TC Mover
Mover

Bitcoin ultrapassa US$17mil após três anos; valor em reais bate marca histórica

Postado por: TC Mover em 17/11/2020 às 18:52

São Paulo, 17 de novembro – O bitcoin excedeu US$ 17,6 mil no mercado internacional, maior valor desde 7 de janeiro de 2018. No Brasil, a criptomoeda também superou a recente marca histórica em reais, sendo cotada a R$94 mil. O principal criptoativo está próximo de registrar US$335 bilhões, recorde de capitalização de mercado.

O diretor-executivo da Associação Brasileira de Criptoeconomia, Safiri Felix, não ficou surpreso com o resultado do bitcoin de hoje. “O mercado segue rumo às máximas históricas, em continuidade ao viés de alta aberto desde as mínimas do ano, que ocorreram em março”, explica.

A próxima meta do bitcoin será ultrapassar US$1 trilhão de valor de mercado, segundo Felix. “Dependendo do fluxo comprador, pode ocorrer em 2021”, estima.    

Volatilidade do Bitcoin e de outras criptomoedas

Parte do motivo pelo qual o Bitcoin não decolou como meio de pagamento global foi por sua extrema volatilidade. Além disso, os movimentos erráticos de mercado, a recorrência de hackers, que podem roubar os registros das criptomoedas, e a suspeita manipulação de mercado também contribuíram.

Os principais riscos de investir em criptomoedas são os riscos operacionais, bem como os riscos regulatórios, tendo em vista que muitas operações ainda são realizadas de forma não regulamentada. É possível encontrar diversos casos em que o dinheiro some, é roubado por um hacker ou o investidor sofre um golpe financeiro.

O que é Bitcoin?

Criado em 2009, o Bitcoin é o pioneiro entre as criptomoedas. A moeda virtual foi criada para o envio e recebimento de valores online sem limitações de território ou quantia. A emissão não está ligada a nenhum governo ou instituição financeira como nos casos do dólar e do real, por exemplo.

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Imagem: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais