola como investidor

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.