TC Mover
Mover

Sanita: JHSF (JHSF3) reagirá com reabertura e ajustes na Reforma Tributária?

Postado por: TC Mover em 16/07/2021 às 14:45
Sérgio Sanita fala sobre a JHSF

Nesta semana falo sobre a JHSF (JHSF3), empresa do setor imobiliário que atua no desenvolvimento e administração de projetos voltados para o público de alta renda.

O impacto da crise da pandemia também afetou bastante as ações da JHSF do início de 2020. O ativo chegou a cair quase 70% da máxima de janeiro de 2020, em R$8,61, até a mínima de março de 2020, em R$2,65:Desempenho das ações da JHSF

Contudo, a recuperação nos meses seguintes ao crash foi veloz e muito forte. A empresa teve valorização de 282% em menos de quatro meses, de março de 2020 a julho de 2020: Desempenho das ações da JHSF

Ação da JHSF vem trabalhando em uma grande congestão há quase um ano

Nos últimos meses, quase um ano, porém, a JHSF vem trabalhando em uma grande congestão, em um range de R$6 a R$8. E apresentou uma queda expressiva no volume:

Nesta semana, a empresa está apresentando uma valorização expressiva de quase 13% e um volume acima da média das últimas 20 semanas:

Como estamos testando o topo da congestão, esse pode ser um interessante sinal de que o rompimento dessa congestão de quase um ano no papel pode estar prestes a acontecer.

E caso vejamos esse rompimento, qual seria a perspectiva?

Bem, a projeção dessa congestão nos dá um potencial alvo nos R$10,13, bem na região de máxima histórica do papel, que foi R$10,11!

Temos que considerar que a entrada agora seria uma antecipação a esse possível rompimento, mas que poderia trazer um potencial de quase 30% de valorização em relação ao preço atual de R$7,82!

Para o stop, eu usaria R$6,95, um pouco abaixo da mínima dessa semana, e, à medida que os preços comecem a mostrar recuperação forte, conduziria pela MMe9, a média móvel exponencial de nove períodos.

Fazendo as contas, com esse stop de cerca de 12,50% atualmente, teríamos o risco de 1 para um potencial retorno de 2,36. Uma bela assimetria!

Em relação aos indicadores técnicos, nada desabona esse potencial rompimento que pode ocorrer em breve.

Quais podem ser os pontos positivos para se avaliar a entrada nesse atual momento?

  1. A empresa tem vários ramos de atuação, como shoppings, aeroporto, hotéis e restaurante, setores que se beneficiam da reabertura da economia dado ao afrouxamento das restrições da pandemia.
  2. Preços do ativo acomodados em um range relativamente pequeno há cerca de um ano. Essa congestão, ao ser rompida, aumenta bastante a probabilidade de um movimento direcional.
  3. A revisão da proposta da Reforma Tributária – que em sua versão inicial assustou bastante o mercado, especialmente os setores IFIX e IMOB – agora traz alívio a esses setores, inclusive o imobiliário e de shoppings, em que a JHSF está inserida.

Como sempre deixo o alerta: além da análise da movimentação dos preços via AT, devemos considerar o cenário macro e micro atual, perspectivas de curto prazo para o setor e decisões políticas que afetam diretamente a economia, e no Brasil costumam fazer bastante preço, para avaliarmos se faz sentido investir nessa empresa.

Marcas da JHSF atuam no mercado de luxo, com projetos multiproduto

Fonte: JHSF – RI

Fundada em 1972, a JHSF – Negócios Únicos para Clientes Especiais – é líder em negócios voltados para atender o público de alta renda no Brasil, com atividades em desenvolvimento e administração de projetos multiproduto únicos, inovadores e com alta percepção de valor por parte dos clientes, nos setores de (i) Incorporação, (ii) Renda Recorrente, (iii) Hospitalidade e Gastronomia, e (iv) Aeroporto Executivo.

As principais marcas, JHSF, Fazenda Boa Vista, Shopping Cidade Jardim, Catarina Fashion Outlet e Fasano, são referência no mercado de luxo.

Arte: Vinícius Martins / Mover


DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.


Leia também

BTG Pactual vê “inflexão” no segundo trimestre de varejistas

Vendas do varejo nos EUA sobem em junho, contrariando projeção

Mercados sobem com varejo americano; vencimento de opções, LDO no radar: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais