TC Mover
Mover

Vieira: Manifestações não ameaçam Jair Bolsonaro, mas há risco à vista

Postado por: TC Mover em 31/05/2021 às 17:16
Manifestações ainda não ameaçam Jair Bolsonaro

As manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro no último sábado, 29, não devem atrapalhar a pauta econômica e nem reforçam ameaça de impeachment, por ora.


Demora na imunização pode incentivar novas manifestações

Apesar do recrudescimento da pandemia, Jair Bolsonaro tem mantido cerca de um quarto do eleitorado consigo, aparece no segundo turno das pesquisas para a eleição presidencial de 2022 e preserva uma base de sustentação no Congresso capaz de encaminhar reformas. A tendência por enquanto é também cumprir o prazo da medida provisória de capitalização da Eletrobras, a MP da Eletrobras, mesmo com a nova crise hídrica.

Por outro lado, o que não se diz sobre o considerado negacionismo de Jair Bolsonaro é que ele quase sempre aparece associado a apelos contra as medidas de fechamento da economia. Já as manifestações da oposição chamaram pessoas a furar o distanciamento social para desgastar o presidente.

No entanto, não se descarta a possibilidade de as manifestações antigoverno crescerem, sobretudo se a imunização não for destravada a ponto de levar otimismo à população.


Riscos tomados pelo governo, como sediar a Copa América, demandam atenção

Por isso, é preciso atenção aos riscos tomados desnecessariamente pelo governo, como concordar em trazer ao Brasil a Copa América de 2021, já entre 11 de junho a 10 de julho, conforme agências. Foi na esteira de grandes eventos que o combalido governo de Dilma Rousseff viu crescer manifestações realmente de massas por sua deposição.

Hoje, porém, não estão postas vultosas quantias de recursos públicos investidos na infraestrutura esportiva, contrastando com denúncias de corrupção e má condução da economia. É provável até que o certame concorra com a pandemia na atenção da sociedade. Todavia, o caminho mais seguro ao mercado, dados os riscos embutidos na Covid-19, é a aceleração da pauta econômica e da vacinação. Por isso, foque nos negócios e no discernimento com a política.

Arte: Vinícius Martins / TC Mover


DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.


Leia também

Mineração caseira de criptomoedas prospera na Argentina

Brasil surpreende consenso com superávit nominal de abril

Especial: Controlador da Lojas Marisa nega que rede está à venda

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais