TC Mover
Mover

Sanita: Eneva (ENEV3)

Postado por: TC Mover em 26/02/2021 às 15:48
Eneva

Essa semana falo sobre a empresa Eneva, código ENEV3. A Eneva é uma empresa integrada de energia, com negócios complementares em geração de energia elétrica e exploração e produção de hidrocarbonetos no Brasil.

Atualmente, possui um parque de geração térmica de 2,2 GW, que representa 9,00% da capacidade de geração térmica do país. A capacidade total instalada atingirá 2,8 GW até 2024, com a entrada em operação de três novas usinas.

É a maior operadora privada de gás natural do Brasil, com uma capacidade de produção de 8,4 milhões de m³ por dia. Em 2021, com o início das operações na Bacia do Amazonas, a capacidade de produção de gás natural atingirá 9,0 milhões de m³ por dia.

Atualmente, opera dez campos de gás natural nas Bacias do Parnaíba e Amazonas e, adicionalmente, possui contratos de concessão para exploração e produção de hidrocarbonetos em mais de 62.000 km².

Ao final de 2020, a Eneva adquiriu sete blocos exploratórios nas Bacias do Amazonas e Paraná, e o campo de Juruá na Bacia do Solimões.

A Eneva foi pioneira na adoção do Reservoir-to-Wire, R2W, modelo de negócios com integração total desde a exploração de gás natural até a comercialização da energia gerada. A atuação em toda a cadeia de valor confere à Eneva uma plataforma de crescimento para capturar uma ampla variedade de oportunidades em áreas estratégicas no setor de energia.

Fonte: Eneva

O que nos mostra a movimentação dos preços? O que me chama a atenção no ativo da Eneva (ENEV3)?

O papel da Eneva, código ENEV3, vem numa forte recuperação desde o crash que tivemos nos mercados em 2020. O ativo se valorizou fortemente, subindo das mínimas de março, R$24,43, até a máxima histórica em fevereiro de 2021, R$75,44, mais de 208%.

Eneva

Mas será que já não subiu muito? Não seria hora de olhar outros ativos que poderiam ter mais potencial de subida, olhando as memórias de preço do passado?

Bem, um detalhe interessante é que o ativo da Eneva já negociou a patamares muito maiores do que negocia hoje.

Em 2012, atingiu máxima histórica em R$1.025:

Eneva

Atualmente, o ativo da Eneva vem numa tendência forte e saudável de alta, principalmente quando conseguiu se livrar da faixa de resistência dos R$50-R$53:

Eneva

Nas últimas semanas, após deixar topo nos R$75,00, fez correção saudável até a MMe9, abrindo uma oportunidade de se avaliar entrada com uma melhor relação risco x retorno:



Caso vejamos a superação da máxima dessa semana na semana que vem, podemos ver um movimento de novo teste dos R$75,00 e que se vencido pode trazer um movimento até o próximo nível de resistência, nos R$81,00, topo de setembro de 2014:



Seria um potencial de alta de 18% dos preços atuais.

Um stop viável seria no fechamento abaixo da LTA, Linha de Tendência de Alta. Considerando o patamar de R$64,00 onde passa a LTA atualmente, seria um potencial stop de 7% sobre os preços atuais.

Fazendo as contas: Risco de 1, para potencial retorno de 2,5. O que seria um patamar bem interessante.

E temos que considerar que o ativo da Eneva, caso se mantenha com a forte tendência de alta, pode continuar a buscar patamares bem maiores de preços.



Estamos num ciclo de alta nas commodities e não é diferente com o gás natural e petróleo.

Vejo esse cenário de alta nas commodities se mantendo pelos próximos meses, mesmo que haja espaço para correção no curtíssimo prazo. Isso corrobora com a movimentação altista nos preços do ativo.

Em relação aos indicadores, o que mais me chamou atenção foi o TRIX, que mostra que ainda há espaço para ganho de momentum:



O que aumenta os possíveis riscos para a Eneva nesse momento e para os próximos meses?

  1. Desaceleração na recuperação da economia;
  2. Mercado externos iniciarem tendência de baixa;
  3. Possível alta nos juros americanos que podem impactar os mercados emergentes;

Novamente enfatizo: é muito importante, além da análise da movimentação dos preços via AT, considerar o cenário macro e micro atual, perspectivas de curto prazo para o setor e decisões políticas que afetam diretamente a economia, e no Brasil costumam fazer bastante preço, para avaliarmos se faz sentido investir nessa empresa.

Levando tudo em consideração, acredito que a Eneva tem um bom cenário para continuar sua tendência de alta e buscar a recuperação de parte do valor que ele negociou há anos.

Arte: Carlos Matos / TC Mover

DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.


Leia também

Brumadinho impacta no balanço da Vale (VALE3) e Bartolomeo reconhece atraso em ESG

Corleta: Os Treasuries yields americanos vão estragar a festa das bolsas?

Especial: PEC Emergencial e Marco do Gás devem ser discutidos na próxima semana

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais