TC Mover
Mover

Especial: Via ignora ruídos e aposta em diferenciais, diz Daniela Bretthauer

Postado por: TC Mover em 05/07/2021 às 19:45

São Paulo, 5 de julho – Os ruídos políticos com a aproximação das eleições de 2022 e o cenário macroeconômico desafiador não representam grande risco para a Via, que mantém sua estratégia de crescimento e seu planejamento de compras junto a fornecedores sem levar em conta questões externas, afirmou a diretora de Relações com Investidores da companhia, Daniela Bretthauer.

Em entrevista exclusiva à TC Rádio, a executiva destacou que fatores políticos podem até influenciar a economia do Brasil, mas que a Via leva em conta outros aspectos para a formulação de suas estratégias.

“Nossa programação é de médio e longo prazo e está atrelada à penetração dos produtos nos diferentes estratos sociais do país, o quanto a gente consegue em market share do produto e da evolução da demografia brasileira. Óbvio que resultado político influencia no desempenho da economia, mas nossa programação diz muito mais respeito a esses outros indicadores”, disse Bretthauer.

Via tem desvalorização exagerada e injustificável, aponta Daniela Bretthauer

Mesmo com a melhora nos números operacionais e a perspectiva de crescimento no marketplace, a Via segue muito atrás das rivais em alguns termos fundamentalistas, como o múltiplo preço/lucro – no primeiro trimestre, dados do TC Matrix apontam para um P/L de 15,97 da Via contra 200,67 da Magazine Luiza e 212,89 da Lojas Americanas.

Daniela Bretthauer vê essa desvalorização da Via exagerada e injustificável por parte do mercado. Afinal, a companhia é a única que possui “crediário forte e parceria com grandes bancos”, além da “logística de leves e pesados que entrega no país todo e lojas físicas por todo o Brasil”.

Capacidade de digitalizar crediário e estrutura das lojas físicas são diferenciais, diz executiva

Para a executiva, o principal diferencial competitivo da Via neste cenário é a capacidade de digitalizar o brasileiro por meio do crediário. A estrutura das lojas físicas é outro trunfo para a dona das Casas Bahia e Pontofrio na visão de Bretthauer.

“Se eu somar a capacidade logística das lojas físicas e centros de distribuição em nível nacional, temos um potencial muito superior ao dos nossos concorrentes”, disse a executiva, citando a Magazine Luiza, que recentemente anunciou sua chegada ao Rio de Janeiro com 50 lojas até o final de 2021.

Desempenho das ações da Via (VVAR3)

Em dia negativo para as varejistas, a ação ordinária da Via (VVAR3) caiu 0,77%, cotada a R$15,48. O papel acumula queda de 4,21% desde o início do ano. Contudo, sobe 26,37% nos últimos três meses, junto com a perspectiva de manutenção do auxílio emergencial e de reabertura da economia com a vacinação.Ação da Via

Concorrentes da Via, Magazine Luiza (MGLU3) e Lojas Americanas (LAME4) viram seus papéis recuarem, respectivamente, 1,20%, a R$21,38, e 1,22%, a R$21,11.

Para acompanhar o desempenho das ações das varejistas e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini, Vinícius Custódio, Guilherme Serrano e Felipe Corleta
Edição: Gabriela Guedes e Letícia Matsuura
Arte: TC Mover


Leia também

Petrobras confirma aumento de preços de combustíveis

Machado, Vieira: Jair Bolsonaro sustenta governabilidade apesar da crise

Opep adia reunião pela terceira vez e petróleo sobe

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais