Mover

Itaú vai separar participação na XP em outra empresa; banco vai aumentar participação

Postado por: TC Mover em 04/11/2020 às 10:49

São Paulo, 04 de novembro – O Itaú Unibanco disse que está em estágio avançado para segregar a XP do conglomerado, colocando-a em uma nova sociedade que terá papéis negociados do Nível 1 da B3. A iniciativa acontece meses após uma briga pública entre as duas empresas, envolvendo a figura do assessor de investimento. Essa iniciativa de cisão, no entanto, não está prevista para 2020.

A nova sociedade será mediante cisão de empresas do referido conglomerado com a versão de parte do seu patrimônio, representada por ações representativas de 41,05% do capital da XP, para a Newco. Com a cisão, os acionistas do Itaú receberiam participação acionária na Newco, que será companhia aberta, cujo único ativo será a XP.

Itaú pode vender ações da XP

O estudo prevê, ainda, a possibilidade de venda de ações da XP pelo Itaú correspondentes a 5% do capital social da XP, visando monetizar parte de seu investimento na nova companhia. A decisão ainda depende de aprovação do conselho de administração. 

O presidente do Itaú, Candido Bracher, afirmou nesta terça-feira que considera a XP um ótimo negócio, mas que como o banco não pode exercer o controle sobre a empresa por determinação do Banco Central seria mais interessante separá-la da instituição para liberar valor. 

Bracher afirmou também que o Itaú vai cumprir o compromisso de comprar mais cerca de 12,0% do capital da XP em dois anos.  Os papéis PN do banco fecharam em alta de 2,45%, a R$24,04, seguido do papel ON, alta de 1,43%, a R$22,28. 

Texto: Leandro Tavares
Edição: Melina Flynn e Letícia Matsuura
Imagem: Nathália Reiter/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais