TC Mover
Mover

Cauteloso com e-commerce, Bradesco rebaixa Mercado Livre (MELI34) e Via Varejo (VVAR3)

Postado por: TC Mover em 28/01/2021 às 16:45
Bradesco

São Paulo, 28 de janeiro – O Bradesco BBI rebaixou a recomendação das ações das Lojas Americanas, LAME4, e Via Varejo, VVAR3, e do recibo de ações negociado no Brasil, BDR, do MercadoLibre, conhecido como Mercado Livre, código MELI34, para neutra devido a uma visão mais cautelosa quanto ao rumo do e-commerce no Brasil.

A decisão do Bradesco BBI lançou um alerta em relação à retomada do consumo neste ano nesse setor e alertando para a melhora em segmentos como vestuário.

Analistas reduzem projeção de crescimento para o e-commerce

Os analistas do Bradesco BBI liderados por Richard Cathcart decidiram reduzir suas premissas em relação a essas três varejistas após revisar a projeção de crescimento para o comércio eletrônico no Brasil para 7% em 2021, ante consenso de expansão no setor entre 10% e 20%.

Para a líder no segmento, Magazine Luiza, código MGLU3, a recomendação do Bradesco BBI continua inalterada em neutra. Para Cathcart, o risco de concorrência mais acirrada no e-commerce se tornou provável. O Índice de Consumo, ICON, da B3 avança 1,21% no ano por volta das 16h30, quinto melhor desempenho entre os subsetores da Bolsa de Valores de São Paulo.

Bradesco recomenda nomes de nichos menores do varejo

Enquanto isso, o analista do Bradesco BBI recomenda manter a exposição no comércio eletrônico via nomes de nicho menores em categorias com baixa penetração, como a plataforma Enjoei, código ENJU3, uma das preferidas dos analistas no quesito consumo e varejo.

O setor de vestuário e calçados também deve começar a precificar em um cenário menos caótico. “Temos uma visão mais construtiva sobre o vestuário, dadas as baixas expectativas, ações cerca de 40% menores em relação aos níveis pré-Covid” e avaliações, ou múltiplos, razoáveis, considera Cathcart.

Vacinação contra Covid-19 deve elevar confiança em setores sensíveis, aponta Bradesco

O progresso com a vacina contra a Covid-19 deve elevar a confiança em setores mais sensíveis às medidas de distanciamento social, como o varejo físico e de vestuário, disse Cathcart. Dessa forma, o Bradesco BBI elevou Lojas Renner, código LREN3, e Guararapes, código GUAR3, para compra, com novos preços-alvo de R$50,00 e R$22,00, respectivamente.

O Bradesco BBI alterou os preços-alvo de Lojas Americanas e Via Varejo para R$29,00 e R$17,00. Ele também rebaixou as ações de Arcos Dorados, negociadas na Bolsa de Nova Iorque com o código ARCO, e Burger King Brasil, código BKBR3, para neutra.

Desempenho das ações das varejistas

Bradesco - Via Varejo

Por volta das 16h30, o recibo de ações negociado no Brasil, BDR, do Mercado Livre, código MELI34, subia 4,12%, cotado a R$82,94. A ação ordinária da Via Varejo, código VVAR3, avançava 6,35%, a R$15,07, e o papel preferencial da Lojas Americanas, código LAME4, tinha alta de 2,09%, a R$24,91.

No mesmo horário, a ação ordinária da Magalu, código MGLU3, subia 1,40%, a R$26,15. A ação ordinária da Enjoei, ENJU3, recomendada pelo Bradesco BBI, avançava 2,49%, a R$16,46. O Ibovespa também operava no verde, com alta de 2,00%, com 118,1 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações das varejistas e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Guillermo Parra-Bernal
Edição: Gustavo Boldrini e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais