TC Mover
Mover

Cogna projeta inflexão de alavancagem em 2021

Postado por: TC Mover em 14/05/2021 às 19:34
Cogna espera inflexão em alavancagem em 2021

São Paulo, 14 de maio – A Cogna tem uma projeção de inflexão do processo de alavancagem em 2021, após um processo de reestruturação. A análise foi feita pelo diretor-presidente da empresa, Rodrigo Gallindo, que participou da teleconferência de resultados nesta sexta-feira.


Lucro da Cogna frustrou consenso, com prejuízo líquido de R$90,9 milhões

A companhia apresentou prejuízo líquido de R$90,9 milhões no primeiro trimestre, frustrando o consenso TC, que previa lucro de R$46 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, EBITDA na sigla em inglês, ajustado foi de 351,9 milhões, também abaixo do consenso, de 411 milhões.

Rodrigo Galindo afirmou na teleconferência que a Cogna está numa “posição confortável” para alcançar o ponto de inflexão de sua trajetória de alavancagem medida pelo múltiplo dívida líquida/EBITDA ainda em 2021, com o índice passando a uma trajetória de queda após o processo de reestruturação.

O diretor-presidente da companhia afirmou que resultados da reestruturação da Kroton, vertical de ensino superior, já começaram a aparecer nos números do primeiro trimestre, em especial na alta da margem EBITDA recorrente.


Recrudescimento da pandemia afetou ganhos de eficiência, afirmou Rodrigo Gallindo

Ainda na teleconferência, Rodrigo Gallindo disse que as métricas operacionais da Cogna devem começar trajetória de crescimento a partir do segundo trimestre, e que os ganhos de eficiência foram ocultados pelo recrudescimento da pandemia entre janeiro e março.

A pandemia também impactou a saída de alunos, em especial no ensino semipresencial, disse o diretor da Kroton, Roberto Valério. Já Rodrigo Galindo atribui o índice de evasão também à alta no volume de matrículas.


Kroton está parcialmente otimista com retomada de aulas presenciais

A vacinação deve trazer uma recuperação contundente nas matrículas para cursos presenciais no primeiro semestre de 2022, avaliou Roberto Valério. Segundo ele, a companhia da Cogna está parcialmente otimista com a retomada das aulas in loco, de olho nos números de imunização.

Rodrigo Galindo também afirmou que a companhia utilizará suas plataformas já existentes no processo de internacionalização da marca.


Desempenho das ações da Cogna (COGN3)

O papel da Cogna (COGN3) subiu 2,84% nesta sexta-feira, cotado a R$3,98. A ação acumula queda de 14,04% no ano. Já o Ibovespa fechou em alta de 0,97%, aos 121,8 mil pontos.


Desempenho das ações da Cogna


Para acompanhar o desempenho das ações da companhia de educação e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Cintia Thomaz e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Fundos e ações ligadas às criptomoedas voltam a disparar

Resumo da Semana: Paulo Guedes, inflação, Ser Educacional (SEER3)

Sanita: Ser Educacional (SEER3) e a boa assimetria com reabertura

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais