Mover

Especial: B3 deve anunciar solução para ações da Modalmais, diz fonte

Postado por: TC Mover em 03/05/2021 às 20:34
Ações da Modalmais na B3

São Paulo, 3 de maio – A B3 deve comunicar ao mercado ainda hoje uma solução sobre o cancelamento das operações com ações da Modalmais, disse uma fonte com conhecimento direto da situação. O procedimento incomum foi adotado após uma divergência sobre a negociabilidade dos ativos ter forçado a bolsa a anular todas as ordens executadas desde a estreia na sexta-feira.


Listagem das ações da Modalmais no pregão de sexta-feira foi “erro homérico”, segundo fonte

De acordo com a fonte, os papéis ordinários e preferenciais da plataforma de investimentos não poderiam ser negociados durante os primeiros 40 dias, período conhecido como de estabilização. Os ativos que deveriam ter sido negociados desde a estreia da Modalmais na B3 seriam apenas as units, um conjunto de uma ação ordinária e duas preferenciais, ou recibos de subscrição equivalentes.

“As ações ON e PN da Modalmais nem deveriam existir neste momento”, disse a fonte. Segundo a mesma fonte, a B3 ter listado esses papéis para serem negociados no pregão de sexta-feira “foi um erro homérico”. Assim, na manhã de hoje, a B3 colocou os três tipos de ações da Modalmais em leilão por tempo indeterminado, após o staff técnico da bolsa detectar problemas de margens em operações de arbitragem entre units e ações ordinárias e preferenciais da empresa.


Recibos de subscrição da unit não poderiam ser convertidos em ações preferenciais

A B3 e a Modalmais não comentaram as informações. Por volta das 11h25, as ações da Modalmais tiveram o leilão prévio de uma hora prorrogado por tempo indefinido. A Superintendência de Suporte à Negociação da B3 informou que a unit é representativa de uma ação ordinária acrescida de dois recibos de subscrição, que não podem ser convertidos em ações preferenciais até que o Banco Central do Brasil homologue o aumento de capital da plataforma, que também presta serviços bancários e de corretagem.

Conforme a B3, ao longo da tarde os papéis ON e PN nunca deviam ter sido negociados. As ações preferenciais da Modalmais subiam 69,70% antes do leilão, a R$11,20. Enquanto isso, as ordinárias disparavam 36,88% a R$17,22. Já as units, que detêm maior liquidez, reverteram alta e fecharam em queda de 0,27%, cotadas a R$18,50.

Se o período de estabilização já tivesse acabado, uma unit seria equivalente à uma ordinária e duas preferenciais. Isto representaria um prêmio de mais de 103% em uma operação de arbitragem. De acordo com traders, o investidor que comprou ações preferenciais e vendeu units teria problemas para cumprir as margens de alavancagem na sua corretora respectiva. Afinal, as preferenciais da Modalmais não poderiam ser utilizadas como garantia para a venda descoberta dos recibos, ou vice-versa.

Texto: Felipe Corleta e Peter Frontini
Edição: Guillermo Parra-Bernal e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

S&P Dow Jones lança índices de Bitcoin e de Ethereum

Balança comercial de abril tem maior superávit em 33 anos

Foco da CPI da Covid é no governo federal, diz Renan Calheiros

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais