Mover

Especial: Minério catapulta Vale ao topo das carteiras recomendadas de fevereiro

Postado por: TC Mover em 03/02/2021 às 15:13
Vale - carteiras

São Paulo, 3 de fevereiro – A ação da Vale, código VALE3, se tornou em fevereiro o papel com o maior número de citações nas carteiras recomendadas para o mês, sinal de que os investidores esperam que a segunda maior produtora mundial de minério de ferro gere caixa como nunca na história e se torne uma pagadora sólida de dividendos no médio prazo.

Vale - carteiras
Arte: Vinícius Martins / TC

O minério de ferro negocia atualmente perto das máximas em mais de uma década. Isso, aliado à força do dólar ante o real brasileiro, que se traduz em maiores receitas para a Vale, e à proximidade de um acordo de reparação pela tragédia de Brumadinho, levou a uma onda de revisões nas expectativas de lucro da empresa para 2021. O BTG Pactual, por exemplo, elevou a projeção de lucro da Vale para 2021 de R$73 bilhões em outubro para R$114 bilhões hoje.

Desconto ante pares e resiliência do minério deixam Vale no topo

Com 12 indicações para fevereiro, a Vale se tornou em uma alternativa multifacetada para a maioria dos estrategistas e analistas consultados pela TC Mover. Para alguns deles, o papel negocia com um desconto injustificado ante as pares australianas BHP Billiton e Rio Tinto.

Outros apontam para a capacidade de geração de fluxo de caixa livre na ausência de dívidas ou projetos novos, o que deve se traduzir em dividendos mais gordos. Enquanto isso, outro grupo aposta na ação por conta da resiliência do minério, cujo preço na China não cai, mesmo com a pressão das siderúrgicas e até do governo.

Petrobras, B3, Bradesco e Itaú estão bem posicionadas entre ações recomendadas

Além da Vale, as ações preferenciais da Petrobras, código PETR4, as ordinárias da B3, código B3SA3, e as preferenciais do Bradesco, código BBDC4, atraíram sete menções, enquanto Itaú Unibanco preferencial, código ITUB4, teve seis.

A estratégia de recomposição de carteiras em ações de maior liquidez pode refletir o cenário de tendência indefinida na bolsa, onde pesa mais o viés de baixa, disse Victor Penna, estrategista da BB Investimentos. O Banco do Brasil, código BBAS3, teve seis indicações, Via Varejo, código VVAR3, e Suzano, código SUZB3, tiveram cinco, Magazine Luiza, código MGLU3, recebeu quatro menções, igual ao GPA, código PCAR3, e a estreante Rede D’Or, código RDOR3.

No caso da Petrobras, o destaque é a alta recente no preço do petróleo, assim como a sinalização de que a estatal deve retomar o programa de vendas de ativos não essenciais, como refinarias e participações em empresas como a Braskem, código BRKM5.

Impulsiona também o fato de as altas nas estimativas para a estatal, com o BTG Pactual esperando R$34 bilhões de lucro líquido para 2021, ante projeção de R$29 bilhões em outubro.

A antecipação de fatos favoráveis no final do mês passado, já embutidos nos preços dos ativos, pode pisar no freio da bolsa em fevereiro. O risco político que representa a chegada de novos presidentes no Congresso, a demora no plano nacional de vacinação contra o coronavírus e a instabilidade externa continuam no radar dos investidores, disse Felipe Villegas, estrategista-chefe da Genial.

Já o contínuo ingresso de capital estrangeiro pode mitigar esses riscos. A TC Mover compilou as carteiras de Bradesco BBI, BB Investimentos, BTG Pactual, Elite, Genial, Guide, Mirae, Necton, Planner, Safra Corretora, Santander Investment, Singulare, Toro, XP e Ativa.

Confira as carteiras recomendadas de fevereiro

Fonte: Ativa Investimentos / *entraram na carteira
Vale - carteiras
Fonte: Ágora Investimentos / *entrou na carteira
Vale - carteira
Fonte: BB Investimentos / *entraram na carteira
vale - carteiras
Fonte: BTG Pactual / *entraram na carteira
vale - carteiras
Fonte: Elite Investimentos / *entrou na carteira
vale - carteiras
Fonte: Genial Investimentos / *entraram na carteira
vale - carteiras
Fonte: Guide Investimentos / *entraram na carteira
Fonte: Mirae Asset / *entraram na carteira
Fonte: Necton / *entraram na carteira
Fonte: Planner / *entraram na carteira
Fonte: Safra Corretora / *entraram na carteira
Fonte: Santander Investment / *entrou na carteira
Fonte: Singulare / *entrou na carteira
Fonte: Toro Investimentos
Fonte: XP Investimentos / *entraram na carteira

Texto: Guillermo Parra-Bernal e Leandro Tavares

Edição: Guilherme Dogo e Letícia Matsuura

Arte: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais