Mercado de games deve dobrar até 2025, diz gestor da Vitreo - TC
TC Mover
Mover

Entrevista exclusiva: Mercado de games deve dobrar até 2025, estima gestor da Vitreo

Postado por: TC Mover em 24/08/2021 às 21:39
Mercado de games deve dobrar

São Paulo, 24 de agosto – O consumo de games, cuja demanda já era crescente, aumentou exponencialmente na pandemia e deve dobrar de valor até 2025, afirmou o gestor da Vitreo Rodrigo Knudsen em entrevista exclusiva à TC Rádio. Segundo ele, o setor deve passar de US$175 bilhões para mais de US$350 bilhões. O Brasil é considerado o maior mercado desse segmento na América Latina.

O gestor explicou que a monetização dos jogos mudou. “Antes o consumidor pagava pelo console, depois, passou a pagar pelos jogos. Agora, quase 75% da receita vem do in-game purchases, compras feitas dentro do jogo”, disse. Além disso, os tipos de jogos e a faixa etária de jogadores se expandiram, completou.

Bemobi é a única brasileira no fundo Vitreo Tech Games

O Vitreo Tech Games, fundo gerido por Rodrigo Knudsen, tem mais de 80% de exposição em BDRs, recibos de ações estrangeiras negociados na bolsa brasileira. Ele é um dos mais de 70 fundos de investimentos no portfólio da Vitreo, cujo valor total sob gestão soma mais de R$12 bilhões.

Com a Bemobi sendo a única empresa brasileira no portfólio do fundo, a maioria das aplicações da carteira é cotada em dólar. Assim, o referencial de comparação de desempenho é o S&P500, não o Ibovespa, explica Rodrigo Knudsen. “Ou seja, o fundo tem risco cambial”, justificou.

A sinergia das aquisições feitas pela Bimobi insere a empresa em um cenário de grandes resultados no futuro, estimou Rodrigo Knudsen. A pioneira na distribuição e monetização de aplicativo, jogos e serviços digitais de telefonia celular no Brasil reportou avanço de 251% no lucro líquido no segundo trimestre, comparado com o mesmo período do ano passado.

Fundo de games diversifica investimentos em segmentos e países

Segundo o gestor, o fundo de games investe em produtoras, semicondutores, produtores de equipamentos, também diversificando os países de origem, como a China.

Os semicondutores passam atualmente por escassez de materiais. Contudo, Rodrigo Knudsen explicou que a condução de crise e execução justificam o investimento no segmento com empresas como a Nvidia. A empresa “pegou a dificuldade e a tornou em uma oportunidade de negócio”, disse sobre a separação de linha de placas de vídeo e entrada no ramo de inteligência artificial.

Falta inovação na Nintendo, afirma gestor da Vitreo

Apesar da tradição, a Nintendo está perdendo espaço, diz o gestor. Os papéis acumulam cerca de 20% de perda em seis meses, embora tenha de novos jogos de franquias clássicas e nova versão do Nintendo Switch.

“Está faltando inovação”, argumentou Knudsen. Mesmo diminuindo o investimento na desenvolvedora, a posição no fundo de games da Vitreo ainda é relevante. Segundo o gestor, há receio de interferência do governo chinês nas empresas de games, como a Bilibili.

Texto: Letícia Matsuura, Leonardo Levatti e Vinícius Custódio
Edição: Angelo Pavini
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Com a flexibilização das restrições, brasileiros voltam às compras físicas, aponta Itaú

Joe Biden é desaprovado pela maioria nos Estados Unidos pela primeira vez

Arthur Lira sinaliza manutenção de reformas na agenda da Câmara

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais