TC Mover
Mover

Machado, Kafruni: Denúncia sobre vacinas carece de provas

Postado por: TC Mover em 30/06/2021 às 13:56
Machado da Costa e Simone Kafruni analisam denúncia sobre vacina

A denúncia do empresário Luiz Paulo Dominguetti Pereira, da Davati Medical Supply, de que um representante do Ministério da Saúde pediu propina para que suas vacinas fossem compradas pelo governo estremeceu Brasília na última terça-feira, 29, mas pode ter fôlego curto à medida que o governo já possui uma defesa pronta: a exclusividade de compras pela Fiocruz.

A queixa do empresário à Folha de S. Paulo traz um fato grave, que será apurado pela Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga as ações do governo na pandemia, a CPI da Covid, como já deixou claro o senador Omar Aziz – que comanda a comissão. Luiz Paulo Dominguetti afirma que Roberto Dias, um funcionário comissionado indicado pelo líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, pediu para encarecer as vacinas em US$1 por dose e cobrou o repasse do valor para um grupo de “composição”.

Nome do presidente Jair Bolsonaro não foi citado em denúncia de Luiz Paulo Dominguetti

No entanto, vamos por partes. A prova de um encontro entre os dois, além de um militar e mais uma quarta pessoa em um restaurante em um shopping de Brasília, estaria guardada nas câmeras de monitoramento do centro comercial. Até o momento, nada indica que exista uma gravação. Outro ponto importantíssimo: o nome do presidente Jair Bolsonaro também não é citado em nenhum momento.

Assim, de acordo com observadores da política em Brasília, em nada esta denúncia se parece com eventos recentes da política brasileira, como a gravação do ex-presidente Michel Temer, que culminou no chamado “Joesley Day”, ou as descobertas sequenciais de enriquecimento inexplicável de ministros integrantes do início do governo de Dilma Rousseff.

Augusto Aras provavelmente engavetará notícia-crime contra o presidente

Por outro lado, a denúncia alimenta a fogueira da CPI da Covid, que busca implicar Jair Bolsonaro em algum esquema ainda a ser descoberto. O escândalo da Covaxin, que rendeu uma notícia-crime por improbidade administrativa feita por senadores no Supremo Tribunal Federal, provavelmente será engavetada pelo Procurador-Geral da República, Augusto Aras, fontes disseram ao TC Scoop nesta semana.

O deputado Marcelo Freixo, ainda na terça-feira, 29, disse que percorrerá as lideranças partidárias para entrar com representação na Procuradoria-Geral da República, pressionando ainda mais Augusto Aras. Segundo uma pessoa próxima do procurador-geral, a ideia dificilmente prosperará caso o objetivo seja minar a reputação do presidente.

Ricardo Barros pode pagar a conta se denúncia tornar temperatura insustentável

A defesa do governo, inclusive, já tem o discurso pronto para contrapor a denúncia. Vacinas de AstraZeneca, Janssen e Pfizer foram comercializadas exclusivamente pela Fundação Oswaldo Cruz, a Fiocruz, e não pelo ministério. Por outro lado, caso a temperatura fique insustentável, já se imagina que haverá alguém para pagar a conta. Esta pessoa deverá ser o líder Ricardo Barros. E, caso isso aconteça, a blindagem do governo poderá estar comprometida.

A denúncia de Luiz Paulo Dominguetti obrigou Ricardo Barros a emitir uma nota pública pela segunda vez em três dias. Agora, ele diz que Roberto Dias, artífice do encontro com o empresário, foi nomeado antes dele ser líder do governo e que não é sua indicação. “Desconheço totalmente a denúncia da Davati”, concluiu o deputado.

Arte: Vinícius Martins / TC Mover


DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.


Leia também

Desemprego mantém recorde em abril, em linha com consenso

Mercados oscilam em virada do semestre; no radar, denúncias sobre vacinas: Espresso

Calendário Econômico: desemprego, setor público, dívida

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais