TC Mover
Mover

Itaú BBA prefere Energisa a EDP Brasil por múltiplo descontado e IGP-M

Postado por: TC Mover em 09/04/2021 às 16:49
Itaú BBA - Energisa

São Paulo, 9 de abril – O Itaú BBA diz preferir a unit da Energisa em detrimento da ação ordinária da EDP Brasil, recomendando, inclusive, uma operação de long/short na Energisa na ponta positiva e a EDP Brasil na negativa. O banco cita o múltiplo descontado da Energisa, que, para ele, deve ser uma das principais negociadas diante da alta do índice Geral de Preços – Mercado, IGP- M, em 2021.


Queda na unit da Energisa está ligada a visão cautelosa do mercado, diz Itaú BBA

O Itaú BBA afirma, em relatório, que a Energisa vem negociando em uma taxa interna de retorno de 10,20% em termos reais, e avalia que a companhia teve desempenho pior que os pares nos últimos meses, mesmo com os fortes resultados de 2020.

Para o banco, a queda acumulada de 15% na unit da Energisa desde janeiro está relacionada a uma “visão mais cautelosa” do mercado para as oportunidades de crescimento da companhia, em especial pela recusa em ingressar no setor de saneamento básico.

Outro motivo citado pelo Itaú BBA foi que a Energisa não enviou uma proposta pela CEEE-D, em leilão da privatização no qual tinha o favoritismo, mas que acabou tendo a Equatorial como vencedora. A EDP Brasil, por outro lado, não tem catalisadores de curto prazo, na visão do banco.


Itaú BBA prefere Equatorial a Cemig, e Eletrobras ante Light

Em relação a outras empresas diversificadas no setor, como Equatorial e Cemig, o Itaú BBA afirma preferir a primeira, em especial por sua atuação em saneamento básico em um cenário de aprovação do marco legal do setor. A Cemig, por outro lado, tem um múltiplo pouco atrativo para o banco, que cita o perfil de risco da empresa.

Já na comparação entre Eletrobras e Light, o Itaú BBA mantém a preferência pela estatal federal, citando as chances de privatização da companhia. O banco estima a aprovação da Medida Provisória, MP, de desestatização da companhia no Congresso até junho.


Desempenho das ações do setor elétrico


Energisa - Itaú BBA


Perto das 16h45, a unit da Energisa (ENGI11) caía 1,50%, a R$42,82, enquanto a ação ordinária da EDP Brasil (ENBR3) recuava 0,41, a R$19,62. Já os papéis da Equatorial (EQTL3) e da Cemig (CMIG4) tinham quedas de 1,09%, a R$24,44, e 1,02%, a R$12,57.

No mesmo horário, a ação preferencial classe B da Eletrobras (ELET6) recuava 0,30%, a R$36,07. Por outro lado, o papel da Light (LIGT3) ganhava 0,40%, a R$19,85. O Ibovespa caía 0,41%, aos 117,8 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações da Energisa, EDP Brasil e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Leandro Tavares e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Roberto Campos Neto e Fabio Kanczuk veem inflação transitória e Selic em 3,5% em maio

Sanita: Com bom desempenho, Bradespar busca diminuir gap em relação à Vale

Sabesp sobe com melhora em termos de revisão tarifária

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais