Perdas na base fiel de Bolsonaro pode ajudar na estabilização - TC
TC Mover
Mover

Vieira: Desidratação de Bolsonaro em sua base fiel pode ajudar na estabilização institucional

Postado por: TC Mover em 13/09/2021 às 15:10
Desidratação da base fiel de Bolsonaro pode ajudar na estabilização

Brasília, 13 de setembro – A desidratação do apoio ao presidente Jair Bolsonaro em sua base fiel, devido à sua ‘Declaração à Nação’ após o Dia da Independência, pode ser positiva para a estabilização institucional. Perder parcela de seu público cativo deve ser efeito do gesto do presidente.

A constatação disso passará pelo teste das próximas pesquisas eleitorais. No entanto a defesa que ele tem feito da nota pode levar a uma inflexão de seus apoiadores ideológicos para mais próximo da centro-direita.

“Tem coisas que não posso falar com você. Tem certas coisas que você confia ou não confia”, disse o presidente em conversa com partidários na última sexta-feira sobre um pacto que teria embasado o recuo tático.

Sem respaldo para impor agenda, Bolsonaro ganha fôlego com novo tom

Acredita-se que a inflexão daria tranquilidade ao Centrão para sustentar o mandatário e até sua tentativa de reeleição, mantidos acordos sobre emendas e espaços federais. O endosso dos eleitores tradicionais ao novo tom presidencial pode também destravar pautas econômicas no Senado. Isso dá chances para que medidas avaliadas por seus seguidores como caras para a reeleição, como ações contra o aumento do preço de combustíveis, sejam analisadas.

No atual jogo de forças, o presidente não tem respaldo para impor sua agenda. No entanto a oposição também não reúne condições para derrubar o governo. Ao Poder360, o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, deixou isso claro: “Nada poderia ser pior do que ler o processo de impeachment e perder a votação”. Os protestos pequenos da terceira via no último domingo, 12, alertam nesse sentido.

Assim, o ex-presidente Michel Temer, como escriba da ‘Declaração à Nação’ e interlocutor do ministro do Supremo Alexandre de Moraes, emerge novamente como o mediador de um período de transição com foco fiscal e econômico.

Incertezas sobre o futuro

Integrantes do STF temem que Bolsonaro abandone a bandeira branca. Por isso aguardarão para falar em volta ao diálogo, como o Scoop by Mover havia antecipado. Contudo, sem que ele se sinta contemplado parcialmente nas tratativas para agradar sua base e justificar o passo atrás, dificilmente haverá dias duradouros de alívio na bolsa.

Arte: Vinícius Martins / Mover


DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento. 


Leia também

Gerdau recebe R$1,5 bilhão da Eletrobras em disputa judicial

Exterior puxa Ibovespa, que ignora piora nas projeções econômicas do boletim Focus

Focus: mercado vê IPCA e Selic em 8% este ano e pressões para 2022

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais