TC Mover
Mover

BTG Pactual vê “inflexão” no segundo trimestre de varejistas

Postado por: TC Mover em 16/07/2021 às 14:29
BTG Pactual vê ponto de inflexão para as varejistas

São Paulo, 16 de julho – As empresas de varejo devem registrar um ponto de inflexão nos resultados do segundo trimestre, vendo desaceleração do comércio eletrônico e retomada no consumo de bens discricionários, disse o BTG Pactual em relatório.

Empresas com operações de e-commerce robustas registraram salto nas vendas ao longo dos últimos trimestres, reflexo direto das medidas de isolamento causadas pela pandemia. Agora, analistas do banco afirmam que esse crescimento deve apresentar desaceleração nos resultados do segundo trimestre.

BTG Pactual manteve visão otimista para as varejistas, destacando tendência de consolidação

O BTG Pactual espera que o volume bruto de vendas online de empresas como a Via e a B2W cresçam em ritmo significativamente menor do que o registrado ao longo dos últimos trimestres. Ainda assim, ele mantém uma visão otimista para o setor.

Os analistas também destacaram no relatório que esperam uma forte tendência de consolidação, além de foco das empresas na expansão dos serviços de seus ecossistemas, com o objetivo de aumentar o engajamento do cliente.

Forte demanda e inflação devem beneficiar áreas como a de materiais de construção

Nos últimos trimestres, os segmentos relacionados a bens discricionários tiveram destaque negativo, impactados pelo fechamentos de lojas e por uma grande desalavancagem operacional, afirma o relatório. Agora, os analistas projetam forte crescimento nas vendas de companhias de moda, dando destaque para a Lojas Renner, a Arezzo e a Track & Field.

Além disso, os analistas do BTG Pactual apontam que as empresas da área de bichos de estimação e materiais de construção devem continuar se beneficiando da forte demanda e do aumento da inflação nos últimos trimestres. O mesmo deve ocorrer com as varejistas do setor farmacêutico.

Desempenho das ações das varejistas citadas pelo BTG Pactual

Perto das 14h30, o papel ordinário da Via (VVAR3) subia 0,54%, cotado a R$14,81. Já as ações ordinárias da B2W (BTOW3) e da Lojas Renner (LREN3) avançavam respectivamente 4,81%, a R$68,43, e 0,29%, a R$45,10. O ativo da Arezzo (ARZZ3) recuava 0,31%, a R$100,50, e o da Track & Field (TFCO4) valorizava 2,07%, a R$15,80. No mesmo horário, o Ibovespa operava em queda de 0,34%, aos 127,0 mil pontos.Desempenho das ações da Via

Para acompanhar o desempenho das ações das companhias analisadas pelo BTG Pactual e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Peter Frontini
Edição: Lucia Boldrini e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Vendas do varejo nos EUA sobem em junho, contrariando projeção

Mercados sobem com varejo americano; vencimento de opções, LDO no radar: Espresso

Calendário Econômico: Vencimento de opções, IGP-10, vendas do varejo nos EUA

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais