Carteiras de setembro buscam qualidade, de olho em volatilidade- TC
TC Mover
Mover

Especial: Carteiras de setembro buscam qualidade em meio à volatilidade

Postado por: TC Mover em 02/09/2021 às 18:01
Carteiras de setembro - recomendação

São Paulo, 2 de setembro – As carteiras de setembro recomendadas por corretoras e bancos de investimento mostram o sentimento de “fuga para a qualidade”, visando período de volatilidade na esteira de temores com riscos fiscais, em especial a expansão de programas sociais e pagamento de precatórios. A Vale liderou o ranking com 12 recomendações.

A ação preferencial do Itaú (ITUB4) foi mencionada por 11 das 18 casas de análise compiladas pela Mover, incluindo Safra e Santander Investimentos, na qual substituiu o papel do Bradesco, destacando a revisão para cima no Guidance do Itaú para 2021 elevando meta de alta de carteira, receita de tesouraria e cortando meta de custo de crédito.

O Safra destaca, além da possível recuperação dos seus níveis de retorno sobre patrimônio líquido, ROE na sigla em inglês, que a cisão da XP “deve destravar valor aos acionistas do banco. Sem a XP, o Itaú estaria negociando a níveis atrativos de múltiplos e próximo de seus pares”.Carteiras recomendadas de setembro

Arte: Vinícius Martins / Mover

Vale (VALE3) lidera carteiras de setembro mesmo com queda nos preços do minério

A campeã das carteiras de setembro é a ação ordinária da Vale (VALE3), recomendada em 12 casas, apesar dos tombos no preço do minério na China. Contudo, explica Bradesco/Ágora, as condições do mercado de minério em 2022 devem ser realmente mais frouxas em comparação com 2021, mas o mercado ainda deve estar com déficit relevante.

“Vemos os preços de minério sendo negociados agora mais próximos dos fundamentos de oferta e demanda, o que implica que os investidores podem ficar mais confortáveis com a compra de ações da Vale após a recente queda nos preços”, pontua o relatório.

Rede D’Or (RDOR3) é destaque de saúde nas carteiras de setembro

A Rede D’Or (RDOR3) segue como o destaque isolado do setor de saúde e mantém seis menções nas carteiras compiladas pela Mover, embalada pela agenda de fusões e aquisições e a retomada gradual de procedimentos eletivos. O BTG Pactual destaca que, “em tempos de forte volatilidade do mercado, sendo uma vencedora de longo prazo”, a Rede D’Or deve se beneficiar do comportamento de “fuga para a qualidade” da comunidade de investidores nos próximos meses.

Para a recomendação das ações ordinárias da B3 (B3SA3), a instituição segue o mesmo raciocínio e completa afirmando que, apesar de seus volumes terem caído recentemente, as perdas no papel da B3 foram superestimadas, e que mais volatilidade pode impulsioná-los novamente.

Klabin (KLBN11) aproveita melhora de sentimento do setor

As units da Klabin (KLBN11) aparecem cinco vezes nas carteiras de setembro. A percepção positiva do papel se deve à melhora no sentimento ao redor do setor. “Embora os preços da celulose continuem apresentando quedas, esperamos alguma estabilidade da commodity nos próximos meses” diz a XP.

Em estudos recentes, Credit Suisse e Morgan Stanley projetaram estabilização e crescimento da commodity no quarto trimestre, respectivamente. “Vemos a queda nos custos, levando a margens mais altas no negócio de papel no segundo semestre”, completa a XP. O lançamento do projeto Puma II, que adicionará até R$500 milhões no resultado operacional da companhia no próximo ano, também embasou a escolha da Ativa Investimentos.

Na esteira a manutenção da reabertura econômica e progresso na vacinação, que impactam positivamente o setor imobiliário, a Multiplan (MULT3) ganhou cinco menções em carteiras de setembro, além do desempenho positivo pontuado pelo Santander de suas iniciativas e soluções digitais, criadas durante a pandemia. Nesse sentido, a variante Delta não performou como a grande preocupação dos bancos e casas de análise em seus relatórios, que preferiram ressaltar o avanço da vacinação e as quedas em casos e óbitos.

Solução de Teto de Gastos pode ser suficiente para reacender tendência altista, diz BTG Pactual

A XP reduziu a sua projeção do Ibovespa para o fim deste ano de 145.000 para 135.000 pontos, com uma maior percepção de risco fiscal. Além disso, há o aumento das tensões políticas, com a aproximação das eleições presidenciais de 2022. Sobre isso, o BTG Pactual afirma, contudo, que uma solução que respeite o Teto de Gastos pode, por si só, ser suficiente para reacender a tendência de alta nos preços das ações na Bolsa brasileira. Além disso, as ações das empresas também sofrem a pressão do aumento do custo de capital, em meio à alta das taxas de juros de longo prazo, explica a XP.

As instituições não deixaram de mencionar a crise hídrica e o risco de racionamento, porém previsto para novembro. A tarifa especial para crise hídrica e programas voluntários de redução de consumo e bonificação para clientes da indústria e residenciais, contudo, ainda não convenceram. “Não temos certeza do quão eficazes essas medidas serão e esperamos que os próximos meses sejam decisivos”, disse o BTG.

Confira abaixo as carteiras recomendadas para setembro

Ativa Investimentos

Carteiras de setembro - Ativa

Fonte: Ativa Investimentos

BB Investimentos

Carteiras de setembro - recomendação

Fonte: BB Investimentos / *entraram na carteira

Bradesco BBI

Careitras de setembro - Bradesco BBI

Fonte: Bradesco BBI / *entraram na carteira

BTG Pactual

Carteiras de setembro - BTG Pactual

Fonte: BTG Pactual / *entraram na carteira

Eleven

Eleven

Fonte: Singulare / *entraram na carteira

Elite

Fonte: Elite

Genial Investimentos

Genial Investimentos

Fonte: Genial Investimentos / *entraram na carteira

Guide Investimentos

Fonte: Guide Investimentos / *entraram na carteira

Mirae Asset

Mirae Asset

Fonte: Mirae Asset / *entraram na carteira

myCap

Fonte: myCap / *entraram na carteira

Nova Futura

Nova Futura

Fonte: Nova Futura / *entraram na carteira

Órama

Fonte: Órama

Planner

Planner

Fonte: Planner

Safra Corretora

Fonte: Safra Corretora / *entraram na carteira

Santander Investment

Santander Investment

Fonte: Santander Investment

Terra Investimentos

Fonte: Terra Investimentos

Toro Investimentos

Toro Investimentos

Fonte: Toro Investimentos / *entraram na carteira

XP Investimentos

Fonte: XP Investimentos / *entraram na carteira

Texto: Maria Luiza Dourado
Edição: Felipe Corleta, Anderson Lima e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius MartinsMover


Leia também

Paulo Guedes participa do Scoop Day nesta sexta-feira

Imposto sobre dividendos: Câmara aprova redução de 20% para 15% na tributação

Especial: Espaço fiscal vai diminuir e pressionar Teto de Gastos com revisão de parâmetros

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais