Mover

Acionistas da Linx (LINX3) aprovam aquisição pela Stone por R$6,7 bilhões

Postado por: TC Mover em 18/11/2020 às 14:23

São Paulo, 18 de novembro – A corrida pela aquisição da Linx, código LINX3, terminou ontem. Em Assembleia Geral Extraordinária, os acionistas da empresa de software aceitaram a oferta de R$6,7 bilhões da Stone. Com 55,95% votos a favor, 20,01% contra e 3,79% abstenções, a Linx aprovou a proposta da credenciadora de cartões, deixando a Totvs para trás.

O presidente da Stone, Thiago Piau, disse em coletiva que a aquisição da Linx deve “contribuir com a digitalização do varejo brasileiro” e deixar a empresa pronta para atender negócios de qualquer tamanho. Assim, segundo ele, são negócios complementares.

O próximo passo é a aprovação do Conselho administrativo de Defesa Econômica, CADE. O processo leve entre três e seis meses. Apesar da deferência pelo órgão, Piau está confiante com a aprovação.

Disputa entre Totvs e Stone pela Linx

Quando a Stone anunciou sua primeira oferta em agosto, a Totvs, empresa do segmento de software, comunicou que já estava em negociação com a Linx. A Stone ofereceu inicialmente R$6,04 bilhões, na proporção de 90% em dinheiro e 10% em ações. 

A proposta concorrente para a Linx correspondia ao recebimento de ação emitida pela Totvs, adicionando o bônus de R$6,20 por papel, com avaliação de R$34,09 por ação da Linx. E, então, os acionistas da Linx seriam detentores de 24% do capital votante da Totvs.

A disputa tornou-se mais intensa ainda quando acionistas da Totvs alegaram conflito de interesses da administração da Linx na avaliação da proposta rival.

Poucos minutos antes da assembleia dos acionistas da Linx, a Stone sinalizou pagamento adicional da última proposta de R$268,3milhões em dinheiro, aumentando para R$33,56 por ação e 0,126774 ação classe A da credenciadora para cada papel da Linx.

Desempenho das ações da Linx (LINX3)

Por volta das 14h15, a ação da Linx, código LINX3, subia 0,78%, negociada a R$36,30. Para acompanhar o desempenho das ações da Linx e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Imagem: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais