IBOV

106.463,10 pts

-0,43%

SP500

4.665,77 pts

+0,06%

DJIA

35.946,88 pts

+0,10%

NASDAQ

15.589,28 pts

-0,14%

IFIX

2.793,07 pts

+0,36%

BRENT

US$ 86,12

+0,07%

IO62

¥ 709,50

+0,28%

TRAD3

R$ 4,46

-3,04%

ABEV3

R$ 14,85

-1,65%

AMER3

R$ 30,65

+1,12%

ASAI3

R$ 12,05

-0,66%

AZUL4

R$ 25,85

-1,82%

B3SA3

R$ 12,33

+0,90%

BIDI11

R$ 23,59

-1,09%

BBSE3

R$ 19,62

+0,87%

BRML3

R$ 8,46

+0,71%

BBDC3

R$ 17,42

-0,11%

BBDC4

R$ 20,94

+0,33%

BRAP4

R$ 27,60

+0,29%

BBAS3

R$ 30,21

-0,65%

BRKM5

R$ 49,85

-4,42%

BRFS3

R$ 23,47

-3,41%

BPAC11

R$ 19,83

+2,95%

CRFB3

R$ 14,56

+1,11%

CCRO3

R$ 11,24

-1,31%

CMIG4

R$ 12,75

+0,15%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,11

+4,45%

COGN3

R$ 2,15

-0,46%

CPLE6

R$ 6,40

+0,94%

CSAN3

R$ 21,29

+0,33%

CPFE3

R$ 26,04

+0,34%

CVCB3

R$ 11,53

-1,53%

CYRE3

R$ 13,99

-1,40%

ECOR3

R$ 7,18

-0,27%

ELET3

R$ 31,42

-0,60%

ELET6

R$ 30,96

-0,41%

EMBR3

R$ 21,53

-2,18%

ENBR3

R$ 20,98

+0,86%

ENGI11

R$ 41,02

+0,12%

ENEV3

R$ 12,62

+3,69%

EGIE3

R$ 38,42

+0,07%

EQTL3

R$ 22,28

-1,50%

EZTC3

R$ 18,51

-0,53%

FLRY3

R$ 17,83

-0,55%

GGBR4

R$ 28,03

-0,88%

GOAU4

R$ 11,67

-0,59%

GOLL4

R$ 16,65

-1,65%

NTCO3

R$ 21,50

-1,37%

HAPV3

R$ 10,55

+2,32%

HYPE3

R$ 28,02

+3,43%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 61,48

+1,67%

IRBR3

R$ 3,49

-1,41%

ITSA4

R$ 9,51

-0,48%

ITUB4

R$ 23,43

-0,29%

JBSS3

R$ 36,90

-1,31%

JHSF3

R$ 4,84

-0,20%

KLBN11

R$ 24,67

-2,56%

RENT3

R$ 50,67

-1,17%

LCAM3

R$ 22,65

-1,00%

LWSA3

R$ 8,54

+1,78%

LAME4

R$ 5,77

+1,58%

LREN3

R$ 23,71

-1,08%

MGLU3

R$ 6,15

-2,84%

MRFG3

R$ 23,37

-0,59%

BEEF3

R$ 9,99

-2,72%

MRVE3

R$ 10,99

-0,90%

MULT3

R$ 18,36

-0,70%

PCAR3

R$ 19,27

-3,21%

PETR3

R$ 34,79

+0,66%

PETR4

R$ 31,68

+0,73%

VBBR3

19,68

-0,75%

PRIO3

R$ 22,82

-0,34%

QUAL3

R$ 16,06

+0,81%

RADL3

R$ 20,83

-0,81%

RAIL3

R$ 16,45

+0,85%

SBSP3

R$ 35,20

+0,25%

SANB11

R$ 31,37

-1,53%

CSNA3

R$ 25,17

-2,13%

SULA11

R$ 23,25

+0,95%

SUZB3

R$ 62,01

-1,21%

TAEE11

R$ 36,00

-0,16%

VIVT3

R$ 47,57

+1,47%

TIMS3

R$ 12,81

+1,42%

TOTS3

R$ 25,40

+0,79%

UGPA3

R$ 12,88

-2,12%

USIM5

R$ 16,10

-2,12%

VALE3

R$ 84,15

-0,63%

VIIA3

R$ 3,90

-1,76%

WEGE3

R$ 30,20

-1,62%

YDUQ3

R$ 18,88

-0,10%

IBOV

106.463,10 pts

-0,43%

SP500

4.665,77 pts

+0,06%

DJIA

35.946,88 pts

+0,10%

NASDAQ

15.589,28 pts

-0,14%

IFIX

2.793,07 pts

+0,36%

BRENT

US$ 86,12

+0,07%

IO62

¥ 709,50

+0,28%

TRAD3

R$ 4,46

-3,04%

ABEV3

R$ 14,85

-1,65%

AMER3

R$ 30,65

+1,12%

ASAI3

R$ 12,05

-0,66%

AZUL4

R$ 25,85

-1,82%

B3SA3

R$ 12,33

+0,90%

BIDI11

R$ 23,59

-1,09%

BBSE3

R$ 19,62

+0,87%

BRML3

R$ 8,46

+0,71%

BBDC3

R$ 17,42

-0,11%

BBDC4

R$ 20,94

+0,33%

BRAP4

R$ 27,60

+0,29%

BBAS3

R$ 30,21

-0,65%

BRKM5

R$ 49,85

-4,42%

BRFS3

R$ 23,47

-3,41%

BPAC11

R$ 19,83

+2,95%

CRFB3

R$ 14,56

+1,11%

CCRO3

R$ 11,24

-1,31%

CMIG4

R$ 12,75

+0,15%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,11

+4,45%

COGN3

R$ 2,15

-0,46%

CPLE6

R$ 6,40

+0,94%

CSAN3

R$ 21,29

+0,33%

CPFE3

R$ 26,04

+0,34%

CVCB3

R$ 11,53

-1,53%

CYRE3

R$ 13,99

-1,40%

ECOR3

R$ 7,18

-0,27%

ELET3

R$ 31,42

-0,60%

ELET6

R$ 30,96

-0,41%

EMBR3

R$ 21,53

-2,18%

ENBR3

R$ 20,98

+0,86%

ENGI11

R$ 41,02

+0,12%

ENEV3

R$ 12,62

+3,69%

EGIE3

R$ 38,42

+0,07%

EQTL3

R$ 22,28

-1,50%

EZTC3

R$ 18,51

-0,53%

FLRY3

R$ 17,83

-0,55%

GGBR4

R$ 28,03

-0,88%

GOAU4

R$ 11,67

-0,59%

GOLL4

R$ 16,65

-1,65%

NTCO3

R$ 21,50

-1,37%

HAPV3

R$ 10,55

+2,32%

HYPE3

R$ 28,02

+3,43%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 61,48

+1,67%

IRBR3

R$ 3,49

-1,41%

ITSA4

R$ 9,51

-0,48%

ITUB4

R$ 23,43

-0,29%

JBSS3

R$ 36,90

-1,31%

JHSF3

R$ 4,84

-0,20%

KLBN11

R$ 24,67

-2,56%

RENT3

R$ 50,67

-1,17%

LCAM3

R$ 22,65

-1,00%

LWSA3

R$ 8,54

+1,78%

LAME4

R$ 5,77

+1,58%

LREN3

R$ 23,71

-1,08%

MGLU3

R$ 6,15

-2,84%

MRFG3

R$ 23,37

-0,59%

BEEF3

R$ 9,99

-2,72%

MRVE3

R$ 10,99

-0,90%

MULT3

R$ 18,36

-0,70%

PCAR3

R$ 19,27

-3,21%

PETR3

R$ 34,79

+0,66%

PETR4

R$ 31,68

+0,73%

VBBR3

19,68

-0,75%

PRIO3

R$ 22,82

-0,34%

QUAL3

R$ 16,06

+0,81%

RADL3

R$ 20,83

-0,81%

RAIL3

R$ 16,45

+0,85%

SBSP3

R$ 35,20

+0,25%

SANB11

R$ 31,37

-1,53%

CSNA3

R$ 25,17

-2,13%

SULA11

R$ 23,25

+0,95%

SUZB3

R$ 62,01

-1,21%

TAEE11

R$ 36,00

-0,16%

VIVT3

R$ 47,57

+1,47%

TIMS3

R$ 12,81

+1,42%

TOTS3

R$ 25,40

+0,79%

UGPA3

R$ 12,88

-2,12%

USIM5

R$ 16,10

-2,12%

VALE3

R$ 84,15

-0,63%

VIIA3

R$ 3,90

-1,76%

WEGE3

R$ 30,20

-1,62%

YDUQ3

R$ 18,88

-0,10%

Como a Reforma Tributária afeta o lucro presumido dos shopping centers

tcschool

02 JUL

4 MIN

Como a Reforma Tributária afeta o lucro presumido dos shopping centers

Trataremos nesse texto de um dos pontos enviados pelo Governo Federal, na chamada Reforma Tributária – segunda parte, entregue em 25 de junho, última sexta-feira, e que foi numerado como Projeto de Lei nº 2337/2021.

Tal projeto, segundo o governo, “trará simplificação e menos custo, redução de distorções e fim de privilégios sem reduzir as arrecadações da União” e atuará na Pessoa Física, especialmente no reajuste da Tabela do Imposto de Renda e nas Pessoas Jurídicas, com uma redução gradual até chegar aos 10% anuais.

Provavelmente, muitos investidores que possuem imóveis alugados, podem ter algumas dúvidas. Desse forma, para tentarmos esclarecer alguns pontos, trataremos os seguintes tópicos:

  • O “lucro presumido” e a reforma tributária
  • Análise de JHSF3

Boa leitura!

O “lucro presumido” e a reforma tributária

A reforma tributária 2021, especialmente o trecho que trata do “lucro presumido” para as empresas que auferem mais de 50% da receita de aluguel — e tipicamente empresas de shopping centers e hoje têm uma combinação de lucro presumido e “lucro real”, como ficará a apuração do IRPJ.

Antes de nos debruçarmos sobre o assunto, faço algumas ressalvas:

a) Como investidor, devemos buscar entender os fundamentos e projetar cenários futuros, especialmente quando identificamos um gap capaz de render resultados ou mesmo de promover uma expectativa maior de ganhos futuros.

Nesse cenário, aqui estamos analisando o que foi enviado pelo governo ao congresso. Sabe-se, no entanto, que o congresso poderá alterar, debater e votar, tendo o presidente direito de veto e possibilidade de derrubada de veto, assim, essa expectativa poderá ser aceita ou mesmo, modificada.

b) Aqui, utilizamos dados públicos de uma empresa listada na bolsa e pode meio dela traçamos um cenário, mas ressaltamos que não utilizamos a composição, mas sim, a estimativa pelo custo.

Diante disso, tem-se no trecho do PL 2337/2021 que altera o art. 14 da Lei nº 9.718, de 27 de novembro de 1998:

Art. 14
VIII – cuja receita bruta no ano-calendário anterior, decorrente de royalties ou de administração, aluguel ou compra e venda de imóveis próprios, represente mais de cinquenta por cento da receita bruta do mesmo ano;

Análise de JHSF3

Vejamos o exemplo da JHSF3 que no relatório com as informações consolidadas 1T21:

receita bruta e líquida

Ultrapassando assim os 50% que trata o PL, sendo assim, obrigada a ser tributada pelo Lucro Real, não podendo seus projetos de incorporação imobiliária adotar mais o lucro presumido.

Baseado nas DFP da JHSF3 para o 1T21 estimamos assim:

O Lucro presumido era calculado assim.

Para esse caso as alíquotas são de 0,65% para o PIS e 3% para o Cofins e o valor considerado é o faturamento bruto. Então, temos:

PIS = R$ 314,4* x 0,65% = R$ 2,04*
COFINS = R$ 314,4* x 3% = R$ 9,43*

*Milhões

No que se refere ao IRPJ, com base na Lei 9.249/95 e no Decreto 9.580/18, que tratam do imposto de renda das pessoas jurídicas, as empresas que exploram atividades imobiliárias, notadamente àquelas relativas ao loteamento de terrenos, incorporação imobiliária, construção de prédios destinados à venda e a venda de imóveis construídos ou adquiridos para a revenda.

Nesse caso, quando decorrente da comercialização de imóveis, há incidência da presunção de lucro o montante de 8% sobre a receita bruta e posteriormente a aplicação da alíquota do IR de 15%, bem como o adicional de 10% em caso de ultrapassar 20 mil mensal, o que ocorre para o caso em tela e que consideramos direto para fins didáticos.

Então, temos, com base nos dados da JHSF3 para o 1T21 relativas as atividades de incorporação e renda recorrente, que seriam diretamente alteradas frente tais mudanças o seguinte cálculo:

jhsf

No Lucro Real, teríamos a dificuldade de estimar os custos, uma vez que esses impactam na definição da base de cálculo. Porém utilizamos os dados constantes no 1T21 da JHSF3 relativas as atividades de incorporação e renda recorrente:

projeção 2022

*Projeção para 2022

projeção 2023

*Projeção 2023

Ou seja, com isso, verifica-se a possibilidade real de redução de aproximadamente 32,74% do lucro das empresas para 2022 e 30,29% para 2023, especialmente aquele decorrente desse tipo de atividade, que será diretamente impactada pela proposta de reforma tributária.

Projeção 2022
Diferença de Lucro     78,37
Percentual de Redução     32,74%

Projeção 2023
Diferença de Lucro     72,50
Percentual de Redução     30,29%

Tal situação ocorre pela obrigatoriedade de adoção do Lucro Real e pelo aumento das alíquotas incidentes para esse tipo de tributação, frente o lucro presumido.

Registre-se que aqui é apenas uma simulação, sendo necessário apuração do Lucro Real, com dados mais precisos, uma vez que, caso as despesas sejam maiores, levando para a apuração pelo Lucro Real, pode haver um pagamento ainda menor, mas faz-se necessário revisar por dados das empresas envolvidas.

Alertamos que as projeções aqui relatadas não tem o intuito de prover qualquer indicação de compra ou venda de ativos, e estão limitadas aos dados empregados e estimados aqui com fins didáticos, ressaltando que as análises tributárias são vinculadas aos dados disponíveis e notadamente aos que utilizamos para fins de simulação.

Referências:

Governo entrega 2a fase da Reforma Tributária ao Congresso Nacional. Disponível em: <https://www.gov.br/pt-br/noticias/financas-impostos-e-gestao-publica/2021/06/governo-entrega-2a-fase-da-reforma-tributaria-ao-congresso-nacional>. Acesso em: 1 jul. 2021.

PATRIMONIAL, B.; PASSIVO, B. Índice Dados da Empresa DFs Individuais Pareceres e Declarações. [s.l.] , [s.d.]. Disponível em: <https://api.mziq.com/mzfilemanager/v2/d/1389c06d-4b85-4082-ae2b-3cc3b67db647/a1ab56d6-5ded-9e91-fbbf-4955c8cfb91b?origin=1>. Acesso em: 1 jul. 2021.

PADUA. Tributação da Renda Imobiliária nas Empresas do Lucro Presumido – Pádua Faria Advogados. Disponível em: <https://paduafariaadvogados.com.br/tributacao-da-renda-imobiliaria-nas-empresas-do-lucro-presumido/>. Acesso em: 1 jul. 2021.

Lei nº 9.249, de 26 de Dezembro de 1995. Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9249.htm>. Acesso em: 1 jul. 2021.

redator seo
João Marcelo Alves de Macêdo
Contador, doutor em contabilidade, professor de contabilidade e conselheiro de administração de cooperativas de crédito.

A sua escola como investidor

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.