IBOV

106.524,16 pts

-0,37%

SP500

4.665,52 pts

+0,06%

DJIA

35.960,92 pts

+0,14%

NASDAQ

15.594,28 pts

-0,11%

IFIX

2.790,11 pts

+0,25%

BRENT

US$ 85,97

-0,10%

IO62

¥ 709,50

+0,28%

TRAD3

R$ 4,49

-2,39%

ABEV3

R$ 14,97

-0,86%

AMER3

R$ 30,63

+1,05%

ASAI3

R$ 12,10

-0,24%

AZUL4

R$ 25,96

-1,40%

B3SA3

R$ 12,25

+0,24%

BIDI11

R$ 23,10

-3,14%

BBSE3

R$ 19,58

+0,66%

BRML3

R$ 8,34

-0,71%

BBDC3

R$ 17,45

+0,05%

BBDC4

R$ 20,94

+0,33%

BRAP4

R$ 27,62

+0,36%

BBAS3

R$ 30,16

-0,82%

BRKM5

R$ 49,97

-4,19%

BRFS3

R$ 23,48

-3,37%

BPAC11

R$ 19,76

-0,35%

CRFB3

R$ 14,51

+0,76%

CCRO3

R$ 11,31

-0,70%

CMIG4

R$ 12,72

-0,07%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,11

+4,45%

COGN3

R$ 2,15

+3,36%

CPLE6

R$ 6,40

+0,94%

CSAN3

R$ 21,29

+0,33%

CPFE3

R$ 26,03

+0,30%

CVCB3

R$ 11,74

+0,25%

CYRE3

R$ 14,10

-0,63%

ECOR3

R$ 7,25

+0,69%

ELET3

R$ 31,27

-1,07%

ELET6

R$ 30,73

-1,15%

EMBR3

R$ 21,70

-1,40%

ENBR3

R$ 21,00

+0,96%

ENGI11

R$ 41,00

+0,07%

ENEV3

R$ 12,65

+0,07%

EGIE3

R$ 38,54

+0,39%

EQTL3

R$ 22,39

-1,01%

EZTC3

R$ 18,49

-0,64%

FLRY3

R$ 18,04

+0,61%

GGBR4

R$ 28,03

-0,88%

GOAU4

R$ 11,68

-0,51%

GOLL4

R$ 16,83

-0,59%

NTCO3

R$ 21,52

-1,28%

HAPV3

R$ 10,57

+2,52%

HYPE3

R$ 28,18

+0,64%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 61,97

+2,48%

IRBR3

R$ 3,50

-1,12%

ITSA4

R$ 9,49

-0,69%

ITUB4

R$ 23,38

-0,51%

JBSS3

R$ 36,93

-1,23%

JHSF3

R$ 4,84

-0,20%

KLBN11

R$ 24,83

-1,93%

RENT3

R$ 50,91

-0,70%

LCAM3

R$ 22,77

-0,48%

LWSA3

R$ 8,45

+0,71%

LAME4

R$ 5,78

+1,76%

LREN3

R$ 24,00

+0,12%

MGLU3

R$ 6,18

-2,37%

MRFG3

R$ 23,65

+0,59%

BEEF3

R$ 10,15

-1,16%

MRVE3

R$ 11,07

-0,18%

MULT3

R$ 18,29

-1,08%

PCAR3

R$ 19,38

-2,66%

PETR3

R$ 34,70

+0,40%

PETR4

R$ 31,68

+0,73%

VBBR3

19,82

-0,05%

PRIO3

R$ 22,96

+0,26%

QUAL3

R$ 16,10

+1,06%

RADL3

R$ 20,75

-1,19%

RAIL3

R$ 16,48

+1,04%

SBSP3

R$ 35,34

+0,65%

SANB11

R$ 31,38

-1,50%

CSNA3

R$ 25,24

-1,86%

SULA11

R$ 23,21

+0,78%

SUZB3

R$ 62,17

-0,95%

TAEE11

R$ 35,99

-0,19%

VIVT3

R$ 47,33

+0,96%

TIMS3

R$ 12,82

+1,50%

TOTS3

R$ 25,39

+0,75%

UGPA3

R$ 12,93

-1,74%

USIM5

R$ 16,17

-1,70%

VALE3

R$ 84,31

-0,44%

VIIA3

R$ 3,86

-2,77%

WEGE3

R$ 30,22

-1,56%

YDUQ3

R$ 19,17

+1,42%

IBOV

106.524,16 pts

-0,37%

SP500

4.665,52 pts

+0,06%

DJIA

35.960,92 pts

+0,14%

NASDAQ

15.594,28 pts

-0,11%

IFIX

2.790,11 pts

+0,25%

BRENT

US$ 85,97

-0,10%

IO62

¥ 709,50

+0,28%

TRAD3

R$ 4,49

-2,39%

ABEV3

R$ 14,97

-0,86%

AMER3

R$ 30,63

+1,05%

ASAI3

R$ 12,10

-0,24%

AZUL4

R$ 25,96

-1,40%

B3SA3

R$ 12,25

+0,24%

BIDI11

R$ 23,10

-3,14%

BBSE3

R$ 19,58

+0,66%

BRML3

R$ 8,34

-0,71%

BBDC3

R$ 17,45

+0,05%

BBDC4

R$ 20,94

+0,33%

BRAP4

R$ 27,62

+0,36%

BBAS3

R$ 30,16

-0,82%

BRKM5

R$ 49,97

-4,19%

BRFS3

R$ 23,48

-3,37%

BPAC11

R$ 19,76

-0,35%

CRFB3

R$ 14,51

+0,76%

CCRO3

R$ 11,31

-0,70%

CMIG4

R$ 12,72

-0,07%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,11

+4,45%

COGN3

R$ 2,15

+3,36%

CPLE6

R$ 6,40

+0,94%

CSAN3

R$ 21,29

+0,33%

CPFE3

R$ 26,03

+0,30%

CVCB3

R$ 11,74

+0,25%

CYRE3

R$ 14,10

-0,63%

ECOR3

R$ 7,25

+0,69%

ELET3

R$ 31,27

-1,07%

ELET6

R$ 30,73

-1,15%

EMBR3

R$ 21,70

-1,40%

ENBR3

R$ 21,00

+0,96%

ENGI11

R$ 41,00

+0,07%

ENEV3

R$ 12,65

+0,07%

EGIE3

R$ 38,54

+0,39%

EQTL3

R$ 22,39

-1,01%

EZTC3

R$ 18,49

-0,64%

FLRY3

R$ 18,04

+0,61%

GGBR4

R$ 28,03

-0,88%

GOAU4

R$ 11,68

-0,51%

GOLL4

R$ 16,83

-0,59%

NTCO3

R$ 21,52

-1,28%

HAPV3

R$ 10,57

+2,52%

HYPE3

R$ 28,18

+0,64%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 61,97

+2,48%

IRBR3

R$ 3,50

-1,12%

ITSA4

R$ 9,49

-0,69%

ITUB4

R$ 23,38

-0,51%

JBSS3

R$ 36,93

-1,23%

JHSF3

R$ 4,84

-0,20%

KLBN11

R$ 24,83

-1,93%

RENT3

R$ 50,91

-0,70%

LCAM3

R$ 22,77

-0,48%

LWSA3

R$ 8,45

+0,71%

LAME4

R$ 5,78

+1,76%

LREN3

R$ 24,00

+0,12%

MGLU3

R$ 6,18

-2,37%

MRFG3

R$ 23,65

+0,59%

BEEF3

R$ 10,15

-1,16%

MRVE3

R$ 11,07

-0,18%

MULT3

R$ 18,29

-1,08%

PCAR3

R$ 19,38

-2,66%

PETR3

R$ 34,70

+0,40%

PETR4

R$ 31,68

+0,73%

VBBR3

19,82

-0,05%

PRIO3

R$ 22,96

+0,26%

QUAL3

R$ 16,10

+1,06%

RADL3

R$ 20,75

-1,19%

RAIL3

R$ 16,48

+1,04%

SBSP3

R$ 35,34

+0,65%

SANB11

R$ 31,38

-1,50%

CSNA3

R$ 25,24

-1,86%

SULA11

R$ 23,21

+0,78%

SUZB3

R$ 62,17

-0,95%

TAEE11

R$ 35,99

-0,19%

VIVT3

R$ 47,33

+0,96%

TIMS3

R$ 12,82

+1,50%

TOTS3

R$ 25,39

+0,75%

UGPA3

R$ 12,93

-1,74%

USIM5

R$ 16,17

-1,70%

VALE3

R$ 84,31

-0,44%

VIIA3

R$ 3,86

-2,77%

WEGE3

R$ 30,22

-1,56%

YDUQ3

R$ 19,17

+1,42%

Dividend Yield on Cost: um indicador complementar para o investidor de dividendos

tcschool

13 DEZ

4 MIN

Dividend Yield on Cost: um indicador complementar para o investidor de dividendos

O investidor que busca renda passiva pode avaliar seus investimentos em empresas pagadoras de dividendos com o usando indicadores, como o Dividend Yield on Cost. Essas empresas, geralmente, são companhias em estágio de maturidade, com menores oportunidades de crescimento e, consequentemente, mais previsíveis e menos arriscadas.

Dessa forma, as ações dessas companhias podem ser ideais para ter uma maior rentabilidade em relação aos fundos de investimento imobiliário (FII) e aos títulos de renda fixa. Falando nisso, leia mais sobre Dividendos e Juros Sobre Capital Próprio e como ter renda passiva com os seus investimentos em nosso site (TC School).

Dentre as várias métricas associadas com a distribuição de dividendos, o Dividend Yield on Cost, ou apenas Yield on Cost (YOC), é uma das métricas complementares ao Dividend Yield e Dividend Payout. O YOC é uma medida do rendimento de dividendos calculada pela divisão dos dividendos e juros sobre capital próprio atuais de uma ação pelo preço inicialmente pago por essa ação.

 

Exemplo de cálculo do Dividend Yield on Cost

Vamos começar com um exemplo hipotético para explicar a ideia, depois entramos num exemplo real. No nosso exemplo de cálculo do Dividend Yield on Cost, um investidor comprou uma ação da EXPL3 em janeiro deste ano por R$ 5,00 e os dividendos mais juros sobre capital próprio atuais somaram R$ 1,00 por ação em dezembro.

O Yield on Cost para o investimento na ação do nosso exemplo seria de 20% no final do ano. Ou seja, uma rentabilidade em dividendos de 20% sobre o custo do investimento.Variação do preço da ação EXPL3 ao longo dos meses

Mas e se o investidor reinvestir esses dividendos comprando novas ações? E se o investidor decidir fazer compras periódicas? Neste caso, o ideal é fazer a conta do preço médio pago pelas ações.

Note que nem sempre você conseguirá reduzir o preço médio, já que a tendência é que as ações de empresas boas se valorizem ao longo do tempo. Porém, a empresa tenderá a elevar os dividendos pagos no futuro. Logo, a métrica vai acompanhar o preço e os dividendos pagos.

No exemplo abaixo, temos a métrica do Yield on Cost calculada em diversos cenários. Decidimos supor o caso do investidor que comprará 12 lotes de 100 ações durante o ano. Note que o valor vai diferir já que o preço médio mudará de acordo com o cenário de compra.

Métrica do Yield on Cost calculada em diversos cenários

OBS: {1} utilizando um número fracionado para manter os valores de dividendos.

 

Segundo o nosso exemplo, é possível notar que o Yield on Cost é sensível ao preço médio. Por isso, o maior Yield on Cost aparece no começo do ano quando o investidor compra pelo menor preço. Porém, é preciso ter em mente que para o investidor ter uma rentabilidade maior, é preciso reinvestir os dividendos.

 

Exemplo real do cálculo do Yield on Cost da Itaúsa (ITSA4)

Abaixo, temos um exemplo real com as ações da Itaúsa (ITSA4) a partir do ano 2000 até o ano de 2018. Adotamos os preços ajustados por dividendos, desdobramento e bonificações. Com este exemplo é possível notar que os dividendos e os preços da Itaúsa cresceram desde o ano 2000.

Na quarta coluna da tabela abaixo temos o Yield on Cost calculado anualmente para a ITSA4. Note que, como os preços cresceram mais do que os dividendos, o Dividend Yield on Cost anual diminuiu com os anos. Porém, o investidor que comprou periodicamente em janeiro de cada ano, apresentou um YOC muito maior ao longo do tempo.


Ênfase: não estamos recomendando que ninguém compre ações da Itaúsa e muito menos que compre em janeiro. Este foi apenas um exemplo.

 

Yield on Cost calculado anualmente para a ITSA4

Conclusão

O Yield on Cost é uma das várias métricas de desempenho do investimento em dividendos. Neste caso, temos uma métrica que deve ser utilizada em conjunto com outras para fornecer uma resposta adequada para a seguinte questão: quanto eu ganhei em dividendos dado o custo que eu tive que pagar? 

Assim como as métricas dividend yield e dividend payout, ela agrega em um número um fato específico: enquanto o dividend yield reflete a relação dos dividendos pagos pelo preço atual da ação e o payout reflete o quanto de dividendos foi distribuído em relação ao lucro líquido, o Yield on Cost reflete o dividendo recebido em relação ao custo de se obter a ação.

Note que, para aumentar a quantidade de dividendos recebidos em relação ao preço pago, o mais importe é encontrar ações que estejam com desconto ou negociadas com um preço justo e que pagam poucos dividendos. No futuro, quando essas ações começarem a pagar dividendos, o custo pago por elas será uma fração do que o investidor pode receber.

Veja mais sobre análise fundamentalista, valor intrínseco e avaliação por modelo de desconto de dividendos no TC School!

Para potencializar seus rendimentos acesse também nosso APP:

Lucas Nogueira
Mestre em Finanças pelo PPGA/UFPB
Contribui com textos educativos para o TC SChool

A sua escola como investidor

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.