TC Mover
Mover

Bank of America eleva Petrobras para compra por alta do Brent

Postado por: TC Mover em 21/06/2021 às 14:20
Bank of America recomendou ADR da Petrobras

São Paulo, 21 de junho – As ações da Petrobras operam em forte alta nesta segunda-feira, 21, após um relatório do Bank of America que elevou a recomendação para os recibos de ação negociados em Nova Iorque, ADRs, da companhia (PBR) de neutra para compra. O banco citou o potencial de desalavancagem e geração de caixa com a alta no petróleo Brent.


Perigo de intervenção política complica tese de investimento, segundo o Bank of America

O analista Frank McGann diz que a estimativa de maiores ganhos e geração de caixa da Petrobras deve ajudar a reduzir a dívida bruta da empresa para abaixo de US$60 bilhões até o fim deste ano, “possibilitando o pagamento de dividendos muito mais altos em 2022”. Com o petróleo tipo Brent subindo, o banco elevou o preço-alvo para o ADR da estatal brasileira de US$13,25 para US$14,50.

A tese de investimento na petroleira brasileira, porém, permanece “altamente complicada” na visão do Bank of America. O banco cita os persistentes perigos de intervenção política nos preços de combustíveis com a aproximação das eleições presidenciais de 2022.


Desempenho das ações da Petrobras (PETR4)

Perto das 14h20, o papel preferencial da Petrobras (PETR4) subia 2,08%, cotado a R$28,91. Já a ação ordinária (PETR3) avançava 1,84%, a R$29,27, e o ADR (PBR) 2,37%, a US$11,64. No mesmo horário, o Ibovespa operava em alta de 0,39%, aos 128,9 mil pontos.


Desempenho das ações da Petrobras


Para acompanhar o desempenho das ações da estatal brasileira recomendada pelo Bank of America e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Lucia Boldrini e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

BR Partners sobe 6% em dia de estreia na B3

Ministério da Saúde negocia doses para revacinar em 2022

Mercados ensaiam recuperação, de olho em Federal Reserve; minério desaba: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais