TC Mover
Mover

IRB Brasil (IRBR3) sobe quase 8% na manhã de terça após anúncio de debêntures

Postado por: TC Mover em 03/11/2020 às 12:47

São Paulo, 3 de novembro – A ação da IRB Brasil, negociada na Bolsa pelo código IRBR3, subia 7,82% no final desta manhã, sendo cotada a R$6,62, após aprovar a emissão de debêntures. Além disso, a IRB divulgará hoje o balanço do terceiro trimestre. 

Por meio de fato relevante, a IRB Brasil relatou que pretende arrecadar R$300 milhões com a emissão dos títulos de dívida. Segundo a resseguradora, as debêntures serão simples e não conversíveis emitidas em duas séries. A oferta restrita da IRB seguirá a Instrução 479 da Comissão dos Valores Mobiliários, CVM, destinando aos investidores profissionais com esforços restritos.

300 mil debêntures

Com o valor nominal unitário de R$1 mil, a IRB vai emitir 300 mil debêntures. A primeira série terá vencimento três anos após a emissão e o valor nominal unitário não será atualizado monetariamente, mas contará com os juros remuneratórios correspondentes a 100% do Depósito Interfinanceiro, DI. Será acrescido o spread, ou sobretaxa, de no máximo 3,35% ao ano. 

Já o valor nominal unitário da segunda série será atualizado pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, mais juros prefixados com spread de, no máximo, 6,6579% ao ano.

Outra emissão de debêntures de IRBR3

Esta é a segunda emissão de debêntures anunciada pela IRB Brasil recentemente. Na semana passada, a primeira emissão foi concluída. A companhia levantou R$597,43 milhões para o reenquadramento aos critérios da Superintendência de Seguros Privados, Susep, e do Conselho Monetário Nacional (CMN).

IRB em crise

A IRB Brasil é a maior resseguradora da América Latina e detém participação de mercado de 38% no Brasil, sendo considerada referência pela solidez financeira e conhecimento técnico. Porém, a empresa mergulhou em uma crise em fevereiro, não conseguindo se recuperar desde então.

Com a denúncia de irregularidades contábeis, incluindo aumento artificial do lucro feita pela gestora Squadra comprovada, a IRB Brasil passou por uma grande reestruturação. A companhia corrigiu os balanços e passou por mudanças em sua gestão. 

O desenquadramento, ou seja, a insuficiência na composição de ativos líquidos mínimos para cobrir sinistros, trouxe incertezas sobre o futuro da IRB Brasil. A margem de liquidez e a cobertura de provisão são definidas pela Susep e pelo CMN.

Performance de IRBR3 em um ano

Fonte: TC Matrix

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Imagem: Nathália Reiter/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais