Entenda o que são minicontratos no mercado financeiro

Entenda o que são minicontratos no mercado financeiro

tcschool

07 JAN

5 MIN

Entenda o que são minicontratos no mercado financeiro

O texto de hoje é especial para quem deseja conhecer um pouco mais sobre minicontratos, como o mini índice e o mini dólar futuro. É um assunto bastante interessante sobre derivativos. Portanto, neste texto apresentamos o que é e como funciona na prática as operações com os minicontratos futuros. Para um melhor entendido do assunto, elencamos o artigo nos seguintes tópicos:

  • O que é contrato futuro?
  • Minicontrato futuro
  • Mini índice (WIN)
  • Mini dólar (WDO)
  • Margem de garantia

Boa leitura!

Mini contratos

O que é contrato futuro?

O minicontrato futuro é, como sugere o nome, uma versão em miniatura de um contrato futuro. Portanto, para entendê-lo plenamente, antes é necessário entender o que é o dito contrato futuro.

Contrato futuro é uma modalidade de derivativo que permite ao participante do mercado financeiro obter exposição comprada ou vendida em determinado ativo sem a necessidade de efetivamente comprá-lo ou vendê-lo. As partes da negociação “assinam um contrato” em que se comprometem a negociar o ativo-objeto em uma data futura por um preço determinado hoje. E, assim, uma parte fica “comprada” e a outra “vendida” com os mesmos ônus e bônus de ter o próprio ativo em carteira.

Por ser apenas um contrato de compra e venda e não uma negociação à vista, este derivativo não exige dos participantes o pagamento imediato. Ou seja, o comprador a futuro não faz qualquer desembolso para ficar exposto ao risco do ativo. Apenas margem de garantia é exigida pela bolsa para manutenção da posição.

Índice Ibovespa

Diante disso, para facilitar, vamos examinar o funcionamento de um contrato futuro muito líquido no Brasil, que é o do índice Ibovespa.

Um investidor que queira investir no índice Ibovespa pode fazê-lo no mercado à vista, fazendo a alocação proporcionalmente em todas as ações que o compõem. Muitas vezes os componentes do Ibov passam de 70 ativos, o que torna esta tarefa operacionalmente ineficiente. Alternativamente, o investidor pode comprar contratos futuros do índice. Neste caso, ao invés de enviar 70 ou mais ordens para a bolsa, enviará apenas uma.

Índice Ibovespa

Fonte: Pixabay

Minicontrato futuro

O mini é, como dissemos, uma versão em tamanho menor do contrato futuro do qual ele é derivado. A diferença consiste única e exclusivamente no tamanho. Via de regra, os mini contratos têm 20% do valor do seu contrato de referência.

Voltemos ao exemplo do contrato futuro de índice Ibovespa. Cada ponto do Ibov vale um real, portanto, com o índice cotado a 100.000 pontos, cada 1 contrato futuro deste ativo tem valor nocional de R$100 mil. Já o minicontrato de Ibov, com 20% do tamanho, valeria R$20 mil. Por ter tamanho menor, os minicontratos permitem melhor diversificação para o investidor de menor porte e, justamente por isso, costuma ter maior liquidez que seus “irmãos maiores”.

Na sequência vamos examinar detalhadamente os dois principais minicontratos negociados no Brasil, que são o de Ibovespa que já comentamos e o da taxa de câmbio reais por dólares.

Mini índice (WIN)

No minicontrato futuro do Ibovespa cada ponto do Ibovespa vale 20 centavos. Cada 1 contrato vale a pontuação ou o preço que está sendo negociado o contrato vezes 20 centavos. Muito importante ter atenção a esse número, pois ele é o que lhe dirá o tamanho da sua posição e, portanto, é o que vai medir o tamanho de seu lucro ou prejuízo potencial. Há vencimentos de contratos sempre nos meses pares, na quarta-feira mais próxima do dia 15. O código de negociação do mini índice é WIN.

Exemplo de operação

Investidor deseja apostar na alta do Ibovespa e, para isso, decide comprar 500 mil reais de exposição através de minicontrato futuro. A cotação na tela é de 100.000 pontos. Temos que cada contrato valerá, portanto, o equivalente a (100.000 x 0.20) = 20 mil reais. Para ganhar exposição de 500 mil, ele deverá comprar (500.000 / 20.000) = 25 contratos mini.

No dia seguinte, quando decide desfazer a operação, a cotação do contrato é de 98.000 pontos. O investidor faz então a venda dos 25 contratos mini e apura 2.000 pontos de prejuízo por contrato. Prejuízo total = (2.000 x 0.20 x 25) = R$10.000.

Mini índice

Fonte: Pixabay

Mini dólar (WDO)

Cada minicontrato futuro de dólar tem o valor nocional de 10.000 dólares. A cotação é feita em R$ por 1.000 dólares, ou seja, sempre vemos na tela a cotação em milhares de R$ por 1.000 dólares. Sendo assim, para calcular o tamanho do contrato em reais basta multiplicar o preço de cotação do contrato por 10.000.

Além disso, cada 1 ponto neste contrato equivale a R$10,00. Há vencimento de contratos todos os meses do ano e o vencimento ocorre sempre no 1º dia útil dos meses. Por fim, o código de negociação do mini dólar é WDO.

Exemplo de operação

Caso o investidor deseje apostar na queda do dólar e, para isso, decide vender 100 mil dólares através de minicontrato futuro. A cotação na tela é de 5.200. Cada contrato vale 10 mil dólares, logo, o investidor vende 10 contratos.

Uma semana depois, após ver o dólar cair para 5.100, o investidor decide desfazer a operação. Ele portanto compra 10 minicontratos de mesma especificação do que estava vendido e zera sua posição. Sendo assim, para apurar seu lucro, calculamos (5.200 – 5.100) x 10 contratos x R$10 por ponto de variação que resultado em um valor de R$10.000,00.

Margem de garantia

Para abrir uma posição em contratos futuros mini, seja ela comprada ou vendida, é necessário depositar garantias em sua conta da corretora. A margem mínima necessária muda quase que diariamente e também pode variar de acordo com características individuais de cada investidor. Portanto, para saber qual é a margem necessária para operar contate sua corretora.

Quer saber mais sobre margem de garantia? Leia o texto abaixo, disponível no TC School:

Mário de Avelar, CFA
Mário de Avelar
CFA
Certificações CFA e CGA. Gestor de fundo de investimento profissional. Mais de 15 anos de experiência em bancos, corretoras e assets. Atuou como gestor de fundo de investimento multimercado e de ações. Desenvolveu estratégias de investimento quantitativas no mercado de ações e de derivativos. Tem experiência como formador de mercado e atualmente é Head Trader de opções.

Quer conhecer mais conteúdos educativos sobre finanças?

Acesse o TC School e aproveite todos os materiais que os nossos profissionais preparam diariamente.

A sua escola como investidor

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.