Como e por que investir na Boa Safra S.A. (SOJA3)? | TC

Boa Safra S.A. (SOJA3)

A Boa Safra S.A. (SOJA3) é uma companhia com mais de 40 anos de atuação na indústria agrícola. Atualmente, a companhia atua no processo de beneficiamento de sementes com o objetivo de melhorá-las para o cultivo. A empresa é uma das mais recentes na Bolsa de Valores, tendo estreado em abril de 2021.

Desta forma, neste texto buscaremos compreender melhor a empresa Boa Safra S.A. (SOJA3), elencando os seguintes pontos:

  • História da empresa
  • O que faz a Boa Safra S.A.
  • Modelo de negócios
  • Governança corporativa
  • Como analisar a empresa

História da Boa Safra S.A. (SOJA3)

A história da empresa começou no final dos anos 1970, na região centro-oeste do país, onde a expansão agrícola ocorreu de forma acelerada naquele período. Juntamente com a expansão do setor, a Boa Safra expandiu seus negócios para áreas diversificadas de atuação da agricultura, como armazéns, comércio de grãos e sementes.

No início dos anos 2000, os sócios fundadores da companhia, Marino e Camila Colpo, decidem se especializar no ramo da produção de sementes, com foco na industrialização e comercialização de sementes no mercado brasileiro, como armazenagem em câmaras frias, o que contribuiu para taxas de germinação mais altas.

Mais recentemente, em 2014, a companhia passou a realizar processos de adição de componentes químicos para aumentar a produtividade, o que é hoje possível devido a instalação de laboratórios de análise, como um em Formosa/GO.

Atualmente, a companhia conta com cinco unidades de beneficiamento (unidades de processamento de qualidade das sementes), as quais possuem capacidade de beneficiamento de 111 toneladas por hora (2,5 milhões de sacas no ano de 2020). Tais unidades estão localizadas nos estados de Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal.

O que faz a Boa Safra S.A.

A companhia Boa Safra S.A. é uma das principais empresas comercializadoras de sementes, com 5,7% de market share (um em cada 8 hectares plantados no Mato Grosso) em 2020, segundo informações da CONAB. Ou seja, a companhia comercializa diversos tipos de sementes, as quais são específicas para cada cliente e região do país.

O portfólio de sementes da companhia inclui sementes de soja, milho (terceirizado) e feijão, apesar desses dois últimos representarem uma receita de apenas 0,41% da receita líquida.

Nesse sentido, a Boa Safra S.A. é responsável por comprar sementes de empresas de genética que desenvolvem sementes com aprimoramentos genéticos e em seguida, disponibiliza-as para que seus produtores cultivem essas sementes.

Após a colheita, entra o processo de beneficiamento de sementes, a qual a Boa Safra limpa, seca e padroniza essas sementes, além de adicionar componentes que melhoram suas características.

Esse processo é capaz de oferecer maior nível de produtividade, segurança, eficiência e precisão da safra, além da manutenção do estande de plantas. Ao final do tratamento, as sementes apresentam maior nível de vigor e taxa de germinação, além de auxiliar no combate a pragas, no geral.

Ao final do processo de beneficiamento, a companhia vende as sementes para parceiros comerciais, os quais podem revender como insumo agrícola.

Modelo de Negócios

Atualmente, a companhia atua através de 5 unidades físicas de beneficiamento de sementes (UBS), as quais estão localizadas próximas às regiões ativas de produção agrícola brasileira. Essas unidades estão localizadas em Formosa, Águia Fria e Cabeceiras (Goiás), Buritis (Minas Gerais) e Planaltina (Distrito Federal), sendo a última operada por terceiros. Além disso, a companhia possui uma unidade em construção, localizada em Jaborandi, Bahia.

Sua cadeia produtiva é dividida essencialmente em 6 pontos:

  1. Desenvolvimento de sementes por parte dos Reprodutores Germoplasmas;
  2. Seleção das sementes por parte da Boa Safra S.A.;
  3. Compra das sementes através de intermediadores (produtores integrados);
  4. Processamento das sementes, tratamento e armazenagem;
  5. Venda e revenda dos produtos agrícolas; e
  6. Produção rural.

Dentro da cadeia produtiva, a Boa Safra S.A. possui atuação nos pontos 2 e 4, ou seja, na seleção das sementes específicas produzidas pelos reprodutores germoplasmas e no processo de beneficiamento em si.

Entre esses dois pontos, está o transporte das sementes já pré-selecionadas por parte dos mais de 160 produtores integrados que a Boa Safra S.A. possui. Tais intermediadores estão localizados entre um raio máximo de 278 km das UBS, o que reduz o custo logístico da companhia.

Dessa forma, a Boa Safra S.A. em si não produz a soja, consequentemente, não precisa ter os gastos relativos à áreas de cultivo, pois quem faz isso são os próprios produtores. A companhia apenas presta assistência técnica. Por sua vez, o modelo de negócio se torna mais escalável, haja visto a baixa necessidade de campos de plantio próprio.

Gráfico das ações SOJA3 na Bovespa

Governança Corporativa

Diretoria e Conselho de Administração

Como analisar a empresa

Ativo

Balanço Patrimonial – Ativos

Passivo

Balanço Patrimonial – Passivos

Receitas

Em 2020, 98,78% da Receita Líquida da companhia advinha especificamente da matéria-prima Soja, enquanto Milho e Feijão representavam apenas 1,22%. Essa receita advém de duas fontes:

  • Venda direta ao produtor rural; ou
  • A revendedores, representando 88% das vendas da companhia.

Despesas

Haja visto a sazonalidade da indústria agrícola, os resultados (Despesas e Receitas) são bastante voláteis se comparados com trimestres anteriores do mesmo ano, dessa forma, é ideal que sempre compare trimestres iguais de anos diferentes ou o resultado do ano inteiro vs ano anterior.

Demonstração de Resultados do Exercício

Para mais informações sobre empresas da B3, acesse gratuitamente o TC Matrix. Com a nossa ferramenta você pode fazer análises relacionadas ao crescimento de receita, dívidas ativas, balanço patrimonial, dividendos, proventos e muito mais para garantir que seu investimento tenha alta rentabilidade.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub