TC Mover
Mover

JBS antecipa meta de zerar desmatamento de fornecedores indiretos

Postado por: TC Mover em 01/07/2021 às 18:47
JBS antecipou meta sobre desmatamento ilegal

São Paulo, 1 de julho– A JBS anunciou na última quarta-feira, 30, que antecipou em cinco anos a meta de zerar o desmatamento ilegal praticado pelos fornecedores dos fornecedores da empresa. O objetivo agora é encerrar a prática até 2025, e vale para os biomas Cerrado, Pantanal, Caatinga e Mata Atlântica.

A companhia informou, via comunicado ao mercado, que pretende atingir a nova meta a partir do uso da tecnologia blockchain. Ela será utilizada para rastrear a cadeia de fornecimento, identificando onde os critérios de sustentabilidade não estão sendo seguidos.

JBS se comprometeu a zerar emissões de gases de efeito estufa até 2040

A medida faz parte da chamada Plataforma Pecuária Transparente. Anteriormente, a JBS já havia se comprometido a encerrar o desmatamento ilegal na Amazônia ligado a sua cadeia de fornecedores até 2025.

Todos os fornecedores da empresa deverão aderir à plataforma até o fim de 2025, e poderão avaliar os seus próprios fornecedores em relação aos critérios de sustentabilidade. O frigorífico também abriu 13 Escritórios Verdes até o momento, que buscam auxiliar na adesão aos critérios.

As ações da JBS compõem o chamado Compromisso Net Zero 2040. Anunciado em março, ele representa um plano da companhia de zerar as emissões de gases de efeito estufa até 2040. Em 8 de junho, a empresa emitiu US$1 bilhão em bônus sustentáveis atrelados às metas.

Minerva e Marfrig também têm metas ligadas à sustentabilidade

O maior frigorífico do mundo não é o único que tem intensificado ações voltadas à sustentabilidade. Em abril, a Minerva Foods se comprometeu a zerar as emissões de gases de efeito estufa até 2035.

O diretor de sustentabilidade da companhia, Taciano Custódio, disse em entrevista exclusiva à TC Rádio em 8 de junho que a Minerva investirá R$1,5 bilhão para cumprir a meta. A quantia será aplicada principalmente na área de tecnologia, incluindo a de georreferenciamento.

Outra concorrente da JBS, a Marfrig anunciou em 24 de março que pretende zerar suas emissões de carbono e gases de efeito estufa até 2050. A meta, segundo a empresa, pode ser antecipada para 2035 ou 2040.

Desempenho das ações da JBS (JBSS3)

O papel ordinário do maior frigorífico do mundo (JBSS3) subiu 0,10% nesta quinta-feira, 1, cotado a R$29,13. A ação ordinária da rival Marfrig (MRFG3) avançou 1,62%, a R$19,45. Já a ação ordinária da Minerva (BEEF3) recuou 0,43%, a R$9,33. O Ibovespa fechou em queda de 0,90%, aos 125,6 mil pontos. Desempenho das ações da JBS

Para acompanhar o desempenho das ações da JBS e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: João Pedro Malar
Edição: Letícia Matsuura
Arte: TC Mover


Leia também

China praticamente elimina mineração de criptomoedas no país

Vieira: Centrão fica mais decisório após episódio Covaxin

Especial: Arthur Lira quer manter ritmo da pauta econômica, dizem fontes

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais