IBOV

109.144,82 pts

+1,04%

SP500

4.568,28 pts

+0,78%

DJIA

35.233,39 pts

+0,59%

NASDAQ

15.264,71 pts

+1,44%

IFIX

2.811,91 pts

+0,17%

BRENT

US$ 88,07

-0,42%

IO62

¥ 752,50

+1,83%

TRAD3

R$ 4,32

+3,34%

ABEV3

R$ 14,55

+0,06%

AMER3

R$ 34,61

+4,24%

ASAI3

R$ 12,05

+0,16%

AZUL4

R$ 25,98

+2,81%

B3SA3

R$ 12,77

+4,16%

BIDI11

R$ 24,86

+10,48%

BBSE3

R$ 20,52

-0,77%

BRML3

R$ 8,89

+1,83%

BBDC3

R$ 17,49

-0,73%

BBDC4

R$ 20,97

-0,61%

BRAP4

R$ 28,61

-0,34%

BBAS3

R$ 31,08

+0,22%

BRKM5

R$ 49,60

+0,81%

BRFS3

R$ 23,89

+0,75%

BPAC11

R$ 21,15

+6,28%

CRFB3

R$ 14,85

-1,26%

CCRO3

R$ 11,61

+2,38%

CMIG4

R$ 13,02

+0,46%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,12

+1,92%

COGN3

R$ 2,34

+6,36%

CPLE6

R$ 6,56

+1,07%

CSAN3

R$ 22,62

+2,95%

CPFE3

R$ 27,01

+1,27%

CVCB3

R$ 12,20

+5,53%

CYRE3

R$ 15,36

+4,13%

ECOR3

R$ 7,57

+3,84%

ELET3

R$ 33,63

+1,78%

ELET6

R$ 33,07

+2,22%

EMBR3

R$ 20,93

+1,70%

ENBR3

R$ 21,60

-0,18%

ENGI11

R$ 41,08

-0,55%

ENEV3

R$ 13,16

+1,93%

EGIE3

R$ 39,60

+0,68%

EQTL3

R$ 22,48

+1,26%

EZTC3

R$ 20,38

+7,83%

FLRY3

R$ 17,92

-1,15%

GGBR4

R$ 28,86

-0,62%

GOAU4

R$ 12,05

-0,49%

GOLL4

R$ 16,90

+2,73%

NTCO3

R$ 22,28

+6,75%

HAPV3

R$ 11,41

+4,48%

HYPE3

R$ 29,08

+2,32%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 66,15

+3,78%

IRBR3

R$ 3,44

+2,07%

ITSA4

R$ 9,58

-0,41%

ITUB4

R$ 23,21

-1,14%

JBSS3

R$ 36,73

+0,32%

JHSF3

R$ 5,27

+6,46%

KLBN11

R$ 25,44

-0,97%

RENT3

R$ 53,29

+6,90%

LCAM3

R$ 23,87

+6,32%

LWSA3

R$ 8,95

+3,58%

LAME4

R$ 6,51

+3,66%

LREN3

R$ 26,05

+4,82%

MGLU3

R$ 6,71

+6,33%

MRFG3

R$ 22,95

+1,14%

BEEF3

R$ 9,83

-0,40%

MRVE3

R$ 11,92

+6,05%

MULT3

R$ 19,54

+4,21%

PCAR3

R$ 20,08

+0,50%

PETR3

R$ 34,52

+0,78%

PETR4

R$ 31,50

+0,03%

VBBR3

20,50

+4,59%

PRIO3

R$ 23,79

-0,83%

QUAL3

R$ 16,75

+0,66%

RADL3

R$ 20,94

+1,94%

RAIL3

R$ 17,24

+3,04%

SBSP3

R$ 36,40

+1,98%

SANB11

R$ 31,15

-1,17%

CSNA3

R$ 26,73

+0,98%

SULA11

R$ 23,93

+0,67%

SUZB3

R$ 60,65

-1,94%

TAEE11

R$ 37,61

+2,17%

VIVT3

R$ 48,81

+0,24%

TIMS3

R$ 12,95

-0,30%

TOTS3

R$ 26,37

+4,22%

UGPA3

R$ 13,39

+1,20%

USIM5

R$ 16,64

-0,65%

VALE3

R$ 87,54

-0,76%

VIIA3

R$ 4,27

+6,75%

WEGE3

R$ 30,92

+1,37%

YDUQ3

R$ 20,37

+5,16%

IBOV

109.144,82 pts

+1,04%

SP500

4.568,28 pts

+0,78%

DJIA

35.233,39 pts

+0,59%

NASDAQ

15.264,71 pts

+1,44%

IFIX

2.811,91 pts

+0,17%

BRENT

US$ 88,07

-0,42%

IO62

¥ 752,50

+1,83%

TRAD3

R$ 4,32

+3,34%

ABEV3

R$ 14,55

+0,06%

AMER3

R$ 34,61

+4,24%

ASAI3

R$ 12,05

+0,16%

AZUL4

R$ 25,98

+2,81%

B3SA3

R$ 12,77

+4,16%

BIDI11

R$ 24,86

+10,48%

BBSE3

R$ 20,52

-0,77%

BRML3

R$ 8,89

+1,83%

BBDC3

R$ 17,49

-0,73%

BBDC4

R$ 20,97

-0,61%

BRAP4

R$ 28,61

-0,34%

BBAS3

R$ 31,08

+0,22%

BRKM5

R$ 49,60

+0,81%

BRFS3

R$ 23,89

+0,75%

BPAC11

R$ 21,15

+6,28%

CRFB3

R$ 14,85

-1,26%

CCRO3

R$ 11,61

+2,38%

CMIG4

R$ 13,02

+0,46%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,12

+1,92%

COGN3

R$ 2,34

+6,36%

CPLE6

R$ 6,56

+1,07%

CSAN3

R$ 22,62

+2,95%

CPFE3

R$ 27,01

+1,27%

CVCB3

R$ 12,20

+5,53%

CYRE3

R$ 15,36

+4,13%

ECOR3

R$ 7,57

+3,84%

ELET3

R$ 33,63

+1,78%

ELET6

R$ 33,07

+2,22%

EMBR3

R$ 20,93

+1,70%

ENBR3

R$ 21,60

-0,18%

ENGI11

R$ 41,08

-0,55%

ENEV3

R$ 13,16

+1,93%

EGIE3

R$ 39,60

+0,68%

EQTL3

R$ 22,48

+1,26%

EZTC3

R$ 20,38

+7,83%

FLRY3

R$ 17,92

-1,15%

GGBR4

R$ 28,86

-0,62%

GOAU4

R$ 12,05

-0,49%

GOLL4

R$ 16,90

+2,73%

NTCO3

R$ 22,28

+6,75%

HAPV3

R$ 11,41

+4,48%

HYPE3

R$ 29,08

+2,32%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 66,15

+3,78%

IRBR3

R$ 3,44

+2,07%

ITSA4

R$ 9,58

-0,41%

ITUB4

R$ 23,21

-1,14%

JBSS3

R$ 36,73

+0,32%

JHSF3

R$ 5,27

+6,46%

KLBN11

R$ 25,44

-0,97%

RENT3

R$ 53,29

+6,90%

LCAM3

R$ 23,87

+6,32%

LWSA3

R$ 8,95

+3,58%

LAME4

R$ 6,51

+3,66%

LREN3

R$ 26,05

+4,82%

MGLU3

R$ 6,71

+6,33%

MRFG3

R$ 22,95

+1,14%

BEEF3

R$ 9,83

-0,40%

MRVE3

R$ 11,92

+6,05%

MULT3

R$ 19,54

+4,21%

PCAR3

R$ 20,08

+0,50%

PETR3

R$ 34,52

+0,78%

PETR4

R$ 31,50

+0,03%

VBBR3

20,50

+4,59%

PRIO3

R$ 23,79

-0,83%

QUAL3

R$ 16,75

+0,66%

RADL3

R$ 20,94

+1,94%

RAIL3

R$ 17,24

+3,04%

SBSP3

R$ 36,40

+1,98%

SANB11

R$ 31,15

-1,17%

CSNA3

R$ 26,73

+0,98%

SULA11

R$ 23,93

+0,67%

SUZB3

R$ 60,65

-1,94%

TAEE11

R$ 37,61

+2,17%

VIVT3

R$ 48,81

+0,24%

TIMS3

R$ 12,95

-0,30%

TOTS3

R$ 26,37

+4,22%

UGPA3

R$ 13,39

+1,20%

USIM5

R$ 16,64

-0,65%

VALE3

R$ 87,54

-0,76%

VIIA3

R$ 4,27

+6,75%

WEGE3

R$ 30,92

+1,37%

YDUQ3

R$ 20,37

+5,16%

Precificação de opções: entenda a grega Vega

lucas-uhlig

22 JUN

3 MIN

Precificação de opções: entenda a grega Vega

Nesse texto, falarei sobre a grega Vega e sua aplicação na precificação de opções. Farei uma reflexão sobre a volatilidade nas opções, abordando sobre os seguintes tópicos:

  • Gregas de opções – quais as variáveis que compõem o preço de uma opção?
  • Uma lição de volatilidade – minhas ações estão subindo, mas minha opções só caem
  • Como verificar se uma opção está cara ou barata?

Minhas ações estão subindo e minhas opções só caem. o que está acontecendo? uma lição de volatilidade

É iniciante? Indicamos que você leia antes de tudo um material bem completo que preparamos sobre opções.


Antes de continuarmos, baixe a nossa planilha para precificação de opções. Abordamos tanto o modelo Black & Scholes, quanto o modelo binomial.

Gregas de opções

Dentro do modelo de precificação de opções mais famoso, o Black & Scholes, existem 5 gregas, que é como são conhecidas as variáveis que compõem o preço de uma opção (ver Hull 2016), sendo elas:

  • Vega
  • Delta
  • Gamma
  • Theta

Minhas ações estão subindo e minhas opções só caem

Uma dessas variáveis, ou grega de opção, é o Vega. Ela mede a variação de uma opção em relação à volatilidade. Ou seja, se uma opção tem um Vega de R$ 0,10 centavos, isso quer dizer que uma variação de 1% para cima na volatilidade elevará o preço da opção em 0,10 centavos se todas as outras variáveis se mantiverem estáveis.
Dessa forma, ela está diretamente relacionada a volatilidade implícita da opção, que, quanto maior, mais valorizada a opção e quanto menor, menos valorizada.

Já que movimentos direcionais rápidos e fortes tendem a aumentar a volatilidade implícita, naturalmente também aumentam o preço da opção.

Um exemplo interessante deste movimento foi no pós covid-19, onde vários papéis caíram mais de 30% em poucos dias e elevaram muito a volatilidade, elevando também os prêmios das opções e, no fim do dia, aumentaram muito a volatilidade histórica, que é a volatilidade implícita medida num período de dias passados.

Nesse sentido, a grande tendência de se olhar no mercado é analisar a volatilidade histórica e compará-la com a volatilidade implícita, pois, da mesma maneira que nas médias móveis, tendem a voltar a média.

Ou seja, se a volatilidade histórica está maior que a implícita, pode ser oportunidade comprar opções (seja call ou put, já que o prêmio delas sobe da mesma forma com o aumento da volatilidade). O raciocínio inverso também é válido.

A opção está cara ou barata?

É muito comum ver operadores comprando opções com base apenas no preço relativo: “Uma opção saiu de R$1 para R$0,20, logo, está barata” ou simplesmente porque uma opção está abaixo de um preço que ele julgue baixo, como R$0,50.

Infelizmente, o preço relativo não quer dizer absolutamente nada em relação a uma opção estar cara ou barata. Uma forma de comprar opções “baratas” é justamente olhar para a volatilidade implícita em relação a média histórica.

Comprei uma opção e mesmo o papel subindo, ele está caindo

Um exemplo recente ocorreu com as ações da Via Varejo nesse ano. Em virtude da alta nos últimos 2 meses (cerca de 250% em relação a mínima), elevou a volatilidade implícita (Grega vega) para cerca de 179%, muito acima da volatilidade histórica anual, que era de 124%. Naturalmente, o prêmio das opções também subiu rapidamente.

O movimento que sucede o “descolamento” da volatilidade implícita da volatilidade histórica é a correção. Em outras palavras, o retorno à média, que neste caso foi corrigir para baixo, levando junto o prêmio das opções.

Dessa forma, quem comprou nas últimas semanas opções OTM (fora do dinheiro), como VVARG180 em diante, além de sofrer com a perda de prêmio oriunda do tempo, também viu seu prêmio cair abruptamente. Sobre isso, existem dois fatores principais:

  1. Opções fora do dinheiro tendem a perder prêmio mais rápido única e exclusivamente pelo fator tempo (outra variável no Black & Scholes). Isso acontece basicamente porque a probabilidade de ”dar exercício” é menor a cada dia que passa.
  2. A volatilidade implícita da opção está caindo, após um forte movimento de aumento e com isso o prêmio da opção.

Leia mais sobre opções e derivativos:

Referências

HULL, John C. Opções, futuros e outros derivativos. Bookman Editora, 2016.

Community manager do TC

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.