Mover

Sanita: Small Cap – Grupo Dimed

Postado por: TC Mover em 15/01/2021 às 16:02
Dimed

Buscando assimetrias em ativos que podem iniciar uma recuperação nas próximas semanas, encontrei uma empresa que está sofrendo no curto prazo, mas que está num ponto interessante para se avaliar entrada: Grupo Dimed.

O Grupo Dimed é formado pela rede de farmácias Panvel, pela distribuidora de medicamentos Dimed e pelo laboratório Lifar.

 

Em abril de 2014, o Grupo inaugurou um de seus projetos mais ousados – sua nova sede em Eldorado do Sul, às margens da BR-290, importante ligação entre Porto Alegre e todo o Rio Grande do Sul. O empreendimento é sustentável em cada detalhe e conta com o mais moderno centro de distribuição do setor no Brasil, com tecnologia de ponta e estrutura organizacional totalmente renovada. O CD ocupa uma área de 17 mil metros quadrados e teve grande investimento em equipamentos Knapp, importados da Áustria, considerados um dos melhores do mundo. Além disso, o centro conta com cinco mil canais de separação, 21 docas, câmara fria e linha 100% automatizada, ou seja, o uso de papel no processo é inexistente. As duas construções, juntamente com o estacionamento, ocupam um espaço de quase 10 mil metros quadrados.

Estrutura da Panvel

Formada por mais de 450 lojas distribuídas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, a Panvel conta com várias categorias de pontos de venda: as Lojas Express, com formato reduzido e acesso facilitado, possuem foco total em conveniência e agilidade; as Lojas Promocionais, que visam atender às compras de urgência e ocasião, com foco em custo-benefício; as Lojas Bem-Estar & Beleza, que são voltadas para o atendimento em forma de consultoria, priorizando a qualidade da experiência de compra; e o formato Flagship, loja-conceito especializada em bem-estar e beleza, que reúne as melhores marcas nacionais e internacionais.

A rede conta ainda com o serviço de vendas multicanal, através do telefone, com o “Alô Panvel”, serviço de call center próprio com mais de 200 colaboradores, incluindo SAC; e através da loja online panvel.com, que atende todo o Brasil. Com 40 anos de história, a Panvel possui mais de 15 mil itens à venda nas lojas entre medicamentos e produtos de higiene e beleza, nacionais e importados.

Estrutura da Dimed

A excelência operacional da Dimed está fundamentada em sua moderna estrutura. Com investimentos contínuos, garante disponibilidade, frequência e precisão no atendimento a seus clientes. A empresa tem satisfação em dispor aos seus clientes os recursos que a tornam uma das lideranças em seu mercado de atuação, tanto na disponibilidade de estoque quanto na tecnologia empregada para atendimento a seus clientes.
  • Dois Centros de Distribuição, em Eldorado do Sul e Passo Fundo;
  • Área de armazenagem de 22.000 metros quadrados obedecendo os mais rigorosos padrões de qualidade;
  • Tecnologia avançada e linha automatizada na separação de pedidos utilizando equipamentos de última geração – SDA (separadoras automáticas), PTL (separação por luz) e RF (separação por rádio frequência);
  • 475 colaboradores;
  • Entregas diárias em toda Região Sul;
  • Informatização de processos (garantindo integração com o cliente e suas demandas específicas);
  • 7.000 clientes na Região Sul.

Estrutura da Lifar

Fonte: Grupo Dimed

O Laboratório Industrial Farmacêutico Lifar possui três estruturas de produção: medicamentos, alimentos e cosméticos. Na planta de medicamentos são produzidos Purulim, Timeolate, Pio-Secto e outros.

O papel sofreu uma desvalorização relevante de julho a novembro de 2020, caindo
42% em 5 meses, saindo da máxima do movimento em R$34,25 para a mínima em R$19,85.

O papel vinha enfrentando uma resistência de alguns meses apresentada por uma linha de tendência de baixa, LTB, que essa semana está sendo vencida.

É um primeiro sinal de uma possível reação e virada de tendência:

Grupo Dimed
Outro padrão que pode ser ativado em breve é um fundo duplo, conhecido como “W”, se nas próximas semanas superar os R$23,78, que projetaria um alvo nos R$27,71, potencial valorização de 16,5% a partir da ativação do padrão e de 22% a partir dos preços atuais (R$22,7X). Coincidentemente, na região exata de um topo de abril/2020, que tende a funcionar como resistência:
Grupo Dimed

E se PNVL3 iniciar uma forte tendência que fosse buscar a máxima histórica, alcançada em 2020, em R$34,46?

Seria um potencial de valorização de mais de 51%:

Grupo Dimed
Do lado do risco, caso venha a perder o fundo nos R$19,85, seria uma um stop de aproximadamente 13% nos preços atuais:
Fazendo as contas, temos alguns cenários:
  1. A partir da possível ativação do fundo duplo, caso venha a atingir apenas o alvo desse padrão, teríamos o risco de 1 para o potencial retorno de 1,2, o que não é muito atrativo;
  2. A partir da possível ativação do fundo duplo, caso venha a atingir a máxima histórica, teríamos o risco de 1 para o potencial retorno de 3,4. Seria bem atrativo;
  3. A partir dos preços atuais, caso venha a atingir apenas o alvo do fundo duplo, teríamos o risco de 1 para o potencial retorno de 1,7, o que é razoável;
  4. A partir da possível ativação do fundo duplo, caso venha a atingir a máxima histórica, teríamos o risco de 1 para o potencial retorno de 4. Um potencial excelente;

Dos indicadores, os que me chamam atenção

MACD virando para compra:
Estocástico que chegou em região de fundo e mostrou forte reação, iniciando zig-zag ascendente:

Sendo assim, além da visão técnica, vale sempre considerar o cenário macro atual e as perspectivas de curto prazo para avaliar se faz sentido investir nessa empresa.

Arte: Vinícius Martins / TC

 

DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais