TC Mover
Mover

Credit Suisse eleva preço-alvo da Petrobras, mas vê riscos

Postado por: TC Mover em 19/07/2021 às 17:10
Credit Suisse eleva preço

São Paulo, 19 de julho O Credit Suisse elevou o preço-alvo para os recibos de ações  negociados nos EUA, os chamados ADRs, da Petrobras. O banco afirma que a companhia petroleira representa um caso de investimento com potenciais retornos muito altos. Contudo, manteve recomendação neutra para os papéis, porque ainda acredita que os riscos também são significativos.

Caso os preços do petróleo se mantenham próximos de níveis atuais, a Petrobras terá um yield de fluxo de caixa livre do acionista próximo a 23%, segundo os analistas Regis Cardoso e Marcelo Gurniero. É uma taxa bastante chamativa para os acionistas da empresa, uma vez que grande parte desse capital será paga como dividendos.

O Credit Suisse acredita que isso ocorrerá ainda no terceiro trimestre, assim que o endividamento bruto da companhia estiver acima de US$60 bilhões, condição imposta na última revisão da política de dividendos da Petrobras.

Credit Suisse alerta para “riscos significativos” da Petrobras por potencial interferência

Levando isso em conta, os analistas do Credit Suisse afirmam que, do ponto de vista dos múltiplos da Petrobras, é difícil ver um argumento negativo para a empresa. No entanto, “esse retorno alto vem acompanhado de riscos significativos”, escrevem, apontando para potenciais interferências na políticas de preços, além de tensões relacionadas às eleições presidenciais em 2022.

Perto das 16h55, as ADRs da Petrobras (PBR) eram negociadas em Nova Iorque a US$10,19, queda de 4,63%. Na B3, as ações preferenciais (PETR4) caíam 1,50% a R$26,28, enquanto as ordinárias (PETR3) recuavam 1,84%, operando a R$26,67. O Ibovespa, nesse horário, operava no vermelho, deslizando 1,47%, aos 124,1 mil pontos.ação da Petrobras - PETR4

Para acompanhar o desempenho na bolsa brasileira das ações da Petrobras e de outras empresas avaliadas pelo Credit Suisse, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Peter Frontini
Edição: Maria Luiza Dourado e Letícia Matsuura
Arte: Mover


Leia também

Jair Bolsonaro volta a atacar STF e voto eletrônico

Lojas Americanas amarga pior queda do Ibovespa

Especial: Conheça os principais riscos políticos do pós-recesso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais