Capex e Opex: aprenda a importância desses conceitos ao analisar ações

Capex e Opex: aprenda a importância desses conceitos ao analisar ações

igor-leite

13 OUT

2 MIN

Capex e Opex: aprenda a importância desses conceitos ao analisar ações

Neste texto, trataremos sobre dois conceitos muito utilizados no mercado financeiro, seja na hora de fazer uma análise fundamentalista de uma empresa, ou para realizar o valuation de uma companhia: Capex e Opex. Sendo assim, este texto ficará dividido nos seguintes tópicos para melhor entendimento do assunto:

  • Conceitos: o que é Capex e Opex?
  • Diferença entre os conceitos
  • Casos reais: Capex e Opex na prática
  • Reflexão: a importância dessa informação para o investidor

Boa leitura!

homem aprendendo sobre capex e opex

Leia mais sobre análise fundamentalista:

Conceitos: o que é Capex e Opex?

Capital Expenditures (CAPEX), ou gastos de capital, são gastos realizados por uma empresa com bens do ativo imobilizado que irão gerar benefícios no exercício atual e nos próximos, aumentando assim o valor do ativo Imobilizado da companhia.

Alguns exemplos de Capex são: custos de instalação, custos de aquisição de imobilizado ou intangíveis e custos de montagem, entre outros.

Já o Operation Expenditures (OPEX), ou gastos do período, são gastos que a empresa faz que irão agregar às despesas do período corrente, pois nesse caso, esses gastos só irão gerar benefícios no exercício corrente.

Exemplo de OPEX: manutenção de máquinas, manutenção de equipamentos, entre outros.

Diferença entre os conceitos

A principal diferença entre CAPEX e OPEX é que, no primeiro caso, o gasto que a companhia irá realizar vai gerar benefícios por mais de um período social e vão adicionar valor a esse ativo em questão. Já no caso do OPEX, a despesa não será suficiente para gerar beneficio por mais de um período, sendo assim, não gera benefícios futuros para o ativo.

O tema de CAPEX e OPEX podem ser consultado pelo investidor no CPC 27 que trata sobre Ativos Imobilizados.

Casos reais: Capex e Opex na prática

Para fins de exemplo, utilizaremos o balanço da $BRFS3

Fonte: 2T20 BRF

Conforme a figura acima, observa-se a abertura do CAPEX da BRF. Nele, podemos evidenciar diferentes tipos de gastos de capital que a companhia fez, sejam eles em crescimento, eficiência, suporte, ativos biológicos e arrendamento mercantil, bem como o comparativo com o trimestre anterior e o seu trimestre comparativo do ano passado.

O investidor também poderá observar os dados da Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) na linha de caixa líquido das atividades de investimento.

Fonte: 2T20 BRF

Já quando o investidor quiser observar os dados referente ao OPEX, ele poderá buscar as informações por meio da nota explicativa de Despesa por Natureza. Em posse dessas informações, ele poderá identificar todos os gastos efetuados no período corrente, bem como sua comparação com o trimestre do ano anterior.

Reflexão: a importância dessa informação para o investidor

Dessa forma, esses dois conceitos são usados pelos investidores no processo de análise de empresa. Assim, em posse da informação do CAPEX, o investidor poderá entender os gastos que a companhia faz para melhoria no seu ativo e no caso do OPEX gastos que a companhia realiza para se manter. Isso faz com que o investidor possa analisar melhor a destinação de recursos da companhia, escolhendo as empresas mais eficientes, ou que destinam seus recursos para áreas mais lucrativas.

Contador e Mestre em Ciências Contábeis pelo PPGCC/UFPB.

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.