Petrobras deve reportar EBITDA recorde no trimestre por preço- TC
TC Mover
Mover

Especial: Petrobras deve reportar EBITDA recorde no trimestre

Postado por: TC Mover em 30/07/2021 às 16:47

São Paulo, 30 de julho  – A Petrobras, maior empresa de petróleo listada da Américas Latina, deve tirar vantagem da alta dos preços da commodity e registrar lucro operacional recorde no segundo trimestre, na esteira da crescente fatia de produção atribuída ao pré-sal, que também ajuda a reduzir os custos unitários de extração.

De acordo com o consenso TC, a estatal conduzida por Joaquim Silva e Luna deve reportar lucro líquido de R$19,5 bilhões, com receita líquida estimada de R$90,0 bilhões. Enquanto isso, o EBITDA ajustado é de R$49,5 bilhões. Esse último indicador, uma medida de lucro operacional que exclui alguns itens não recorrentes, deve ser o maior já registrado na história da estatal, de quase 70 anos.

A empresa divulga seus resultados financeiros na próxima quarta-feira, 4. A ação preferencial da Petrobras (PETR4) disparou quase 26% ao longo do segundo trimestre, refletindo a alta sustentada dos preços do petróleo. Além disso, a maior participação da produção de pré-sal – que chegou em 70% do total – e os custos de lifting mais baixos contribuíram. Para Thiago Duarte, analista do BTG Pactual, o EBITDA trimestral seria ainda maior não fosse pelo que eles espera ser “margens de refino apertadas”.

Vendas maiores que produção deve elevar EBITDA da Petrobras

Analistas de corretoras e bancos como o Credit Suisse destacam a redução de estoques, devido a vendas maiores do que os volumes de produção. Isto deve ajudar a elevar o EBITDA no trimestre. As vendas totais maiores refletiram entregas mais volumosas de derivados no mercado local e um aumento nas exportações.

No refino, a taxa de utilização das refinarias caiu, devido a paradas para manutenção em seis refinarias. As flutuações no câmbio, que valorizou 12% ante o dólar no período abril-junho, devem ajudar a aliviar os resultados financeiros, contribuindo para a forte geração de fluxo de caixa livre e a desalavancagem mais rápida.

Desinvestimentos, dívida e alienação do parque de refino devem ser abordados em teleconferência

Na teleconferência de resultados, o investidor deve ficar de olho na fala da gestão da estatal sobre a continuidade dos desinvestimentos e da redução de dívida. Também deve estar no radar a alienação do parque de refino.

Com o dólar e o petróleo nos mesmos níveis do trimestre anterior, a interferência política na política de preços e o fluxo de dividendos voltam a ser destaques, disseram analistas da TC Matrix. “Não estamos completamente convencidos de que a política de dividendos a ser desbloqueada pela desalavancagem em curso será preservada por um longo período”, disse Duarte, do BTG Pactual.

Desempenho das ações da Petrobras (PETR4)

Perto das 16h35, a ação preferencial da Petrobras (PETR4) derretia  3,20%, cotado a R$26,92.  A ação ordinária (PETR3) também operava no vermelho, recuando 2,16%, a R$27,62. No mesmo horário, o Ibovespa caía 2,87%, voltando ao patamar dos 122 mil pontos. ação da Petrobras - PETR4

Para acompanhar o desempenho das ações dx xx e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Guillermo Parra-Bernal
Edição: Gustavo Boldrini e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Taxa de desemprego de maio se mantém em patamar recorde

Bolsas caem com Amazon decepcionando; PCE, PIB europeu no radar: Espresso

Calendário Econômico: Desemprego, setor público, inflação nos EUA

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais