Light (LIGT3)

Empresa integrada (geração + distribuição + comercialização), a Light é mais uma player do setor de energia. Porém, voltada apenas ao mercado do estado do Rio de Janeiro, onde lá é um dos maiores players em área de concessão com 26% da malha existente no local. E, atua em 34% dos municípios do estado e atende a uma população de clientes na ordem de 7 milhões.

Nesse texto, buscaremos compreender a empresa Light S.A. (LIGT3) abordando os seguintes pontos:

  1. O que faz Light (LIGT3)
  2. Governança corporativa Light (LIGT3)
  3. Light é uma empresa ESG?
  4. Performance de LIGT na Bolsa de Valores
  5. Como analisar a Light (LIGT3)

O que faz Light (LIGT3)

Apesar de atuar apenas no estado do Rio de Janeiro, os primórdios da empresa se deram no estado de São Paulo. Em 1899 surge a primeira companhia que participaria do portfólio gerador da Light, a The São Paulo Tramway com o intuito de atender a uma série de atividades que o estado sediado estava demandando. É neste ano também que inicia-se a construção da primeira hidrelétrica da empresa, a UHE Parnaíba, a qual, ao término de sua construção foi a responsável por abastecer os bondes e a iluminação pública do estado de São Paulo.

A unidade do Rio (The Rio de Janeiro Tramway) foi fundada em 1901 pela Light and Power Co. de Toronto. Ela também foi responsável por adquirir o controle acionário de uma empresa concorrente que já atuava no então estado, para assim, se estabelecer com menores dificuldades. Assim como em São Paulo, em conjunto à chegada da empresa no novo estado a Light consegue emplacar concessões e construção para explorar a força hidráulica existente no local, a exemplo dos rios Ribeirão das Lajes e Paraíba do Sul.

É em 1912 que cria-se a Brazilian Traction Light and Power Co., uma holding destinada a reunir a gestão das empresas do Rio e de São Paulo. Após isto, em 2016 as concessões de algumas controladas passaram para esta nova empresa, o que, levou a mesma a ser monopolista dos seguintes negócios no Rio de Janeiro: transporte, energia, iluminação, gás e telefone. Como já citado, a Light foi criada por um grupo de Toronto, e, após seus avanços no país ela é nacionalizada em 1959.

Em 1966 as operações em telefonia foram descontinuadas e a Light foi privatizada em 1996. O negócio no setor de energia, passou a ser o foco operacional da empresa a partir dos anos 2000. E, em 2005 ao aderir ao novo mercado, seus negócios são reorganizados passando a se dividir da seguinte maneira: a Light S.A. atuando como holding e controlando mais três unidades operacionais sendo elas a Light Energia S.A (geração e transmissão)., a Light Serviços de Eletricidade S.A. (distribuição) e a Light Esco Ltda. (comercialização).

Por fim além das controladas citadas anteriormente, a empresa também possui: Lightger S.A., Light Conecta Ltda, Amazônia Energia S.A., Lightcom Comercializadora de Energia S.A. e o Instituto Light, comprovando que ao longo de sua história, a LIght cresceu massivamente por aquisições e algumas inaugurações.

Atualmente de 2018 ao início de 2020 a companhia passou por uma reestruturação societária incluindo até um follow-on no ano de 2019 que a permitiu aumentar o free-float disponível aos acionistas. Sendo assim, ao fim desse processo, seus dois maiores acionistas são a CEMIG (outra companhia deste setor) e um fundo de investimentos.

Já no início de 2021, a CEMIG realizou uma reestruturação operacional vindo a zerar sua posição por completo na Light, que representava um montante de 22,6% das ações de emissão da elétrica. A operação se deu na oferta subsequente, realizada pela Light, em janeiro de 2021.

Na ocasião, a companhia captou aproximadamente R$ 2,7 bilhões. Todavia, como parte da oferta era composta pela posição da Cemig, R$ 1,37 bilhão foi destinado à estatal, e o restante foi destinado em parte para abatimento de dívida da companhia.

Governança corporativa Light (LIGT3)

No quesito governança corporativa, a Companhia pertence ao Novo Mercado, segmento de listagem com os mais altos padrões de Governança Corporativa da B3. Todas as suas ações são ordinárias e possuem Tag Along de 100%. Segue a tabela abaixo com os principais diretores:

Principais diretores da Light

Light é uma empresa ESG?

A companhia possui metas de redução de consumo de água, energia, emissões e resíduos sólidos. Com a sua Política de Responsabilidade Social, a companhia se faz signatária do Pacto Global da ONU que estabelece princípios socioambientais, que também vão de encontro com as propostas da ODS que a companhia busca comprir. Tanto que, companhia faz parte do índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3. Mais detalhes podem ser conferidos no Relatório de Sustentabilidade da companhia em seu site de RI.

Evolução da Light (LIGT3) na Bolsa de Valores

Performance da ação LIGT3 no Ibovespa

Como analisar a Light (LIGT3)

Receitas

As receita são oriundas da geração, distribuição, transmissão e comercialização de energia.

Custos

Os custos são, em essência, o custo da operação e manutenção das usinas e redes elétricas.

Receitas e custos da Light (ação LIGT3)

Ativos

A maior parte dos ativos da companhia está concentrada no ativo não circulante. Sendo sua maior parte Ativos Realizáveis a Longo prazo e Ativos Intangíveis, justamente pela natureza do seu negócio que se rentabiliza através da energia gerada, comercializada e transmitida pelas usinas e torres de transmissão. Assim como, se atentar à estrutura de capital da companhia e seu endividamento, pois foi esse o motivo da forte alteração do capital social da companhia no ano de 2019, com oferta primária e secundária de ações.

Ativos da Light (ação LIGT3)

Para mais informações sobre empresas da bolsa acesse gratuitamente o TC Matrix. Com ele, você pode fazer análises relacionadas ao crescimento de receita, dívidas ativas, balanço patrimonial e muito mais para garantir que seu investimento tenha alta rentabilidade.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub