TC Mover
Mover

CVM analisa acordo com BTG Pactual (BPAC11) e executivos por possível manipulação

Postado por: TC Mover em 10/02/2021 às 18:43
BTG - CVM

São Paulo, 10 de fevereiro – A Comissão de Valores Mobiliários, CVM, decidiu negociar um acordo com a corretora do BTG Pactual, executivos e ex-executivos, em processo por suposta manipulação do preço das units do banco, código BPAC11. A notícia ajudou a derrubar o papel, que registrava sua pior queda desde o fim de outubro.


Fatos investigados pela CVM ocorreram após prisão temporária de André Esteves

De acordo com comunicado da CVM, os fatos investigados aconteceram entre novembro de 2015 e janeiro de 2016, logo após a prisão temporária de André Esteves, maior acionista e então diretor-presidente do Grupo BTG Pactual, dono da corretora. A Procuradoria Federal, junto à CVM, não vê impedimento jurídico para o acordo, disse o comunicado.

O inquérito da CVM concluiu que Ricardo Lutfalla, Marcelo Kalim, Marcus Sardinha, Guilherme Martins e José Zitelmann manipularam os preços das units no período analisado. Kalim e Zitelmann já fizeram parte do grupo que controla o banco. Na proposta apresentada à autarquia, cada um dos acusados, inclusive o próprio banco, ofereceu o pagamento inicial de R$350 mil, totalizando R$2,1 milhões.

Executivos teriam lançado mão de recursos de fundo de investimentos

Segundo a CVM, os executivos teriam lançado mão de recursos do fundo de investimentos Fúria e do programa de recompra do banco, inclusive com a utilização de robô, com o objetivo de diminuir os valores a depositar nas chamadas margem de operações a termo, detidas pelo BTG e fundos ligados ao banco.

Anteriormente, o comitê de termo de compromisso da CVM havia sugerido a rejeição da proposta, alegando que a resposta para o mercado e a sociedade se daria adequadamente por meio de julgamento. Porém, o parecer do comitê de termo de compromisso afirma que não tem como mensurar o prejuízo ocorrido se não tivesse havido a manipulação que objetivava evitar a chamada de margem.

Desempenho das ações do BTG Pactual (BPAC11)


CVM

As units do BTG Pactual, código BPAC11, fecharam o dia com queda de 4,37%, cotadas a R$108,75, em meio às informações sobre a análise da CVM. O Ibovespa fechou com recuo de 0,87%, aos 118,4 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações do BTG Pactual e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Leandro Tavares
Edição: Guillermo Parra-Bernal e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

Mansano: A autonomia do Banco Central

Corleta: Fluxo do dólar sinaliza desconfiança com ajuste fiscal e BC, dizem traders

Entrevista exclusiva: Banco Central se tornará um órgão de estado hoje, diz relator

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais