TC Mover
Mover

Sanita: Seis motivos para Alliar (AALR3) se recuperar

Postado por: TC Mover em 02/07/2021 às 14:25
Sérgio Sanita fala sobre a Alliar

Esta semana falo sobre a Alliar (AALR3), a segunda maior empresa de diagnósticos por imagem do Brasil.

Em relação à movimentação dos preços, me chama a atenção que a empresa teve uma queda de mais de 65% no auge do pânico do mercado com a crise do coronavírus. Saiu de uma máxima histórica em janeiro de 2020 nos R$23,21 para $7,93 em apenas 10 semanas. Desempenho da Alliar

Nos meses seguintes teve uma recuperação de 72%, mas que não se sustentou: Desempenho da Alliar

Há um ano a Alliar negocia no range de R$8 a R$13.

Mas agora estamos vendo uma possível virada forte na tendência. Por quê?

Aqui vão seis motivos para se avaliar com carinho a entrada na Alliar

1 – Um belo pivot de alta está sendo armado no semanal. Esse pivot projeta alvo 1 nos R$15,05 e alvo 2 nos R$17,86, com um potencial valorização de 17,57% e 39,53% respectivamente o preço de referência atual nos R$12,80.Desempenho da Alliar

2 – O volume vem aumentando substancialmente no papel, mostrando fluxo comprador.Desempenho da Alliar

3 – Fortíssima divergência de alta no OBV, antecipando de maneira muito forte o possível movimento de continuação de alta dos preços.Desempenho da Alliar

4 – Indicadores mostrando momentum e espaço para continuidade da alta sem entrar em sobre-compra.

TRIX:

ADX:

Estocástico:

IFR14:

5 – Há um gap deixado na forte queda da crise do coronavírus entre os R$16,22 e R$17,30, o que ajuda a puxar os preços para o teste dessa lacuna onde não há memória de preço:

6 – Dado o momento com o grande aumento de vacinação da população adulta e estarmos em um horizonte de curto prazo para o fim da crise do coronavírus, acredito que os exames de check-up, que foram relegados a segundo plano e que muitas vezes requerem diagnósticos de imagem, o core business da Alliar, voltarão a crescer a partir daqui, fazendo a expectativa de receita aumentar de maneira relevante em comparação com os últimos meses.

Do lado do risco, eu conduziria o trade pela MMe9, que hoje se encontra nos R$11,20, com o valor se tornando cada vez maior no decorrer das semanas:

Fazendo as contas, com esse stop de cerca de 13% atualmente teríamos o risco de 1 para um potencial retorno de 3 no cenário mais otimista, do alvo 2 do pivot nos R$17,86. Ótima assimetria, que tende a melhorar com a condução do trade pela MMe9.

Como sempre, deixo o alerta: além da análise da movimentação dos preços via AT, devemos considerar o cenário macro e micro atual, perspectivas de curto prazo para o setor e decisões políticas que afetam diretamente a economia, e no Brasil costumam fazer bastante preço, para avaliarmos se faz sentido investir nessa empresa.

Alliar foi criada em 2010 e atua em 54 cidades de 10 Estados do Brasil

Fonte: Alliar – RI

A Alliar Médicos à Frente é a segunda maior empresa de diagnósticos por imagem do Brasil, com um parque tecnológico composto por mais de 120 equipamentos de ressonância magnética, mais de 50 tomógrafos e mais de 350 ultrassons, entre outros, distribuídos em 105 unidades de atendimento que estão estrategicamente posicionadas em 54 cidades de 10 Estados.

A companhia apresenta taxa de crescimento histórico superior às companhias abertas do setor no Brasil: no período de 2013 a 2017, sua receita líquida cresceu a uma taxa média anual composta, CAGR, de 41%, posicionando a empresa entre as líderes em medicina diagnóstica no país em termos de receita líquida.

Criada em dezembro de 2010 a partir da fusão de quatro empresas líderes no setor de diagnóstico por imagem das cidades de Belo Horizonte, Juiz de Fora, São José dos Campos e Campo Grande, a Alliar já nasceu com posição de destaque em suas praças de atuação, decorrente do histórico de serviços de alta qualidade de suas predecessoras.

Nos últimos seis anos, a expansão da companhia se deu por meio de aquisições associativas de mais de 20 empresas e da abertura de mais de 40 novas unidades, tanto em mercados nos quais já estava presente quanto em novas localidades. Os planos de expansão priorizaram regiões onde há grande potencial de crescimento, e envolveram empresas com marcas reconhecidas em suas respectivas áreas de atuação.

A companhia segue o modelo hub and spoke, no qual a associação com empresas líderes regionais é seguida da abertura de unidades em cidades próximas, localizadas dentro de seu raio de influência. Com isso, além da presença nos grandes centros brasileiros, dentre as quais as cidades de São Paulo, Belo Horizonte e Salvador, a Alliar possui também uma rede de unidades de atendimento espalhadas em pequenas e médias cidades brasileiras com alto potencial de crescimento, e que apresentam uma demanda reprimida por exames de medicina diagnóstica de alta complexidade.

Atualmente, conta com mais de 5.000 colaboradores e aproximadamente 900 médicos prestadores de serviço.

Arte: Vinícius Martins / TC Mover


DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.


Leia também

Indústria volta a crescer em maio após três quedas

Payroll indica retomada de empregos e anima Nova Iorque

Payroll de junho guia mercados; petróleo, produção industrial no radar: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais