TC Mover
Mover

Ações da Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) disparam após Goldman Sachs recomendar compra dos papéis

Postado por: TC Mover em 01/10/2020 às 11:34
Medidas implementadas pela Azul e a Gol para controlar custos e proteger o caixa durante a pandemia do novo coronavírus têm sido bem-sucedidas, de acordo com analistas do banco americano Goldman Sachs, que recomendaram aos seus clientes na manhã de hoje a compra das ações das duas empresas aéreas brasileiras.

São Paulo, 1 de outubro – Medidas implementadas pela Azul e a Gol para controlar custos e proteger o caixa durante a pandemia do novo coronavírus têm sido bem-sucedidas, de acordo com analistas do banco americano Goldman Sachs, que recomendaram aos seus clientes na manhã de hoje a compra das ações das duas empresas aéreas brasileiras.


As ações de ambas as empresas negociadas em São Paulo e em Nova Iorque dispararam após a notícia. Tanto Azul quanto Gol têm mostrado resiliência na gestão das suas operações desde final de fevereiro, quando a eclosão da pandemia do coronavírus na Ásia e na Europa ocidental levou à pior crise do setor aéreo mundial desde o atendado às Torres Gêmeas de Nova Iorque, em 11 de setembro de 2001.


De acordo com a equipe de analistas liderada por Bruno Amorim, o investidor devia procurar por ter “mais exposição em empresas aéreas por conta dos mercados domésticos, que, na nossa visão, devem se recuperar mais cedo”.


Pandemia levou transporte aéreo à pior crise da história

Mergulhado na pior crise da história, o setor de transporte aéreo está se reinventando – por meio de cortes de custos, eliminação de produtos e maior flexibilidade operacional. A demanda global por viagens, que despencou quase 95% em abril na base anual, está experimentando uma retomada no Brasil e mundo afora.


A pandemia do novo coronavírus colocou no chão oito em cada dez aviões entre as maiores companhias aéreas do mundo. Governos de vários países tiveram de socorrer as empresas, sob pena delas não tirarem mais as aeronaves do pátio. Hoje foi anunciado nos Estados Unidos que a American Airlines e a United Airlines demitirão 32 mil funcionários após o apoio estatal ao setor ter acabado ontem.


No Brasil, a ajuda prometida pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social ainda não decolou, enquanto mudanças regulatórias garantem algum fôlego residual ao setor.


No caso da Azul, aponta Amorim, decisões que incluíram as renegociações com empresas de leasing de jatos, sindicatos e cortes de despesas discricionárias em face da crise da Covid-19 reduziram significativamente o risco de a aérea ficar sem liquidez.


Amorim e a equipe de analistas do Goldman Sachs também estão otimistas com o diferimento dos custos de manutenção pesada, sem desconhecer que o cenário ainda se mantém bastante incerto. O preço-alvo para a ação da Azul negociada em São Paulo passou para R$38,80, enquanto o da Gol ficou em R$26,80.


Eles também elevaram a recomendação da aérea mexicana Volaris para compra, por conta dos recentes ganhos em participação de mercado. Amorim rebaixou a recomendação de Copa Holdings, Asur e OMA para neutra, equivalente a manutenção.


Cotação de ações AZUL4 e GOLL4 hoje

As ações da Azul PN (AZUL4) sobem 5,80%, a R$25,79. A Gol PN (GOLL4) sobe 5,3%, a R$17,98. São as duas maiores altas do Índice Bovespa por volta das 11 horas.


Azul (AZUL4)


Gol (GOLL4)

 
Quer analisar todos os indicadores dos papéis? É só fazer o cadastro TC e acessar o Matrix, sem qualquer custo.
 

Azul e Gol

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras foi fundada em 2008 e é a terceira companhia de aviação do Brasil em número de passageiros e a segunda maior frota de aeronaves. Além disso, é a maior em número de destinos oferecidos.


Fundada em 2001, inicialmente com estratégia de baixo custo, a Gol Linhas Aéreas Inteligentes está entre as companhias do setor que mais crescem no mundo. No Brasil, é líder no transporte passageiros, realizando cerca de 700 voos por dia. A empresa foi pioneira em lançar o processo de check-in pelo celular.


As duas empresas, que vêm enfrentando momentos difíceis com a crise trazida pela pandemia do covid-19 que afetou diretamente o mercado de transporte aéreo, estão em um setor altamente regulado, com limitações de controle por estrangeiros, e negociam ações preferenciais, sem direito a voto, na B3.


Texto: Guillermo Parra-Bernal

Edição: Ana Carolina Amaral e Angelo Pavini

Arte: Nathália Reiter/TC School

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis