Mover

Ações da Petrobras caem por receio fiscal e realização

Postado por: TC Mover em 15/04/2021 às 14:56
Petrobras

São Paulo, 15 de abril – As ações ordinárias e preferenciais da Petrobras caem nesta tarde. A realização dos investidores após a data limite de manter a ação para receber dividendos e as preocupações fiscais contribuem para o movimento de queda, segundo analistas.


Investidores surfam no fluxo comprador de ontem e derrubam ações da Petrobras

A Petrobras aprovou ontem o pagamento de R$10,3 bilhões em dividendos, totalizando R$0,787446 por ação, seja ordinária ou preferencial. Corrigidos pela taxa Selic, corresponderão a R$0,792012 por papel.

De acordo com o comunicado da estatal, ontem foi o último dia que os acionistas da Petrobras precisariam manter as ações para receber os dividendos. Assim, alguns operadores se posicionam dias antes, à espera desse evento. Assim, os investidores aproveitam para surfar no fluxo comprador de ontem. Após a data limite, alimentou a força vendedora e o papel sofre.


Impasse do Orçamento reforça receio fiscal

Somado a isso, o Orçamento de 2021 reforça o receio fiscal dos investidores. O mercado monitora a coletiva do ministério da Economia para falar sobre o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias do próximo ano, mas os técnicos da pasta devem comentar também o impasse sobre a peça do orçamento.

A dúvida central sobre o orçamento é se o presidente Jair Bolsonaro sancionará por completo ou vetará partes da matéria já aprovada no Congresso Nacional.

Já o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, anunciou duas sessões na semana que vem, na segunda e terça-feira, para avaliar vetos presidenciais pendentes e o projeto que altera a LDO de 2021. Com isso, seriam abertos créditos extraordinários no Orçamento para renovar programas para redução de salário e jornada na iniciativa privada e apoio a micro e pequenas empresas – BEm e Pronampe – ambos apoiados pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.


Desempenho das ações da Petrobras (PETR4)

Perto das 14h35, a ação preferencial da Petrobras (PETR4) caía 1,01%, a R$23,32%. Enquanto isso, a ação ordinária (PETR3) cedia 1,28%, cotada a R$23,03. No mesmo horário, o Ibovespa operava em alta de 0,13%, aos 120,4 mil pontos. O petróleo tipo Brent subia 0,44% e o tipo WTI, mais comum nos Estados Unidos, avançava 0,41%, após movimentos de correção mais cedo.


Petrobras


No ano, os papéis ordinários e preferenciais acumulam perdas de 14,95% e 17,46%, respectivamente, muito impulsionadas pela ingerência do presidente Jair Bolsonaro no comando da estatal em fevereiro. Entretanto, considerando os últimos 12 meses, as ações possuem ganhos de 42,38% e 39,04%.

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Guilherme Dogo
Arte: TC Mover


Leia também

Bank of America supera consenso em balanço do primeiro trimestre

Balanços e bateria de dados nos EUA dominam pregão; Orçamento no radar: Espresso

Calendário Econômico: Inflação, serviços, varejo

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais