Senado americano anuncia consenso sobre criptomoedas - TC
TC Mover
Mover

Senado americano anuncia consenso sobre criptomoedas

Postado por: TC Mover em 09/08/2021 às 17:05
Senado americano tem consenso

São Paulo, 9 de agosto   – O senado americano anunciou nesta segunda-feira, 9, um consenso sobre o projeto de lei de infraestrutura que está tramitando no congresso, de forma a eximir desenvolvedores, mineradores e validadores das criptomoedas de reportar transações e pagar impostos como se fossem corretoras.

O texto original do projeto, que esperava arrecadar US$28 bilhões apenas do setor criptoativos, foi considerado dúbio por entidades da criptoesfera, que o consideraram excessivamente amplo. Por isso, elas fizeram lobby junto aos senadores para que o texto fosse revisado.

Texto beneficia indústria de criptomoedas, segundo senado americano

Após debates e a proposição de duas emendas ao texto original, o senado americano chegou ao consenso que aparenta ser benéfico à indústria de criptomoedas, segundo o Coindesk, já que exime empresas que não são corretoras de procedimentos fiscais burocráticos e custosos.

Riscos de investir em criptoativos

Apesar da atratividade e de sua crescente demanda, os criptoativos possuem muita volatilidade. Suas cotações têm grandes flutuações em curtos períodos de tempo, parte do motivo de o Bitcoin ainda não ter decolado como meio de pagamento global. Além disso, os movimentos erráticos de mercado, a possibilidade de roubo de registros de criptomoedas por hackers e a suspeita de manipulação de mercado também fazem parte do risco do investimento.

Muitas operações envolvendo criptomoedas são realizadas de forma não regulamentada, com riscos operacionais e regulatórios. É possível encontrar diversos casos em que o dinheiro simplesmente some, é roubado por um hacker ou o investidor sofre um golpe financeiro.

Por outro lado, o risco de controle da moeda por meio do governo com medidas regulatórias ao passo que as criptomoedas ganham notoriedade pode afastar investidores. O projeto que tramite no senado americano permite menos burocracia e custos para empresas que não são corretoras.

Texto: Nicolas Nogueira
Edição: Artur Horta e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Vieira: Promessas políticas podem impactar a bolsa positivamente

Jair Bolsonaro diz que Bolsa Família não terá aumento de 100%

Relatório Focus eleva projeção da taxa Selic no fim do ano

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais